New Legends - Cavaleiros do Zodíaco escrita por Phoenix Matt Marques W MWU 27


Capítulo 84
Batalha Fulminante na Casa de Aquário


Notas iniciais do capítulo

Na versão original desta fanfic, este capítulo foi listado como o capítulo 63.

No primeiro embate "pra valer" contra um Cavaleiro de Ouro, o cavaleiro de Fênix precisa novamente fazer uso do seu domínio sobre as técnicas de gelo, habilidade que ele já havia demonstrado anteriormente com destreza.

Os demais cavaleiros de Bronze também precisarão fazer uso de uma nova leva de golpes e habilidades para poderem superar os Cavaleiros de Ouro clássicos, que agora servem a Hades.


Os eventos deste capítulo e dos três seguintes ocorrem simultaneamente.



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/264005/chapter/84

Saori suspendeu a presença do cosmo de Atena nas 12 Casas, permitindo que Isabella usasse o Teletransporte que havia aprendido com Kiki para levar os cavaleiros de Bronze entre as 12 Casas rapidamente. Ao mesmo tempo, Shion solicitou que a guarda das fronteiras do Santuário fosse intensificada, para que não ocorressem invasões repentinas durante as batalhas nas 12 Casas; o Grande Mestre temia que Hades pudesse enviar um destacamento de tropas para enfraquecer ainda mais a estrutura do Santuário. Os outros cavaleiros de Bronze e de Aço foram logo acionados para desempenhar aquela função. Deixando-os um por um nas Casas pelas quais haviam ficado responsáveis, o último que Isabella foi deixar foi Matt.

— Boa sorte – disse ela, sorrindo.

— Não se preocupe – disse Matt. – Vai dar tudo certo.

E Matt correu para dentro da escuridão da Casa de Aquário. Isabella, então, voltou para junto de Saori e Shion, para dizer que já havia deixado todos os Cavaleiros de Bronze nas Casas.

Instantes depois, aqueles que estavam no Templo de Atena sentiram dois cosmos se chocarem rapidamente e desaparecerem, na Casa de Aquário.

— Há algo errado – disse Saori. – Vá até lá, Isabella.

Isabella teletransportou-se para a casa. Ainda estava escura e desolada. Entrou, procurando algum sinal de Matt, mas não havia sinais de luta. Então...

Um jato de ar frio envolveu-a; em seguida, ela ouviu um grito de fúria seguido de um golpe gelado. Isabella caiu e ergueu os olhos para seu atacante.

Era Matt. Isabella ficou horrorizada.

— Matt... Por quê... – gemeu ela.

— Aqueles que forem contra o Imperador Hades devem morrer! – disse Matt, com uma voz grave e rouca. Então, Isabella viu que ele não estava mais com a Armadura de Fênix, que jazia destruída num canto. Em seu lugar, a Armadura de Aquário protegia o corpo de Matt. Os olhos dele estavam vidrados e completamente brancos.

Isabella sabia que havia algo errado. Só sentia o cosmo de Matt ali, e não estava achando explicação para aquela mudança de comportamento nele. Então, ela pareceu ver outro cosmo, negro e caído, confundindo-se com o de Matt. Isabella, então, se levantou e encarou o cavaleiro de Fênix.

— Nunca pensei que teria que te machucar – disse ela. – Mas você está me obrigando. Sei que há alguém te controlando – ao dizer isso, ela viu Matt se espantar levemente. – Essa pessoa sairá de dentro de você agora... REVOLUÇÃO ESTELAR!!

A explosão de estrelas envolveu Matt e jogou-o no chão; ao mesmo tempo, revelou outro cavaleiro, um dos que haviam lutado no Templo de Atena poucas horas atrás – Camus de Aquário.

— Então era você que estava controlando Matt! – disse Isabella, furiosa.

— Ora, é claro... quando seu amigo entrou na Casa de Aquário, eu me escondi e penetrei na sua mente graças ao poder de Hades – disse Camus. – Dei um jeito na armadura dele e pus a minha no lugar.

— Saiba, Camus... – disse Matt, com sua voz normal – aquele que mexe com minha mente sem minha permissão e me faz bater em meus amigos... Só pode morrer!

— HAM! Vamos ver do que você é capaz sem a minha influência, Fênix! – desafiou Camus. – PÓ DE DIAMANTE!!

O golpe de Camus foi semelhante ao golpe que Matt deu em Isabella. Porém, Matt segurou o golpe sem dificuldade.

