New Legends - Cavaleiros do Zodíaco escrita por Phoenix Matt Marques W MWU 27


Capítulo 90
Juntos Novamente


Notas iniciais do capítulo

Os cinco cavaleiros de Bronze voltam a se unir, fortalecidos pelas armaduras de Ouro, para enfrentarem Saga de Gêmeos. A força combinada dos cinco será suficiente para alcançar a glória da vitória?



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/264005/chapter/90

Do alto da torre de Jamiel, Kiki de Áries observava as estrelas se agitarem no céu. A batalha no Santuário se intensificava. Ele cogitara enviar sua Armadura de Áries para a pupila Isabella em meio àquele conflito, para o caso dela se envolver diretamente num combate contra algum dos Cavaleiros de Ouro antigos, talvez até mesmo comunicando-se mentalmente com seu revivido mestre Mú de Áries para auxilia-lo nessa tarefa. Mas Isabella, no fim das contas, não havia precisado se envolver diretamente no conflito.

Kiki sabia que não poderia se demorar muito ali, pois precisava continuar sua missão de recrutamento de novos e antigos cavaleiros para engrossar as fileiras do Santuário. Havia também relatos da aparição de Marcianos e outros guerreiros enfrentados pelos cavaleiros no passado que precisavam ser detidos. Mesmo assim, ele dirigiu uma rápida prece silenciosa para os Cavaleiros de Bronze naquele momento de dificuldade, antes de prosseguir com sua missão.

...

...

...

...

Dohko de Libra contemplava, fascinado, a movimentação dos cosmos dos Cavaleiros que direcionavam suas preces para os Cavaleiros de Bronze ante à batalha contra Saga de Gêmeos.

Shiryu, Hyoga, Koji, Javier e Kanon haviam enviado suas armaduras em auxílio dos jovens cavaleiros. Além disso, Kiki, Liège, Josafá, Milo, Mú, e o próprio Dohko direcionavam seus pensamentos para eles. Os cosmos dos cavaleiros derrotados, Camus, Máscara da Morte, Shura e Afrodite, bem como do recuperado Aldebaran, agora livre da influência de Hades, também estavam voltados para os Cavaleiros de Bronze em forma de apoio.

Aquela guerra estava sendo diferente de tudo o que Dohko já havia visto em vida - mas pelo menos ele podia ver que os Cavaleiros de Bronze não estavam abandonados à própria sorte. Aqueles meninos ainda tinham muita chama em suas vidas, e seus cosmos estavam longe de se esgotar. Dohko ouviu a prece direcionada por Kiki, e começou a replicá-la, fortalecendo o pedido do Cavaleiro de Áries, bem como dos demais que direcionavam seus pensamentos em auxílio aos Cavaleiros de Bronze na iminência daquela batalha fulminante e decisiva.

...

...

...

...

Shion observou Matt, a poucos metros dele, se erguer enquanto a Armadura de Aquário voltava a cobri-lo; na Casa de Câncer, a Armadura de Capricórnio cobriu um Gustavo já meio recuperado; na Casa de Peixes, Rina, com a Armadura de Escorpião, já havia se erguido e rumava a passos firmes para Gêmeos, onde os irmãos Thiago e Betinho se viram cobertos pelas armaduras de Libra e de Gêmeos, respectivamente (a armadura que Saga estava usando era uma Surplice, também chamada de Sapuris ou Sobrepeliz, armadura das tropas de Hades que havia sido criada exclusivamente para Saga e que se assemelhava à verdadeira Armadura de Gêmeos. Os outros cavaleiros de Ouro e de Prata que haviam voltado à vida como servos de Hades também usavam Surplices à imagem e semelhança de suas antigas armaduras).

Saga olhou espantado para os garotos à sua frente, meio estupefato ao ver Betinho utilizando sua armadura de Ouro. A armadura de Gêmeos escolhera Betinho por ele ser o sucessor de Seiya e por Seiya ter derrotado a face maligna de Saga no passado. Em pouco tempo, os outros três chegaram e postaram-se em frente ao Cavaleiro de Gêmeos.

