Comentários em New Legends

archer shiro

02/09/2012 às 20:35 • A chegada dos cavaleiros
O que acha que precisa ser melhorado?
nada a dizer

O que mais gostou no capítulo?
como na outra,eles serem brasileiros

você é um leitor que tem todo o direito de pedir que comente suas fics,sem falar que é o meu dever comentalas,basta pedir


Resposta do Autor [Matt Wagner 27]: Obrigado


Eleus

31/01/2014 às 01:44 • A chegada dos cavaleiros
Achei super legal o jeito que você escreve! Parece muito com Kurumada!
Gostei do jeito que descreves tudo. Nem havia pensado nisso. Como baseei fisicamente meu personagens em fanarts que achava pela net nem me preocupei com isso. Já vi que vou ter que postar essas imagens depois!
Já vi que vou acompanhar até o fim! Parabéns!


Resposta do Autor [Matt Wagner 27]: Muito obrigado pelo apoio meu jovem. Depois passo na sua história.


Laura_Delacour

20/01/2015 às 11:27 • A chegada dos cavaleiros
Acompanhando,otima fic serio


Resposta do Autor [Matt Wagner 27]: Obrigado!


Tecnoartemago

29/12/2015 às 09:59 • A chegada dos cavaleiros
Muito legal o primeiro capitulo da sua fanfic Matt Wagner 27 . Poxa . E não é que o "velhote" se deu bem ? Justo o Tatsumi se tornou o CEO da Fundação Graad ? Que mudança imensa . Quem se recorda de Saint Seiya a série clássica se lembra que ele era o alivio cômico da serie . Morri de rir com ele todo desconfortável por não saber falar português pois a maioria dos novos Cavaleiros de Bronze eram Brasileiros e ele temia não saber se expressar corretamente para eles . Mas mudando um pouco de assunto fiquei nitidamente surpreso de você ter usado Brasileiros como discípulos dos novos Cavaleiros de Ouro e Prata e de ter feito do Brasil uma potencia emergente na sua fanfic . Isso é muito legal e agora eu estou curioso para ver quem serão os novos Cavaleiros de Pégaso , Cisne , Dragão , Andrômeda e Fênix . Achei Isabella muito simpática ( e ela deve ser mesmo para conviver todos os dias com Tatsumi =P ... ) . Enfim ótimo começo que venham os próximos capítulos .


Resposta do Autor [Matt Wagner 27]: Eu senti falta de ver a Fundação Graad ser utilizada em SS Omega e achei que o Tatsumi poderia ser melhor aproveitado. Quanto ao fato de serem todos brasileiros esses novos cavaleiros, coloquei isso porque há muitas fãs de Saint Seiya no Brasil e acreditei que eles se sentiriam mais representados dessa forma, com os protagonistas sendo brasileiros, visto que no clássico só Aldebaran de Touro era brasileiro. Mas como os cavaleiros de bronze foram embora do Brasil muito cedo e ficaram muitos anos em seus locais de treinamento, eles ganharam aspectos dos países em que viveram, e até mesmo seus sotaques ficaram com traços desses países. Seu comentário veio mais cedo do que eu esperava. rs


Sensei Oji Mestre Nyah Fanfic

31/03/2019 às 17:46 • A chegada dos cavaleiros
Em que época passa essa história? Ela aborda o que se passa no Ômega?
 
Olá. Iniciando a troca de leitura. E não vai ser um comentário muito grande, porque o capítulo não é tão grande.
Cara, só podia ser a sua ideia de colocar 10 pessoas aptas para serem cavaleiros as do Brasil. O Br tá com nada, apenas na ua fanfic que tá com tudo. Gostei um pouco disso. Prefiro o meu protagonista que é grego, mas br é legal também. É nesse meio que aparece o tal Rudolf? Será? E o Tatsumi é o mesmo de sempre. Envelheceu e continua rabugento, só faltou a dublagem brasileira. 
 
Aqui basicamente é o prólogo. Pouquíssima coisa aconteceu. Só pelo amor de God, não faça desses brasileiros fãs de funk. Por favor! Nada de piadinhas brasileiras tipo Hermes e Renato. Nunca te pedi nada. 


