Uma Viagem Pelo Tempo escrita por Lily Evans Potter


Capítulo 28
Uma História Estranha


Notas iniciais do capítulo

Oiie gente, sei que demorei, mas eu tenho muito pouco tempo agora. Jazz, escola, técnico e trambalho... Mas eu vou postar um vez toda semana, vou tentar estabeler um dia, okay? Meus leitores queridos eu amei os coméntários *--* foram tantos... Amei ^.^, agradeço à todos que comentaram!! E desejo a todos uma boa leitura!!



Uma História Estranha

Já fazia uma hora que Isabella tinha ido ao seu dormitório, todos pensaram que ela estaria na Sala Comunal, mas quando James Sirius não a viu ali começou a ficar preocupado. Como faziam todas as noites todos da gangue Potter/Weasley se sentaram nas poltronas e começaram a conversar ou jogar Snap explosivo.

Depois de observar o neto por dez minutos, Lily reparou que ele não parava de encarar a escadaria que levava aos dormitórios femininos. Então se pôs de pé chamando a atenção da maioria e proferiu:

– Vou ao dormitório, ver se tem algum dever para amanhã...

– Você poderia ver se Bella está bem, Leah? –James Sirius interrompeu a avó impacientemente.

– Claro querido.

Ela já estava na frente da porta de seu dormitório, ela teve uma sensação estranha de ser observada e olhou para os lados para ver se não estava sendo realmente observada, quando constatou que não havia ninguém no corredor suspirou e então abriu a porta. Quando viu o quarto por dentro deu grito tão alto que todos na Sala Comunal escutaram. Todos na Sala Comunal se assustaram com o grito repentino, aos poucos os alunos se recuperaram do choque que o grito deu neles e foram tentar subir às escadas, a gangue Potter/Weasley tinha que passar pela multidão de garotos que estava sendo rejeitada pelas escadarias.

– Meninos fiquem aqui! Nós vamos ver o que está acontecendo! – Lily Luna articulou.

– NÃO! – disseram os dois James juntos, James Sirius pensava em Isabella e James pensava que Lily estava em perigo e queria subir a todo custo.

– Foi a Lily que gritou! – James disse para irritado e preocupado.

– E se aconteceu alguma coisa com a Bella? Eu quero ir lá ver! – James Sirius exclamou irritado.

– Acalmem-se! – Rose proferiu por fim – vamos ver se está tudo bem. Se não tiver vou pedir para a Nikki vir avisar!

– Não deve ter sido nada demais! – Roxanne disse para fazer todos se distraírem.

– Lily nunca grita! Ela puxa a varinha e lança um feitiço! – James disse irritado.

– Como sabe isso? – Fred questionou intrigado.

– Está falando com um homem apaixonado. – James respondeu rapidamente.

As meninas aproveitaram que todos estavam distraídos conversando e subiram quando estavam perto da porta do quarto delas repararam que tinha varias meninas tentando ouvir de trás da porta.

– Mas o que esta acontecendo aqui? – Dominique perguntou alto para as meninas

– Estamos tentando ouvir atrás da porta para ver se esta tudo bem! – respondeu uma quartanista distraidamente

– Saiam da frente do nosso quarto AGORA! – Rose gritou para as outras, que logo começaram a se dissipar pelo corredor e voltar para a Sala Comunal.

– Fofoqueiras! – comentou Roxanne entrando no quarto por último.

– Mas o que aconteceu aqui? – Lily Luna indagou assim que viu Isabella deitada e a Evans concertando todo o estrago que “o” tal visitante tinha feito no quarto delas

– Eu não sei querida, quando cheguei Bella já estava caída no chão e este cortinado estava todo picotado – a Evans contou observando os rostos das meninas agora chocadas com a curta narração dela.

– Não é melhor acordar ela? Para ver se ela está bem ou com algum machucado que possamos curar – disse Roxanne preocupada com a colega de quarto.

– Sim, concordo com a Rox. É melhor acorda-la – Rose articulou concordando com a prima.