— O quê?? – disse Camus, surpreso; mas Matt berrou:

AVE FÊNIX!!

Desta vez foi Camus quem segurou o golpe.

— Há, é muito ingênuo se pensa que um golpe básico de um Cavaleiro de Bronze pode me ferir...

— Se é assim... Você que pediu...! – falou Matt. – PÓ DE DIAMANTE!!

BUM!! O golpe de gelo de Matt levantou Camus no ar e jogou-o contra o teto da Casa de Aquário.

— Mas como?? – disse Camus, novamente surpreso, ao cair ao chão.

— Sua armadura de Aquário está sendo útil para mim, Camus – disse Matt. – Ela está me dando mais força! Eu conheço bem as suas técnicas de gelo!

— Só porque está usando uma armadura de Ouro, não quer dizer que seja capaz de me vencer – disse Camus. – Tome isso! ESQUIFE DE GELO!!

O gelo começou a subir as pernas de Matt, e foi cobrindo-o mais e mais.

— Há, o Esquife de Gelo irá lhe encerrar, Cavaleiro de Fênix! – bradou Camus. Isabella assistia à luta, horrorizada, sem se mexer.

Então, o Esquife de Gelo partiu-se em pedacinhos quando estava prestes a cobrir a cabeça de Matt; este olhou para Camus e disse:

— Ainda não perdi o meu fogo de Cavaleiro de Fênix! Eu combinarei o fogo e o gelo e irei te derrotar, Camus! Seu Esquife de Gelo foi facilmente derretido...

Camus não conseguia acreditar no que via. Como um cavaleiro de Bronze que dominava o fogo podia ter tanta facilidade para dominar o gelo?

Matt, orgulhosamente, sorriu e se recordou da luta contra Fernanda, quando havia revelado que também conseguia manipular o gelo. Então disse:

— Saiba Camus! Uma vez, enfrentei uma guerreira que utilizava o fogo, como eu, e me vi sem saída se usasse só o fogo. Então, lembrei-me do meu signo, que é justamente o de Aquário, e de sua influência sobre o ar frio. Usei o Pó de Diamante e a derrotei!

Então, Isabella sorriu. Ela sabia que se tratava da batalha dele contra Fernanda; ele próprio havia dito aos amigos como havia superado a adversária naquela oportunidade. Matt estava novamente no controle da situação. Camus, porém, estava cheio de ódio.

— Mesmo que domine fogo e gelo ao mesmo tempo – declarou ele -, não será capaz de me vencer.

Camus juntou as mãos e apontou-as para Matt. Porém, o cavaleiro de Bronze imitou-o. Camus se mostrou surpreso, mas não parou.

EXECUÇÃO AURORA!! – berrou Camus.

EXECUÇÃO AURORA!! – berrou Matt.

Os dois golpes se chocaram com fúria na Casa de Aquário; a temperatura baixou rapidamente – Isabella se segurou para não cair, pois o ar estava mais forte. O elmo de Matt caiu, e os restos da armadura de Fênix voaram para longe...

...

...

...

...

            Enquanto isso, Thiago de Cisne perambulava pela escuridão da Casa de Gêmeos. Corria para tentar encontrar um local da Casa que não parecesse tão sombrio nem igual aos trechos pelos quais já havia percorrido. Estava ciente de que era a mágica do Labirinto de Gêmeos em funcionamento que o estava confundindo e o fazendo andar em círculos, mas preferia correr e tentar sorte do que ficar parado esperando por algo; o nervosismo e a tensão já lhe estavam desconcentrando.

            Até que, repentinamente, atingiu algo sólido, e caiu para trás. Quando conseguiu se levantar, tocou o ar a sua frente e notou que parecia haver uma barreira invisível diante dele.

            Sorrateiramente, Saga de Gêmeos surgiu do outro lado da barreira.

— Enfrente-me como homem – desafiou Thiago. – Remova essa barreira! Ou eu...

— Por mais que eu tenha uma imensa curiosidade em saber que tipo de ameaça um mero Cavaleiro de Bronze poderia fazer contra mim, ambos sabemos que você não pode fazer nada contra minha barreira – interpelou Saga. – Tem sido divertido, Cisne, fazê-lo correr às cegas pela minha Casa. Mas agora... Tenho outros planos para você.

            Saga agitou a mão. O ar se condensou em torno de Thiago, e ele se sentiu sendo sugado por um turbilhão.

...

...

...

...

