S.H.I.E.L.D - O Futuro escrita por Catwoman


Capítulo 40
Capitulo 40 - Logan


Notas iniciais do capítulo

Hey gente! Espero que gostem desse capitulo!

Não vou ficar enrolando aqui. Nos vemos nas notas finais!



Capitulo 40 - Logan Stark

A viagem de volta para o nosso tempo foi extremamente semelhante a de quando chegamos fomos para o passado: Rápida e confusa.

Pelo menos desta vez Scarlett não caiu em cima de mim.

— Vocês estão bem? — A primeira voz a nos receber naquela sala grande e cinzenta (Que obviamente era da Shield, e não da minha casa, como eu esperava) introduz um rapaz, não muito alto, com cabelos negros como a noite, e olhos castanhos bem escuros. Ele vestia um uniforme característico da Shield, e trazia no rosto uma expressão preocupada.

— Estamos bem Gary. — Aiden é o primeiro a responder ao nosso amigo, enquanto mais figuras se aproximavam e o resto de nós nos colocávamos em pé. — Olha só, trouxemos até um presentinho para vocês. — Aiden aponta para Luthor e Aaron, que estavam presos sob a custódia de Tommy e Rachel.

— Vejo que está inteira, irmãzinha. — A voz de Mason ressoa pela sala, enquanto o mesmo se aproxima a passos largos da irmã. — Achei que não ia conseguir se virar sem mim. — Ele brinca, enquanto a irmã o abraça.

— Isso é tão fascinante! — Desvio minha atenção para outra que figura se aproxima de nós, com muito mais entusiasmo do que nosso primeiro amigo. Esta é uma garota com cabelos e olhos castanhos claros e um rosto pálido que sempre carregava um sorriso ou uma expressão intrigada e curiosa. Ela vestia um avental branco com o símbolo da shield no peito. — Eu tenho tantas perguntas para vocês que….

— Deixa a gente respirar um pouco, Hazel, a gente acabou de dar uma de Marty McFly aqui. — Scarlett corta logo a amiga, que concorda com a cabeça, envergonhada por já ter chegado nos enchendo de perguntas. — Cadê todo mundo? Achei que estavam todos aqui…

— Jimmy saiu a algum tempo atrás, foi levar Zendaya, Luna e May para casa. — Henry responde dando de ombros, indo para perto de Aiden. — Eles não estavam ajudando em nada, se quer saber.

— E Frank ficou em casa, cuidando da irmã e ajudando o pai com um lance deles. — Connor responde, observando Billy se juntar ao irmão e Rachel, que estavam cuidando de entregar Aaron e Luthor para alguns agentes, entre eles, Maria Hill e o pai de Garrett.

— Cara, sua prima é demais. — Scarlett diz de repente, jogando um dos braços em volta do pescoço de Lorraine,que havia acabado de se juntar a nós, e posso sentir a temperatura da sala cair alguns graus, e tenho certeza que a culpa não é de Scarlett.

Todos começam a olhar um para o outro, e então, os olhares se recaem sobre Connor e Lorraine. A garota lançou um olhar mortal para Scarlett, que devolveu o mesmo com um de seus olhares: 'foi mal, acho que falei demais, não sabia que era segredo'.

E de fato, nós não sabíamos que Lorraine era prima de Connor, ela só havia nos dito seu nome, não seu sobrenome.

E se ela era prima de Connor, então ela teria de ser filha de Loki e irmã de Luthor, apesar de ser bem diferente dos dois. Olhei para Aiden e Megan, que estavam pálidos e confusos, assim como eu. Connor parecia tão surpreso e chocado quanto nós.

— Prima? — Ele repete com a voz baixa. — Eu não sabia que tinha uma prima. Na verdade, eu não sabia nem que tinha um primo louco. — Ele pensa alto.

— Era para ser um segredo? — Scarlly perguntou para Lorraine, que aparentava calma e desconforto com aquela situação.

— Nunca tivemos a chance de nos conhecer, primo. — A garota estende a mão, com o intuito de cumprimentar Connor, mas este hesita e encara a garota com total desconfiança.

— Pera ai, você é filha do Loki!? — Mason se sobressai, ficando ao lado da irmã.

Percebo que Lorraine se retrai ao ouvir tais palavras.

Hazel se coloca um pouco atrás de Garrett, mas não parecia estar com medo, parecia estar curiosa e intrigada com a situação, mas como Garrett sempre a protegia, ela faz o que está acostumada.