Resposta do Autor [Matt Wagner 27]: Olá. Bem vamos às explicações. O Omega inicialmente não era considerado nesta narrativa, porque comecei a escreve-la antes do lançamento do Omega. Mas depois acabei incorporando os aspectos do Omega aqui. O Omega e seus eventos aconteceram nesta storyline, porém com algumas mudanças e retcons. No básico, será como se o Omega tivesse ocorrido entre 12 e 13 anos antes de seu lançamento original e, consequentemente, também 12 e 13 anos antes dos eventos da NL.
NL tem início no ano de 2012. Por isso fiz o retcon no Omega, que foi lançado na mesma época. Nessas primeiras sagas, deixei a questão de datas (dias, meses e mesmo o ano) um tanto vagos. Só posteriormente é que os personagens irão falar abertamente do ano em que se encontram.
Originalmente os cavaleiros não iam ser todos brasileiros. Isso foi feito após uma daquelas reescritas que te falei. Haverá espaço para muitos cavaleiros brasileiros e, também, latino-americanos de outros locais ao longo da fanfic.
O Tatsumi a meu ver sempre será desse jeito, rs. E pode imagina-lo com a dublagem brasileira mesmo. Eu faço isso o tempo todo.
O Rudolf ainda não aparece nesse momento da história. Só bem mais pra frente.
Nenhum deles é fã de funk. Na verdade, eles foram para seus locais de treinamento muito cedo. Então, é provável que tenham consumido muito pouco da cultura "popular" brasileira. kkkkk
Posso confessar que nunca assisti Hermes e Renato? kkkkkkkk


archer shiro

02/09/2012 às 20:43 • As entrevistas: conhecendo os novos cavaleiros de bronze
O que acha que precisa ser melhorado?
gostavo mostra que deve respeitar o orgulho das amazonas

O que mais gostou no capítulo?
rina ela é minha personagem favorita da sua fic

cada cavaleiro(e a amazona) na sua fic tem alguem que adimiram,tentar dar a eles um poder baseado nisso pode ser interesante


Resposta do Autor [Matt Wagner 27]: Seria uma ótima sugestão


Eleus

31/01/2014 às 02:09 • As entrevistas: conhecendo os novos cavaleiros de bronze
Puts! Muito bom! Adorei a Rina. Todo esse mistério dela é muito legal. O cavaleiro de fenix é do jeito que imaginei. Muito massa contar a história do Ikki. O de cisne é fisicamente muito parecidoao que criei no Saint Seiya online kkk. Gostei muito!


Resposta do Autor [Matt Wagner 27]: Valeu cara, adorei criar os personagens e espero que vc goste deles também, obrigado pelo apoio. Por favor não vire um leitor fantasma. kkkk :D


Laura_Delacour

20/01/2015 às 11:28 • As entrevistas: conhecendo os novos cavaleiros de bronze
Cada vez mais fiquei curiosa


Resposta do Autor [Matt Wagner 27]: Obrigado por acompanhar!


Tecnoartemago

29/12/2015 às 10:53 • As entrevistas: conhecendo os novos cavaleiros de bronze
E eis que os novos Cavaleiros de Bronze surgem . Poxa Matt Wagner 27 você podia ter ao menos tentado variar um pouco o local de origem dos novos Cavaleiros de Bronze de Pégaso , Fênix , Cisne , Dragão e Andrômeda tipo um viria de São Paulo , outro de Minas Gerais , outro de Rio de Janeiro outro do Amazonas outro de Rio Grande do Sul e tal . Mas mesmo assim gostei muito do fato de todos eles terem a mesma origem . Sobre os Cavaleiros gostei de todos sem exceção e adorei a maneira como você deu uma personalidade muito própria e carismática para todos eles . Fico imaginando se as cicatrizes que Matt recebeu foram dadas a ele no Treinamento com Ikki porque a despeito de ele não ser nem de longe um "monstro" igual o "Cavaleiro do Diabo" ele também não é nenhum doce de pesso e da maneira como eu imagino ele daria um treinamento dos mais brutos ao seu aluno do mesmo modo que Piccolo Daimao deu para Gohan em Dragon Ball Z na Saga dos Saiyajins . Fiquei curioso sobre este Cavaleiro de Prata da Constelação da Coroa Boreal espero vê-lo mais para frente na fanfic . E Ahá eis que haverá uma nova "Guerra Galáctica" . Estou curioso para ver as lutas . Enfim ótimo capitulo aguardo mais .


