Save You Tonight escrita por MrsHazelLevesque


Capítulo 1
Prólogo - More Than This


Notas iniciais do capítulo

Aqui está o prólogo u.u. A música usada foi "More Than This", da banda One Direction.




I´m broken, do you hear me? I´m blinded, ´cause you are everything I see.

I´m dancing, alone. I´m praying, that your heart will just turn around

Desde o dia no helicóptero, quando Leo pôde ficar a sós com Piper por um momento, lembranças começaram a atingi-lo. Lembranças de quando Jason ainda não havia aparecido do nada no ônibus.

Ele sabia que ele tinha fortes sentimentos por Piper – talvez por isso que implicasse tanto com ela, ao invés de ficar jogando cantadas e fazendo charme para ela como sempre fazia com as outras garotas. Porque ela era especial. Porque ele gostava de ver ela voltar suas atenções para ele, ficar irritada com ele e depois rir dele. Mas em momento algum lhe passou pela cabeça que, antes de tudo aquilo, ele e Piper eram namorados.

E, de repente, ele se lembrava de tudo, de tudo que a Névoa havia escondido. Da dança maluca logo no primeiro dia em que se conheceram. Do dia em que escreveram seus nomes num tronco de uma árvore como símbolo de rebelião contra a Escola de Vida Selvagem, e Piper escreveu “Piper Valdez” ao invés de “Piper Mclean”. De quando ele zoou com Piper pela primeira vez por ela ter roubado uma BMW e, ao invés do tapa que Leo esperava, ela lhe deu um beijo.

Leo se sentia quebrado, quebrado por Piper estar tão cega por Jason que ela não conseguia se lembrar de nada disso, quebrado por, além de Festus e sua mãe, agora também não ter mais sua Rainha da Beleza. Não que eles ainda não conversassem ou se irritassem ou coisa do tipo, mas era diferente. Leo só tinha olhos para Piper, mas Piper... só para Jason.

E quando eles finalmente derrubaram Gaia, quando o mundo poderia finalmente ter um pouco de paz, enquanto estavam voltando para casa, Jason puxou Leo para conversar. Ele tinha escolhido Reyna, porque era assim que tinha que ser, porque ele gostava de Piper só como amiga. Um lado de Leo foi compreensivo, e foi esse lado que Leo deixou falar, porque Jason procurava um conselho e uma piadinha para quebrar o galho, e não um sermão. O outro lado de Leo queria quebrar a cara de seu melhor amigo pelo simples fato que Leo já podia ver que Piper ia ficar completamente devastada quando recebesse a notícia.

Depois, Jason adormeceu. E sob as estrelas que iluminavam o Argo II, Leo ficou dançando, sozinho, relembrando de quando se conheceram. Dormir não iria adiantar – ele já tentara, mas o sono se recusava a vir. Quando ele finalmente decidiu tentar dormir, ele se viu pedindo para que Afrodite percebesse que ele iria cuidar bem de sua filha e decidisse ajudá-lo, fazendo as memórias de Piper voltarem ou simplesmente fazendo Piper se apaixonar por ele. Eles podiam reconstruir boas lembranças, não é mesmo?

And as I walk up to your door, my head turns to face the floor,´cause I can´t look into your eyes and say

When he opens his arms and holds you close tonight, it just won´t feel right,´cause I can love you more than this, yeah

When he lays you down I might just die inside, it just don´t feel right, ´cause I can love you more than this

Can love you more than this

Leo não conseguiu dormir, por mais que tentasse. Decidiu ir ver como Piper estava, caminhando a passos macios como os de um gato, e logo se arrependeu da ideia

Lá estava Piper, dormindo – ou foi o que Leo achou – tranquilamente nos braços de Jason. Não era certo, por que Jason estava fazendo aquilo? Por que ele não colocava logo as cartas na mesa, evitando o sofrimento que estava por vir?

Piper não estava realmente dormindo e, quando ouviu um barulho, abriu os olhos. Leo estava parado à sua frente, olhando para o chão, e mesmo não vendo seus olhos, Piper podia facilmente adivinhar que ele estava se sentindo triste e desolado.

- Leo... – Ela chamou-o. O garoto a olhou rapidamente e se virou, se afastando de sua Rainha da Beleza o mais rápido possível. Ele tinha amarelado, acovarado, perdido qualquer resquício de coragem que o levara a querer encarar Piper e dizer “Isso não é certo, você e ele, não é nem um pouco certo.”. Leo estava morrendo por dentro, sentindo que ele estava perdendo Piper. Perdendo ela, assim como ele perdeu sua mãe e Festus. Mas não perdendo-a para a morte, mas para a tristeza e para o seu melhor amigo.