— Por que ela não está sendo presa como o pai e o irmão dela? — Aiden diz com raiva, e Scarlett se coloca na frente do loiro.

— Ela salvou sua vida, Danvers, ou será que se esqueceu? — Minha namorada começa. — Aliás, ela salvou a todos nós! — Ao contrário dele. — Ela aponta para Billy, que conversava com Rachel e Coulson. — E do Franklin, que podiam ter ajudado!

— E daí? — Aiden continuou. — Ela é filha dele! Não podemos confiar nela! Ela vai acabar nos enganando!

— Eu não acho isso. — Scarlett responde firmemente. — Acredite Danvers, se ela quisesse nos matar, ela já teria feito! Lorraine teve inúmeras chances de nos matar, mas ao invés disso, ela derrotou o próprio irmão, e ajudou a vencer o pai!

— E quem disse que isso não foi um truque para que ela ganhasse nossa confiança e pudesse se infiltrar aqui? — Desta vez quem fala é Garrett, que se aproxima de Aiden e Scarlett. Infelizmente, o raciocínio dele está certo. Lorraine podia ser tão traiçoeira quanto o pai dela.

— Ela não é assim! — Eu não entendia por que Scarlett estava defendendo tão ferozmente uma filha do Loki. Tipo, ela devia ter repulsa por tudo o que lembrasse ele depois do que passamos.

— A ruiva tem razão. — Tommy, que estava junto a Rachel e o irmão, se aproxima de nos. — Ela está certa quanto a Lorrie. Ela não é como os pais.

— Já conhecem ela? — Mason estava confuso. Na verdade, todos estávamos, menos Scarlett.

— Ela das parte da nossa equipe. — O garoto de cabelos prateados responde. — Uma equipe mais ou menos nova.

— Desculpem, mas eu já me perdi. — Maggie faz um gesto com as mãos, evidenciando sua confusão no assunto. — Como assim, nova equipe?

— Não vem ao caso agora, Banner. — Tommy corta o assunto. — O que eu e a Ruiva queremos dizer, é que podem confiar na Lorraine.

O silêncio reinou na sala por alguns segundos, até que Aiden se pronunciou.

— Eu não sei... — Ele olha para Lorraine, com extrema desconfiança. — Não confio nela.

— Se a Romanoff confia em você. — Connor começou, cortando Aiden. — Acho que podemos te dar uma chance. — Ele estende a mão. — Prazer em te conhecer, prima.

Lorraine cumprimenta o primo, com um meio sorriso no rosto.

— Hazel Fitz-Simmons. — Hazel sai de trás de Garrett, que tenta segura-la, sem sucesso, e vai se apresentar com entusiasmo. Ela sempre foi assim, incapaz de odiar as pessoas. — Você parece ser legal. — A garota sorri para a filha de Loki, que também abre um sorriso.

— Obrigada. — Lorraine diz timidamente.

— Eu sou Henry Pym. — Júnior se apresenta, meio acanhado. — Mas acho que pode me chamar de Júnior.

— Nós já nos conhecemos. — Maggie começa. — Então, podemos pular as apresentações. — Ela aponta para Mason, que está parado ao seu lado com a cara amarrada. — Este é meu irmão, Mason.

Mason, assim como Aiden, parecia não estar muito à vontade com a presença de Lorraine na sala. Ele se limitou a fazer um aceno com a cabeça, e depois se virou e começou a conversar com a irmã.

Garrett se limitou a olha-la de cima a baixo, e logo em seguida ele se virou e saiu da sala sem pronunciar mais nenhuma palavra.

— O mal educado ali é Garrett Ward. — Scarlett introduz nosso amigo. — Ele é assim mesmo, as vezes pode ser um chato.

— Mas com o tempo você se acostuma. — Hazel completa. — E ele passa a ficar mais legal.

Então os olhares se voltaram para mim e eu percebi que era o único que não tinha decidido se iria aceitar ou odiar a Lorraine.

Por mais que eu não confiasse nela, não pude deixar de pensar que se não descobríssemos que ela é filha do Loki, nós estaríamos tratando ela de fora bem diferente. E além disso, querendo ou não, Lorraine tinha me ajudado e ela tinha salvo Scarlly, que por acaso, estava dando uma de melhor amiga protetora para a filha do inimigo.

— Bom, não vejo problema em ter você por perto. — Eu digo, depois de pensar nas probabilidades.

— Viu? Não foi tão ruim. — Scarlly sorri para Lorraine. — Agora você conhece todo mundo, e eu diria que tem um amigo ou dois.