Aos poucos Dominique e Roxanne colocaram Isabella na cama agora pertencente a Evans e Rose começou a cutuca-la até a ruiva inconsciente recobrar a consciência aos poucos , Lily Luna buscou um copo de água para ela no dormitório ao lado assim que chegou ao seu dormitório observou Isabella ainda no chão, um pouco confusa com toda a situação.

– Onde estou? – Isabella perguntou baixinho.

– No quarto, Leah te achou inconsciente quando veio ver os deveres dela – Dominique respondeu para a Molina.

– Inconsciente? – questionou a garota agora intrigada com a própria história – eu não me lembro disso... Só de entrar no quarto e...

– E o que Bella? – a Potter mais nova questionou preocupada.

– Tinha alguém no quarto, meu cortinado estava picotado e minha gata estava...

– No meio da cama toda cortada – a Evans completou a frase da colega de quarto .

– Sim. Eu surpreendi a pessoa ela me jogou algo e eu não me lembro de mais nada – a Molina terminou de contar do que se lembrava.

– Eu não vi a gata quando entrei no quarto – Dominique comentou intrigada alguns minutos depois que um desconfortável silêncio se fez presente entre elas.

– Venha comigo e te mostrarei a gata – proferiu a viajante temporal angustiada – eu virei o colchão e troquei os lençóis da Bella e enrolei a gata no outro e joguei no banheiro. Não sabia o que fazer – explicou a Evans.

– Tudo bem Leah – Rose disse tentando acalmar a “loira”.

– Você esta machucada Bella? – Roxanne perguntou indo até um canto do quarto e abrindo um pequeno alçapão no chão e tirando uma pequena caixa de madeira com algumas poções dentro.

– Não Rox, só um pouco intrigada. Quem entraria no nosso quarto só pra picar meu cortinado e jogar minha gata em cima da minha cama? Alías quem teria coragem de matar uma gata com tanta frieza e fazer aquilo?

– Você deveria se perguntar quem quer tanto te assustar o porquê, Isabella – Dominique articulou para a amiga.

– Concordo com a Nikki, alguém te odeia muito Bella e pelo jeito será capaz de fazer qualquer coisa para atingir! – completou Lily Luna em concordância com a prima mais velha.

– Alguém esta louca para te matar de medo – opinou Rose um pouco baixo.

– Como sabe que é uma garota Rose? - a Molina indagou curiosa

– Só entram meninas nos dormitórios femininos, você mesma sabe que as escadarias rejeitam meninos – explicou a Weasley.

– Mas e se não passou pela escadaria? – Roxanne perguntou para as outras instigada com a situação.

– O que esta sugerindo Rox? Que algum menino seria louco suficiente de voar até nossa janela? Poderia cair no mínimo de desequilíbrio que a vassoura desse. – Rose cortou a hipótese emburrada, mesmo não querendo admitir a prima tinha levantado um argumento muito intrigante.

Lily andou até a janela e observou o lado de fora, a vista era comum. Um céu negro e cheio de nuvens, não tinha muitas estrelas visíveis naquela noite, no chão podia ver os campos verdejantes de Hogwarts e um pedaço da Floresta Proibida.

– Não será fácil saber quem fez tudo isso no nosso quarto. – comentou Lily Luna após ver a avó ir até a janela – Rose você podia...

– Desculpe Lil estou ajudando o Albus a descobrir quem espalhou os boatos que ele traiu a Alice – Rose interrompeu a prima dizendo

– Podemos pedir para o Jay, ele é tão bom quanto a Rose...

– James também está me ajudando, a garota que espalhou os boatos é inteligente, e eu sozinha não estava conseguindo seguir o rastro dela, tive que pedir a ajuda do James e do Albus – a ruiva interrompeu a outra prima dizendo.

– Deve ser mesmo para você não conseguir rastreá-la sozinha – comentou Roxanne.

– Vamos nos organizar e procurar saber então. Dominique e Roxanne conversem com as Ravenclaw e Hufflepuff dos primeiros anos, eu e a Leah conversaremos com as dos últimos anos. Depois comparamos informações e procuraremos saber com as Gryffindors e...