Resposta do Autor [Matt Wagner 27]: Sobre os cavaleiros de Bronze, devo admitir para vc que na versão original desta fanfic cada um vinha de uma parte diferente do Brasil. O Matt vinha do Rio de Janeiro, o Thiago e o Betinho eram os únicos do Rio Grande do Norte, o Gustavo era de São Paulo e a Rina era de Pernambuco. Mas mudei isso porque eles cinco são baseados em meus melhores amigos da infância e em mim mesmo , tanto que tem os mesmos nomes deles (Thiago, Gustavo, Betinho e Rina). Por isso resolvi colocar todos eles como sendo nascidos em Natal, em homenagem a eles. Alguns deles já inclusive leram trechos da fanfic e gostaram da caracterização dos personagens.
Sobre as cicatrizes do Matt, voce perceberá isso mais tarde na fanfic, mas a principal razão por trás dessas cicatrizes, além do treinamento imposto por Ikki, foram as inúmeras batalhas que Matt teve contra os Cavaleiros Negros quando esteve treinando e vivendo no Havaí com seu mestre. Como a Ilha da Rainha da Morte foi destruída, os Cavaleiros Negros migraram para o arquipélago do Havaí por ser a região mais desenvolvida das ilhas do Pacífico. E assim entraram em atrito com Ikki e seu aprendiz várias vezes, muitos deles ainda tem ódio e desejo de vingança para com Ikki.
O cavaleiro de Coroa Boreal é o pai de Betinho e Thiago, foi também o primeiro mestre deles. Ele terá ainda algumas aparições importantes no decorrer da série, servindo principalmente para orientar os Cavaleiros de Bronze.
Esse é o começo do arco da Guerra Galática como eu havia te avisado nas mensagens.
Quaisquer perguntas que surjam me mande pela mensagem. Acho que vamos precisar abrir uma nova mensagem porque aquela ficou muito grande.


Sensei Oji Mestre Nyah Fanfic

31/03/2019 às 18:32 • As entrevistas: conhecendo os novos cavaleiros de bronze
Las putchas que vos parió!!!! Betinho Mendes como Pégaso. Cagaram no nome T.T do cara mais importante da nova geração. A armadura que pertenceu ao saudoso Tenma e ao herói Seiya. O cara devia se chamar Ronald e apelidade de Ron de Pégaso. Betinho é a cara de cantor de axé em em cima de um trio elétrico. E eu sabia que ele seria do RN.
 
Hummm escolheu um Matt frio e calculista. Eu me pergunto por quê. Mas é assim, nós autores quando colocamos o nome do personagem com o nosso nome, o sujeito tende a ser foda. Você não fugiu muito desse padrão. Eu faço isso em digimon com o Paulo. No livro que escrevi eu fiz a referência do meu aniversário. Ou seja, quando o personagem possui alguma referência nossa, tende a ser um cara foda (repeti essa parte, eu acho).
 
 
Temos ainda um baitolinha metrossexual, um cara meio nerd que faz muitas perguntas e uma guria que teve uma importância reduzida, exceto a explicação das mudanças no santuário. Agora o que me chamou a atenção mesmo foi que todos vivem em Natal no Rio Grande do Norte. Isso nem o Stephen Hawking conseguiria decifrar a probabilidade de 5 pessoas serem os 5 principais cavaleiros de bronze ..
 
Foi um bom começo. Dá pra ler enquanto caga.