— Por que fez isso? — Lorraine perguntou para Scarlett, sem raiva ou ódio em sua voz. Apenas a pura curiosidade. — Achei que não confiasse em mim.

— E não confiava mesmo. — Scarlly admite. — Mas sei reconhecer quando alguém vale a pena, e você me salvou umas duas vezes. — Ela para por um segundo, pensando em como continuar. — Mesmo você sendo filha do inimigo, sem ofensa, eu acho que podemos ser amigas. — Scarlett sorri. — E eu achei que seria legal se você fizesse parte da equipe.

— Pera ai, agora você está de brincadeira, certo? — Aiden se surpreende, e eu também. Primeiro por que não tínhamos uma equipe propriamente dita, e segundo por que Scarlett estava incluindo Lorraine em nossa nem formada equipe.

— Eu estou falando sério. — Ela diz decidida ignorando alguns murmúrios de protesto. — Você é mais do que bem-vinda na equipe.

— Adoraria aceitar o convite. — Lorraine começa meio sem jeito. Acho que ela não estava acostumada com aquele tipo de tratamento tão amigável. — Mas eu já tenho uma equipe.

— Sim, e seria uma pena perdê-la. — Billy se junta a nós, junto com seu irmão.

— E o Billy ficaria um saco sem ela por perto. — Tommy provoca o irmão, que faz um feitiço derrubar o garoto de cabelos prateados.

— Além do mais, vocês não tem uma equipe. — A voz de meu pai surge logo atrás de nós e somos todos pegos de surpresa. — Só por que deram sorte em uma missão, que a propósito não era de vocês, não quer dizer que tenham uma equipe.

— E nem vão ter, depois do que fizeram. — A mãe de Scarlett entra no meio, seno seguida pelo marido, pelo pai de Megan e Mason e por Carol. — Arriscaram a vida de vocês!

— Pai…— Olho para meu pai, que tem um olhar severo em seu rosto

— Sabe o que sua mãe teria feito comigo se você tivesse ficado preso no passado? Ou se machucado? — Toquei de leve meu abdômen, que ainda estava bem dolorido e que agora tinha uma pequena cicatriz, graças a lança de Luthor, enquanto papai me encarava. — E que ideia foi essa de vocês me desobedecer?

— Vocês podiam ter morrido! Isso não é uma brincadeira — A mãe de Scarlett continuava visivelmente irritada.

— Hey, relaxa mãe. — Scarlett pede, despreocupada como sempre. — Estamos vivos, não estamos? — Ela tenta descontrair. — Foi um golpe de sorte? Talvez. Mas conseguimos capturar Loki, Luhtor e Aaron.

A Viúva Negra não relaxou a expressão, e continuou a nos olhar como se fossemos crianças que tinham acabado de fazer uma enorme bagunça. Pois é, essa era a triste verdade. Éramos filhos de heróis, mas na primeira vez que realmente tentamos dar uma de heróis, o que eles sempre fazem, eles nos dão bronca.

— Além do mais, com essa viagem temporal, eu descobri várias coisas bem interessantes. — Scarlly continua sem tirar o sorriso do rosto.

— Como o que, Merida? — Meu pai indaga ironicamente. — Descobriu que sua mãe era estranha? Ou que seu pai… Bom, continua do jeito que era?

— Na verdade não. — Ela sorri do mesmo modo irônico que meu pai. — Descobri que posso fazer isso. — Scarlly abre a palma da mão, e lentamente vai criando uma forma de gelo. Todos arregalam os olhos e não acreditam no que estão vendo. — Sabe, mesmo Loki sendo um cretino, ele sabe como presentear uma pessoa. — Ela olha para os pais. — Só acho que alguém podia ter me contado sobre isso.

— Scarlett… — O pai de Scarlly faz menção de começar um longo discurso, mas logo é cortado pela filha.

— Eu sei, eu sei. — Ela faz um gesto com as mãos. — Rachel e Lorraine já me contaram tudo. Como podem ver, eu não estou pirada como o Loki e ainda por cima ganhei esse poder, que vamos ser sinceros, é extremamente maneiro.

— Você pode criar gelo agora? — Hazel se aproxima, extremamente fascinada. — Isso é tão...

— Legal não? - Minha namorada sorri vitoriosa. — Pois é, também achei legal isso. Só preciso pegar melhor o jeito da coisa.

— Acho que vamos ter que ter uma longa conversa. — A mãe de Scarlett suspira — E quem é Lorraine?