– Eu falo com as Hufflepuff e a Leah conversa com as Gryffindors, as meninas estão gostando bastante dela – disse Isabella – você já tem algumas fãs Le, você esta ficando conhecida como a “estrangeira amiga”

– Sério? – perguntaram as outras

– Minha irmã disse ontem, você ajudou algumas Gryffindors e Ravenclaw do terceiranistas e quartanistas e elas gostaram de você – explicou Isabella.

– Você fez isso Leah? – perguntou Dominique

– Fiz, elas pareciam com alguns problemas para fazer alguns deveres na biblioteca na terça e eu parei para ajuda-las e depois ajudei umas quintanistas com os N.O.M.s, mas não pensei que gostariam de mim – comento a viajante “loira” feliz.

– Converse com elas, você terá “o” jeito e conseguirá saber mais que nós – disse Dominique.

– Tá, falarei com elas amanhã na biblioteca. Sempre ajudo alguns alunos que vêm pedir minha ajuda – disse a Evans satisfeita que poderia ser útil.

– E ainda não quer ter fãs – comentou Dominique – você é sempre bem gentil.

– Melhor descermos James estava bem preocupado com você Bella – a Evans disse sem graça com o comentário da Dominique.

– Ele ficou? – a ruiva com mechas negras perguntou curiosa e alegre.

– Não parava de encarar as escadarias – a viajante disse distraída fazendo a outra sorrir abertamente.

– Vamos então, minha ronda é daqui a pouco e quero ficar um pouco com Scorp e esquecer essa investigação que vamos todos fazer! –comentou Rose apressando as outras.

Quando as meninas chegaram a Sala Comunal receberam a atenção de quase todos os presentes, todos tinham parado de falar para prestar atenção nelas.

Elas se sentiram como se tivessem aprontado e todos estavam com medo de ser as novas vítimas.

– Onde estão Ethan e o Jay? – questionou Dominique se sentando ao lado do irmão.

– Inconscientes, tentaram subir as escadas tantas vezes que acabaram levando um tombo bem engraçado – Louis respondeu risonho.

– Eles estão bem? – Lily perguntou preocupada com o neto e por incrível que parecesse para ela, com James.

– Estão, eu acabei de acorda-los – Sirius disse chegando e ficando ao lado de Fred – Albus tá lá olhando eles.

– Vocês tinham que ver, Almofadinhas quase afogou os dois, foi hilário! – exclamou Fred divertido.

– Serio? Não acredito que fiquei aqui jogando Snap com você Lysander – disse Louis irritado

– É perdeu um showzinho, Pontas quase azarou Almofadinhas e James tacou um monte de coisas nele – disse Lorcan chegando ao lado do irmão e do amigo.

– Bosta de dragão – disse Louis chateado.

– Leah por que você não vai lá ver o Pontas – Sirius disse malicioso –ele ficou bem preocupado com você.

– Sozinha eu não vou Si... digo Rhys – Lily disse irritada com Sirius

Isabella estava tão abalada que nem parou para reparar nos apelidos dos “novos” alunos.

– Eu vou com você – Isabella disse – e a Nikki também

– Não posso tenho que ir fazer as investigações – Dominique disse antes de ser arrastada para quarto dos primos.

– Amanha você começa! – exclamou Isabella assustando alguns alunos.

– Vai lá Bella, acompanhe Leah! Vão juntas e ninguém dirá nada.

– Tá bom. Deixa você comigo – disse a Molina irritada

– Okay, depois te recompenso, até depois. – disse a Weasley mais velha brincando.

Ps. da Autora: http://www.youtube.com/watch?v=AHz9qFCZOvs

(Essa é a música que achei e que mais traduziu este capítulo, eu nunca escutei essa cantora, mas me emocionei com a música e adoraria compartilhar esse momento com meus leitores)



Notas finais do capítulo

Quero comentários, sugestões e recomendações, podem ficar a vontade!! ^.^
Bjjs



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Uma Viagem Pelo Tempo" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.