Resposta do Autor [Matt Wagner 27]: Quanto a isso eu já não teria tanta certeza - sobre Betinho ser o mais importante dessa nova geração. Na verdade, o começo dele é bastante irregular.
O Matt é assim no começo. Mas no decorrer da história ele vai se abrir mais.
Pelo você captou muito bem a essência metrossexual no Thiago. Pelo menos isso eu consegui passar direito. haha
Captou também o aspecto nerd no Gustavo. A Rina realmente não teve muito o que mostrar neste capítulo - ficará para os seguintes.
Nenhum deles vive em Natal ou voltou a viver lá depois de serem órfãos. (Betinho e Thiago ainda têm o pai deles, mas isso é outra história). Mas sim, todos compartilham o local de origem. Apesar de terem crescido cada um em um país diferente desde a infância. Inclusive, nesse momento da história eles se identificam mais com os países onde tiveram seus treinamentos do que propriamente com a própria cidade onde nasceram.


archer shiro

02/09/2012 às 20:57 • Rina conhece Isabella
O que acha que precisa ser melhorado?
nada para esse comentario

O que mais gostou no capítulo?
rina ganhando uma amiga

algo importante para lembrar é o fato de que o shun não gostava de lutar,difente de rina que eu sei que não perderia a oportunidade de socar algem que esta enfrentando,lembre disso no momentos de lutas ela não vai hesitar em bater


Resposta do Autor [Matt Wagner 27]: Só posso concordar com sua opinião.


Eleus

09/02/2014 às 12:39 • Rina conhece Isabella
Gostei :D


Resposta do Autor [Matt Wagner 27]: Obrigado jovem.


aeslandboy

27/12/2015 às 06:40 • Rina conhece Isabella
O que acha que precisa ser melhorado?
N forçar a barra nas referencias

O que mais gostou no capítulo?
Finalmente amazonas dando suas caras de verdade na história

O tal evento parece interessante, e esse segredo sendo guardado tão firmemente gera grandes expectativas.


Resposta do Autor [Matt Wagner 27]: Obrigado pela análise jovem. O que quis dizer com as referências?


Tecnoartemago

29/12/2015 às 12:06 • Rina conhece Isabella
Muito interessante este capitulo . Isabella realmente me pareceu uma pessoa muito atenciosa na conversa que ela teve com Rina . Fiquei curioso quando ela disse que teve um treinamento todo próprio para si e que Rina não gostaria de enfrenta-la em batalha . E é verdade . O Cavaleiro mais panaca do Santuário venceria Tatsumi em combate mas eu fico imaginando Shun que na série de Saint Seiya inteira foi o Cavaleiro que mais apanhou dos adversários elevado a condição de " megafodonico " e querendo ser imitado por outros jovens . Uma coisa que eu definitivamente gostei sobre Rina era que ela era a primeira Amazona que fazia jus ao nome pois Andrômeda na mitologia era uma personagem feminina então eu nunca entendi o motivo dela ser uma Armadura destinada a ser usada por homens . Enfim ótimo capitulo aguardo mais .


Resposta do Autor [Matt Wagner 27]: Como eu decidi abolir o uso das máscaras para as amazonas, agora elas tem direito a usar qualquer uma das armaduras, não somente aquelas que eram "destinadas" a elas desde a era mitológica. Fiz isso principalmente por causa das protagonistas, como Rina e Isabella, que vc teve a oportunidade de conhecer melhor neste capítulo. A razão para o fim do uso das máscaras é que Atena reconheceu o esforço das amazonas nos últimos tempos nas guerras recentes, particularmente Marin e Shaina no clássico, Yuna de Águia no Omega, e as protagonistas do novo mangá Saintia Sho que conta as missões de um grupo de amazonas denominadas de "saintias" que já não usavam máscara.
Isabella também é uma amazona, sua constelação e armadura serão reveladas mais à frente... Ela também teve um ótimo mestre, o que justifica o treinamento dela ter sido bem intenso.
Shun realmente conquistou um status enorme depois de suas aventuras quando jovem, por isso o número intenso de aspirantes na Ilha de Andrômeda querendo conquistar a armadura que um dia foi dele. Detalhe, a maioria era de garotos, Rina era praticamente a única garota.
Shun segundo alguns dizem foi o primeiro a usar a Armadura de Andrômeda. Seguindo essa lógica Rina é a segunda pessoa a usar a armadura e evidentemente a primeira mulher. Fiz isso também para relacionar com a própria mitologia já que Andrômeda era a princesa herdeira do trono da Etiópia (que é inclusive o país onde se localiza a Ilha de Andrômeda em Saint Seiya) e seria interessante ver uma garota lutando com esta armadura e honrando o nome da princesa. Mais à frente eu vou abordar melhor o passado dos Cavaleiros de Bronze, e lá você verá, na parte que compete à Rina, como se dá essa relação e identificação dela com a própria Andrômeda. Alguns leitores já vieram me sugerir que Rina seria a própria encarnação da Andrômeda, vê se pode...!
A outra grande mudança em relação ao Shun, além de divergir no comportamento e na personalidade, é que a Rina não possui parentesco com o Cavaleiro de Fênix atual.
Agradeço muitíssimo por sua recomendação. Espero que a fanfic continue do seu agrado com o decorrer da história.