— Minha nova amiga. — A filha responde, puxando Lorraine para perto. — Lorraine, esta é minha adorável mãe. — A mãe de Scarlett, assim como meu pai e os outros, olham para Lorraine como se estivessem reconhecendo traços de alguém conhecido em seu rosto.

— Essa viagem trouxe bastante novidade não? — Miss Marvel, acompanhada de Aiden se juntam ao nosso pequeno grupo.

— É por que vocês ainda não ouviram maior novidade de todas. — Ele nos olha com um olhar malicioso. — Por que não contam? E você Mason, me deve vinte pratas.

Eu e Scarlett nos olhamos. Percebo que ela começa a ficar desconfortável, como sempre ficava ao ser alvo situações constrangedoras em público.

— O novo casal do ano. — Maggie o ajuda. Papai e os outros precisam de alguns segundos para entender o que ela quis dizer.

— Você e a Katniss? — Papai diz, começando a rir. — Sério?

— Stark, é melhor você mandar seu filho ficar longe da minha filha! — Por um segundo, achei que o pai de Scarlett iria atirar uma flecha em mim, porém, a única coisa que ele faz quando o choque passa é bufar, derrotado. — Isso só pode ser um pesadelo.

— Não vamos exagerar, Clint. — Natasha pede. — Eles sempre se deram bem.

— Agora estamos presos um no outro. — Papai comenta. — Pepper vai adorar a notícia.

— Que família feliz. — Carol debocha, fazendo meu pai rir mais e o pai de Scarlett ficar mais irritado. — Barton, você tem que admitir que eles formam um belo casal.

— Isso é constrangedor no passado, no presente e no futuro. — Scarlett comenta baixinho, vindo mais para perto de mim.

— Agora temos, realmente, muito o que conversar. — A mãe de Scarlett diz, tentando engolir todas as surpresas do dia.

— Que tal deixarmos a conversa pra depois? — O capitão América entra na sala. — Fury quer todos na sala dele, agora.

— Uma reunião? — Papai bufa. — Agora? O que o caolho quer?

— Ele não disse, só disse que queria todos lá.

— Conversamos depois. — A mãe de Scarlett disse para nós dois, e se vida para se juntar ao grupo que se dirigia a porta.

— Eles também foram chamados. — Steve olha para todos nós, que ficamos surpresos com o chamado.

— Nós? — Eu repito para ter certeza. Em 17 anos, nós nunca fomos chamados para uma reunião com Fury e os vingadores.

— Vamos receber medalhas por ter capturado Loki. — Scarlett ri, animada. — Com certeza.

— Fury nos querendo em uma reunião. — Maggie não consegue acreditar. — Isso é novidade.

— Não vão querer deixar ele esperando em sua primeira reunião oficial, vão? — Carol nos apressa.

— Ficamos honrados, mas não vamos poder comparecer. — Tommy começa. — Temos de estar em outro lugar agora.

— Tem certeza? — Tio Steve pergunta, e os gêmeos e Lorraine acenam com a cabeça.

— Eu também não vou. — Rachel se apressa em dizer. — Devem estar me esperando no instituto, e eu já sei sobre o que se trata. Já sabem minha resposta.

Steve concorda levemente com a cabeça.

— Mais alguém quer dizer alguma coisa? — Ele pergunta olhando para os lados. — Então, vamos.

Uma reunião oficial com Fury e os vingadores. Eu não sabia se aquilo ia ser muito bom ou muito ruim. Olho para Scarlly, que está com seu sorriso despreocupado e animado de sempre.

— Vamos? — Ela me pergunta com um sorriso. — Depois da reunião quero achar o peste do Kevin, e acabar com a raça dele.

Eu dou risada com a promessa de Scarlett e nós dois seguimos nossos pais e amigos para a sala de reuniões.



Notas finais do capítulo

Então é isso gente, espero que tenham gostado! Vou tentar ao máximo postar os dois últimos capitulos antes do ano acabar.

Não deixem de comentar, recomendar e etc. Leitores fantasmas, chegou a hora de aparecerem e de deixar sua marca aqui! *-*

Vou atualizar o Tumblr entre hoje e amanha, se eu conseguir. Entãoo, não deixem de conferir lá também.

Garrett Ward: http://s8.favim.com/orig/72/boy-cute-handsome-josh-hutcherson-Favim.com-671223.jpg

Hazel Fitz-Simmons: http://www4.pictures.zimbio.com/gi/Taissa+Farmiga+FOX+Star+Party+Arrivals+x7FlExN3AFvx.jpg

Bom, nos vemos logo no próximo capitulo e Feliz Natal a todos!! *-*