— Já chega Saga – disse Thiago após um longo silêncio. – Vamos dar um basta nesta luta sem sentido.

Saga encarou os cinco, como se procurasse um que estivesse com receio, mas todos estavam firmes e decididos como nunca.

— Cinco contra um, Saga – lembrou Rina. – Acho que você não tem chance.

Então Saga soltou uma gargalhada terrível e avaliou os cinco novamente.

— Podem estar usando Armaduras de Ouro emprestadas, mas isso não os torna comparáveis a mim – declarou ele. – Um Cavaleiro de Ouro possui poderes que vocês só conseguem imaginar...

— Já vencemos alguns Cavaleiros de Ouro antes – retrucou Matt. – É impossível que não tenhamos conhecimento do poder deles...

— Ainda mais quando fomos treinados por alguns deles – completou Gustavo.

— Chega – disse Saga, ficando novamente irritado. – Vou testá-los... Podem vir! EXPLOSÃO GALÁCTICA!!

CÓLERA DOS CEM DRAGÕES!! – retrucou Thiago; seu golpe e o de Saga se chocaram e explodiram, mas nenhum dos dois pareceu abalado.

Saga berrou novamente:

EXPLOSÃO GALÁCTICA!!

TROVÃO ATÔMICO!! – berrou Betinho em resposta. Era a primeira vez que conseguia se utilizar daquele golpe, que havia assimilado de Seiya durante a batalha na Casa de Sagitário. Porém, qual não foi a sua felicidade ao ver que seu golpe superou o de Saga e conseguiu derrubar o Cavaleiro de Ouro!

Saga, ao se levantar, pareceu aturdido, mas não abatido.

EXPLOSÃO GALÁCTICA!!!

PÓ DE DIAMANTE!! – disse Matt.

EXCALIBUR!! – disse Gustavo.

AGULHA ESCARLATE!! – disse Rina.

Os três golpes bateram com a Explosão Galáctica, que se desfez em outra explosão; o impacto triplo fez Saga ser arremessado longe mais uma vez.

Por um instante, os cinco jovens miraram Saga caído no chão e sorriram satisfeitos, uns com os outros; então Saga se ergueu repentinamente – havia ódio espalhado por seus olhos – e começou a berrar feito louco.

EXPLOSÃO GALÁCTICA!! Morram seus vermes!! MORRAM!! EXPLOSÃO GALÁCTICA!! EXPLOSÃO GALÁCTICA!!!

O golpe de Saga estava mais poderoso e fulminante; os cavaleiros de Bronze se juntaram e procuraram se afastar o mais rapidamente do inimigo; a Casa de Gêmeos tremia do teto ao chão – parecia certo que a estrutura iria ruir, com o impacto de três Explosões Galácticas sendo lançadas simultaneamente...

Então, tão rápido quanto começaram, as explosões cessaram; Saga olhou para os lados, confuso e furioso, e os cinco jovens também procuravam entender o que havia acontecido.

— QUÊ!! Quem fez isso... QUEM?? – urrou Saga.

Surgiu, então, um vulto advindo do longo túnel atrás de Saga. Era mais ou menos da mesma altura que o cavaleiro de Gêmeos, utilizando uma armadura que, pelo aspecto, devia ser de Bronze. Tinha cabelos castanhos, uma barba mediana e um longo sorriso indefinido estampado no rosto. Era um homem alto, ainda jovem, de pele clara e olhos castanhos claros. Fitava Saga com um olhar místico e profundo. Ele trajava um manto marrom - era o mesmo homem que havia falado com o mestre Shion na Sala do Mestre momentos antes.

— Olá, Senhor Saga – disse o estranho recém-chegado, que nesse momento se desfez do manto marrom, atirando-o no chão. – Sou o cavaleiro de Bronze Leandro de Escultor, seu novo desafiante.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

Revisão concluída em 30.05.2020



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "New Legends - Cavaleiros do Zodíaco" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.