- LEO! O QUE HOUVE? – Ela gritou com ele, mas ele apenas se virou rapidamente para encará-la e depois voltou a andar. “Eu posso te amar mais do que isso”.

If I’m louder, would you see me? Would you lay down in my arms and rescue me?

‘Cause we are the same, you save me, when you leave it’s gone again

Then I see you on the street, in his arms, I get weak

My body fails, I´m on my knees, prayin’

Depois de alguns dias, já no Acampamento Meio-Sangue, Leo decidiu ir falar com Piper – nem que para isso precisasse ficar furtivamente sozinho com ela no chalé 10. Era o fim do prazo dos semideuses romanos no acampamento grego, por assim dizer, e era a hora de Jason jogar a verdade na cara de Pips. E quando Leo chegou na porta do chalé de Afrodite, ele descobriu que o filho de Júpiter já estava cuidando disso, mesmo não conseguindo ouvir completamente bem a conversa:

 - Piper, me perdoa? Eu não sabia como dizer isso antes. Eu te amo muito sim, mas como amiga.

 - Não Jason, eu entendo, fica tranquilo. – A voz de Piper soava casual, normal, mas Leo a conhecia como ninguém. Ele conseguiu ouvir a voz dela tremer levemente. Leo também ouviu passos, deduzindo que eles se abraçaram.

- Você vai ficar bem?

 - Vou sim. Eu tenho o Leo pra cuidar de mim... e assar marshmallows. – Ambos riram, e até Leo teve que segurar a risada.

- Venho visitar o acampamento sempre que puder. – Um estalido, Jason provavelmente havia dado um beijo na bochecha de Piper. Depois, passos. Leo se apressou para se esconder, e Jason saiu do chalé 10 com a cabeça baixa.

Piper fechou a porta do chalé com toda a força, fazendo um sonoro “PAH!” quando Leo começou a se aproximar dele. Um choro alto, profundo e de cortar o coração começou a vir lá de dentro. Piper estava chorando desesperadamente, ela se sentia trocada e enganada. Jason havia pedido desculpas, mas isso ao impedia que ela se sentisse assim. Talvez por ela ser filha de Afrodite, e sentir tudo de modo mais exagerado.

E o choro ficava cada vez pior. Leo sentiu seus joelhos estremecerem e seu coração se partir mais ainda, ele nunca imaginara que Piper teria esse efeito sobre ele. Mas ele queria vê-la sorrindo, ouvi-la rindo, e não chorando. E então Leo estava pedindo para que Afrodite simplesmente lembrasse da filha de todos os bons momentos entre ela e ele. Ou que, pelo menos, Piper voltasse a se apaixonar por ele. Porque ele não iria quebrar seu coração.

(...) I never had the words to say, but now I’m asking you to stay for a little while inside my arms

And as you close your eyes tonight, I pray that you will see the light that’s shining from the stars above

- Pips. – Leo bateu na porta. Depois de um tempo, Piper atendeu. Seu rosto estava inchado e vermelho e lágrimas ainda estavam escorrendo por ele. Ela não tentou sorrir, sabia que não ia funcionar, Leo a conhecia e se preocupava com ela mais do que ninguém... agora que ela notava, mais até do que Jason. – Ah, Pips... – Ele a abraçou forte e a conduziu de volta para o interior de seu chalé, fechando a porta com um chute. Ela recomeçou a chorar, e Leo a abraçava cada vez mais forte.  Ele a soltou por um segundo, sentou-se em uma cama aleatória e puxou a garota para o seu colo, abraçando-a novamente. Ela foi se acalmando gradativamente, até apenas tremer levemente.

- Leo, é melhor você ir... – Leo a puxou para mais perto, como se isso fosse possível.

- Não, fica mais um pouco... por favor. – Leo sabia que Piper ainda não estava 100% recuperada. Ele nunca fora bom com palavras, e então desejou que o abraço transmitisse tudo o que ele queria dizer. Ele sempre estaria lá para ela, nunca a abandonaria. E essa era uma promessa que ele cumpriria sem nenhuma dúvida.

Naquela noite, quando Leo fechou os olhos pedindo para que Piper finalmente percebesse o quanto ele a amava, que talvez uma pedra atingisse sua cabeça e ela lembrasse de tudo, que ela visse a luz. Estava escrito nas estrelas que eles estavam destinados a ficar juntos, ele sabia disso. E ele só queria que ela percebesse que, de todo o amor que Jason havia dado à ela, Leo podia amá-la mais do que isso.



Notas finais do capítulo

Então, aí está o prólogo, e todos podem chorar agora (ok, eu estou exagerando). Gostaram? Não?
Deixem reviews! Não matam ninguém e fazem fic-writers felizes!
Então, até o próximo capítulo :)
- Hazel.