            Na Casa de Aquário, a batalha prosseguia, com as duas Execuções Aurora em choque. Por meio de uma brecha dimensional, Saga de Gêmeos conseguia visualizar a batalha em curso. O geminiano percebeu que a rajada misturada de gelo e fogo de Matt estava prestes a superar a rajada de Camus – o esforço do garoto em tocar o Sétimo Sentido somado à energia emprestada da Armadura de Aquário estava gerando uma combinação poderosa, e Saga imaginava que o aquariano não conseguiria aguentar aquilo por mais tempo.

            Era hora de seguir as instruções que a voz de Hades em sua mente lhe havia deixado. Saga agitou a mão; a brecha dimensional aumentou, de modo que agora ele estava ao alcance de visão das pessoas que estavam na Casa de Aquário.

            Em seguida, agitou a mão novamente, e causou uma explosão no ponto onde as duas Execuções Aurora se chocavam; a explosão fez as duas rajadas cessarem e lançou os três cavaleiros presentes na décima primeira Casa para longe: Matt e Isabella foram de encontro às colunas do templo, enquanto Camus foi atirado com força no solo, deslizando no solo congelado.

            O antigo cavaleiro de Aquário olhou aturdido para o alto, encontrando o olhar de Saga pela brecha dimensional.

— Saga!! O que significa...

— Você agora me deve essa, Camus. O garoto ia acabar com você. Tente executar o trabalho de forma devida dessa vez, com o novo ratinho que irei te mandar. Lembre-se que o mestre Hades está sempre de olho...

— Quê?? Novo rat... – disse Isabella, que se levantou primeiro e tentou ir ao encontro de Matt para auxiliá-lo, mas Saga agitou a mão novamente e fez ventos fortes soprarem pela Casa, impedindo a amazona de se mover. Matt foi erguido do chão, já tendo se recuperado do choque causado pela explosão. O garoto olhava confuso para a cena a sua volta, vendo Camus atirado ao chão, mas ainda vivo; Isabella imobilizada pelos ventos; e Saga observando a todos do alto, pela brecha, com um sorriso astuto.

            Saga agitou a mão mais uma vez, e uma nova figura surgiu no local: Thiago, envolvido pelos ventos, suspenso no ar e parecendo estar se debatendo para tentar se libertar daquela imobilização. Sua armadura estava em frangalhos.

            Matt e Isabella olhavam confusos para o amigo, surpresos com sua aparição repentina, enquanto Camus se arrastava para perto de uma das colunas, tentando se erguer – o vento também estava atrasando seus movimentos, fosse por negligência de Saga, fosse por uma atitude proposital do cavaleiro renegado de Gêmeos.

— Matt, fujam! Esse nojento me prendeu na Outra Dimensão e... – tentava alertar Thiago, mas Saga o interrompeu:

— Ora, comporte-se, Cisne. Você chegou para enfrentar Camus e dar a ele uma chance de se redimir por esse último fiasco. Quanto a seu amigo...

            Outro movimento de mãos, e Saga fez Matt ser erguido no ar também, até ficar na mesma altura que Thiago.

— Pare!! – berrou Thiago. – O que está fazen...

— MATT!! NÃO! – gritou Isabella, ainda presa no mesmo lugar, incapaz de alcançar os meninos, que estavam vários metros acima dela.

            Saga estalou os dedos, e Thiago foi libertado, caindo com um baque no chão, exatamente onde Matt estivera momentos antes.

— Pois bem. Enquanto você enfrenta Camus – ia dizendo o cavaleiro de Gêmeos -, darei a Fênix a chance de enfrentar outro Cavaleiro de Ouro, e é bom ele não esperar pela mesma moleza que teve com Camus.

— P-Pare – suplicou Isabella, quase cedendo ao choro. – Eu imploro, não leve o Matt para Outra Dim...

— Isa, está tudo bem – garantiu Matt, conseguindo se manter surpreendentemente calmo. – Não se preocupe comigo. Vamos, Saga, seu covarde, faça seu pior.

— Oh, eu? Não farei nada a você diretamente, Fênix. Como falei, trouxe Cisne para enfrentar Camus; estou meramente movendo alguns peões no meu tabuleiro. Enquanto seu amigo fica aqui, vou manda-lo para outra das 12 Casas, na qual haverá um Cavaleiro de Ouro aguardando e que ainda não enfrentou ninguém. Se, por milagre, você ou Cisne sobreviverem e ainda estiverem conseguindo se manter de pé, venham a meu encontro na Casa de Gêmeos para seu desafio final. Provavelmente não terão forças sequer para sair das outras Casas, mas... Todos podem ter esperanças ainda.