Sensei Oji Mestre Nyah Fanfic

01/04/2019 às 00:08 • Rina conhece Isabella
Bom, nesta segunda parte das entrevistas estamos conhecendo a ralé. Até porque os 5 principais já foram apresentados com detalhes, portanto aqui deu só um resuminho, uma pincelada para os pobres coitados não serem esquecidos. Gostei da parte que diz que os antigos cavaleiros de bronze se tornaram de prata.
Só um protesto antifeminista que sou. Rina devia ter dormido com a galera. Tem esse negócio de quarto separado não. Não queria ficar sem máscara, guria? Pois fique ca turma dos garotos. Unissex. Ba dum tssssss. (Brincadeira [exceto a parte antif], deixa ela quietinha lá. Vai que alguém taca a lenha nela @_@) Achei engraçado o Cícero só pelo nome. Imaginei ele com armadura do sacerdote.
 
 ¯_(ツ)_/¯ 


 
Nooooossa véio. Botou ali um Cheias de Charme no meio. Acho que foi nessa época que a novela explodiu. Aposto que até assistiu. Minha mãe assistia a isso vorazmente. Meu pai de vez quando. Só eu acho essa novela superestimada. Um monte de baboseira. Só via quando alguém via e na sala de casa via mexendo no notebook. Novela besta do krl.
 
Opa. Interação vulviana. Adorei. As duas ali sozinhas. Quase rola um  orange. Sei não Isabellita. Essas simpáticas são sonsas, mas não vou dizer nada pra não pagar vergonha.
E é isto.


Resposta do Autor [Matt Wagner 27]: A primeira vez que mostrei essa cena das duas garotas conversando a um amigo, ele também achou que ia rolar um orange. Ja me conformei que as entrelinhas ficaram intensas demais. kkkkkk
Cheias de Charme tava em alta mesmo, mas você não é o primeiro a "repudiar" a referência. Vou ter que pegar leve nos próximos capítulos.
Achei necessário promover a geração "B" dos cavaleiros de Bronze do passado para cavaleiros de Prata, visto que , em Ômega, eles atuaram como meros instrutores e cavaleiros de Aço "honorários" (exceto Ichi de Hidra), até pra dar um bom destino a eles, mais do que serem apenas os treinadores da "geração B atual" dos cavaleiros de Bronze. Sem falar que boa parte deles estava vendo suas antigas armaduras, na época, serem utilizadas por cavaleiros mais jovens - vide o Souma de Leão Menor e o Haruto de Lobo.
Como eu disse antes, os nomes dos cavaleiros são inspirados, em sua maioria, em pessoas do meu círculo de amizades. O Cícero era um deles. E de sacerdote ele não tinha nada. Mas entendo a associação, devido ao nome. huehue
Sobre a Rina... realmente nesse momento da história ela jamais aceitaria ficar no mesmo quarto que os meninos. Só um pouco mais à frente é que ela passa a ficar mais a vontade na presença deles. E coitado de quem tentasse "tacar a lenha" nela. A corrente de Andrômeda dela é bem mais afiada do que a de seus predecessores. huehue
Acho que, no máximo, ela aceitaria dormir no mesmo quarto que a Isabella, especialmente agora que as duas já se conhecem. E pelo menos estaria na companhia de outra amazona.