— Matt, não... – pediu Isabella. – Resista, não se deixe enganar por ele, certamente é uma armadilha e...

— Vai ficar tudo bem, Isa. Confie em mim! Vai dar certo. Não ouviu o que ele mesmo disse? Estarei na Casa de Capricórnio.

— O quê?

— Capricórnio. Lembra-se do que a Saori disse? “O primeiro que tiver êxito, vá para a Casa de Capricórnio” – disse o garoto. – Não sinto nenhum cosmo em batalha por lá. De certo modo ainda estaremos seguindo a orientação dela, não é? Vou ficar bem. Thiago vai finalizar a luta em meu lugar e eu vou enfrentar Shura de Capricórnio. Ainda estou em dívida com todos vocês, por ter deixado Camus entrar na minha mente. Espere por mim no Salão do Mestre, OK?

— Chega de despedidas – disse Saga, bruscamente. – Creio que Fênix já entendeu e aceitou seu itinerário. Cisne, se tentar fugir sem enfrentar Camus, eu darei cabo de sua vida pessoalmente. E acredito que você, mocinha lemuriana, terá o bom senso de não interferir em nenhuma das lutas, certo?? E Camus... Vê se não falha dessa vez. Lembre-se das instruções do mestre Hades...

            Agitando as mãos mais uma vez, Saga fez Matt ser sugado por um turbilhão, e o garoto desapareceu em seguida. A fenda dimensional pela qual o geminiano estivera espionando também sumiu.

            Isabella soluçou, mas logo se recompôs; os ventos haviam cessado, e ela pôs-se a andar em direção à entrada da Casa; mas Camus se ergueu de supetão e se postou no meio do caminho.

— Aonde você pensa que vai?

— Saia do meu caminho – vociferou ela. – Vou até a Casa de Capricórnio garantir que Matt tenha chegado bem e em condições de lutar dignamente. Você não tem por que me impedir.

— Ora, sua fedelha insolente, eu vou...

CÍRCULO DE GELO!!— exclamou Thiago, tendo também se erguido.

            Ele apontou para Camus e o imobilizou com o ar gelado.

— Miserável!! – ralhou Camus, tentando se libertar.

— Vá depressa, Isabella – pediu Thiago. – Não vou conseguir segurá-lo por muito tempo.

            A garota olhou duramente para Camus, e em seguida se voltou para Thiago.

— Não deixe esse cara sair impune, Thiago. Nem ele, nem o Saga, nem ninguém – disse ela em tom severo, e em seguida saiu correndo em direção à Casa de Capricórnio.

— Pode deixar – assentiu Thiago soturnamente.

            Quando a garota sumiu do alcance da visão dele, o cavaleiro de Cisne desfez o Círculo de Gelo.

            Camus o fitava com ódio mortal.

— Você não sabe com quem está se metendo, garoto.

— Sim, sei muito bem – rebateu Thiago. – Hyoga estaria decepcionado se estivesse vendo isso. Está dando duro no exterior, enfrentando os outros inimigos do Santuário e tentando trazer os antigos e novos recrutas para ajudar os Cavaleiros, enquanto o mestre dele está atuando como lacaio de Hades!

— Tampouco sabe do que está falando – advertiu Camus. – Não finja que entende a minha situação, moleque. E o julgamento de Hyoga pouco importa para mim. Tenho que seguir as ordens do mestre Hades. E no momento, o obstáculo para o cumprimento dessas ordens é você. Seria melhor ter ido embora com a garota. Fênix poderia ter me vencido, mas você não está em condições de lutar.

            Ele apontou para a armadura do menino, que estava toda despedaçada e agora cobria apenas poucas partes de seu corpo.

— Veremos – replicou Thiago. – Você verá que Hyoga me treinou bem.

— Curioso, já que fui eu quem treinou ele, em primeiro lugar – advertiu Camus. – Vamos ver quem é realmente o mestre do gelo por aqui. Prepare-se, Cisne!

— Pode vir, traidor!

...

...


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

Quais armaduras de Ouro vocês acham que os demais cavaleiros de Bronze vão "pegar emprestado"? Lembrando que o Matt não vai se tornar Cavaleiro de Aquário no futuro.




Revisão do capítulo concluída em 11.05.2020



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "New Legends - Cavaleiros do Zodíaco" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.