Your Love Is My Drug escrita por Tatto


Capítulo 16
Capítulo 16


Notas iniciais do capítulo

HEY GENTE, APARECI *--*
SENTIRAM MINHA FALTA? NÃO? OKAY
Bom, eu gostei desse capítulo, espero que vocês gostem, ele não está tão grande, mas acho que dá pro gasto!




* P.O.V Lisa *

Ir para casa no mesmo carro que o Taylor foi um pouco constrangedor, até pensei em ir no outro carro, mas ia ficar um clima chato entre nós e eu não queria que "aquilo" atrapalhasse nossa amizade.

Bom, de começo foi um pouco irritante aquele silêncio, mas depois, me ajudou a pensar no que eu deveria fazer. Talvez eu devesse ligar o rádio e deixar em qualquer estação, ou então, poderia puxar assunto com o Taylor, mas digamos que essa opção não me deixa lá tão animada.

É, optei pela 1ª opção...

Cameron logo reclamou da música "lenta e entediante", segundo ele, e fez questão de se colocar entre mim e o Taylor, tentando mudar a estação.

– Ér... Gente... Vamos conversar? - Sugeriu Lary.

– Sobre? - Taylor, no momento em que eu desliguei o rádio.

– Hum, vamos comentar as melhores partes do passeio! - Lary.

– Por onde começamos? - perguntei.

Todos começaram a pensar e Cameron foi o primeiro a falar:

– Taylor, lembra do teu avô queimando seu filme? - Começou a rir - Ele falando que a Lisa era tua namorada.

Na mesma hora, corei, fiquei sem reação.

Em seguida, olhei para Taylor, ele estava olhando para mim, mas desviou o olhar e continuou prestando atenção na estrada.

Ouvi um "Aii" vindo do Cameron, certamente a Lary deve ter lhe dado um beliscão ou algo do tipo.

– Bom, agora é a minha vez - começou ela - Para mim, a melhor parte, foi a gente riscando o Taylor!

Acho que ela estava no caminho certo, já que o Taylor riu, estava começando a se descontrair.

– Sabe por que foi boa? - Taylor - Por que vocês piram no meu corpo!

No mesmo instante, Cameron deu um tapa de leve na cabeça do Taylor, dizendo.

– Se tá maluco mermão? Olha o respeito. O único corpo que a minha mina pira, é no meu.

– Mals aê, mas eu não estava me direcionando somente a ela! - Foi então que ele olhou para mim e levantou a sobrancelha. - Vai dizer que tu não curte, Lisa?

Que mal teria em dizer a verdade?

– Sim, eu curto, teu corpo é muito bonito!

Melhor falar "bonito" do que "gostoso".

– Sou gostoso pra você?

Cara, ele estava lendo meus pensamentos?

Não sabia que ele era tão solto assim. Mordi o lábio e respondi:

– Sim, você é.

Percebi que ele gostou da resposta ao abrir um sorriso meio torto, que confessando, me seduziu.

– Se você não estivesse com o Ryan, você ficaria comigo?

Okay...

– Quer mesmo falar sobre isso?

– Quero!

Olho pra trás e vejo que os dois estão desconfortáveis, acho que até eu estou com o rumo que aquela conversa está tomando.

– Então, Lisa, você ficaria comigo, se não estivesse com o Ryan?

– Taylor, entenda... - Mas ele não deixou eu terminar.

– Lisa, eu disse "você ficaria comigo, SE não estivesse com o Ryan?" - Ele deu uma ênfase no "Se".

– Acho melhor mudarmos de assunto! - Foi a melhor solução. - Então, como vocês se conheceram? - Perguntei olhando para Larissa e para o Cameron.

[...]

Conversamos o caminho inteiro, mas não voltamos aquele assunto.

Bom, quando chegamos, Taylor fez questão de me deixar em casa, disse que era meio perigoso eu pegar taxi essas horas e tal.

– Acho que ja vou! - Disse, abrindo a porta do carro.

– Ei, espera! - Ele segurou meu braço.

– O que foi?

– Você ta chateada comigo?

– Não Taylor, que isso, foi só um beijo. - Realmente eu não estava chateada.

– Pra você, mas pra mim, foi algo... - Ele suspirou e continuou - ... algo que eu não sei...

Coloquei meu dedo indicador sobre seus lábios, mostrando que ele não precisava falar nada.

Dei um selinho demorado nele, enquanto segurava sua nuca e disse:

– Boa Noite!

Enquanto saía do carro, vi ele abrindo um sorriso, buzinou e saiu com o carro.

Foi então que eu caí na real:

O QUE FOI QUE EU FIZ?

Não poderia ter feito isso!

"Lisa, sua idiota, você esqueceu que está com o Ryan?" Pensei.


[...]

Já no meu quarto, comecei a pensar sobre o assunto enquanto tomava um banho quente.

Por que eu fiquei tão mexida quando soube que Taylor gostava de mim? E o que foi aquele beijo na praia? Por que eu continuei? Por que que no carro eu simplesmente não disse "Não Taylor, eu não ficaria com você se eu não estivesse com o Ryan" ? Será que eu ficaria? E o que foi esse selinho de boa noite?

Talvez eu sinta alguma coisa por Taylor, não uma coisa forte, mas pelo menos alguma atração. Será seu corpo? Ou o seu jeito fofo? Ou será que é seu jeito tímido, mas as vezes atrevido? É, aquele beijo conseguiu despertar tudo isso de dentro de mim.

Mesmo sentindo aquilo, ele tinha que entender, talvez, EU precisasse entender, que nada é mais forte pelo o que eu sinto por Ryan, é ele que eu amo, e isso, o Taylor não pode mudar.

Quer saber? Acho que vou dormir, esquecer um pouco tudo isso!


Mesmo estando extremamente cansada, não consigo pegar no sono tão rápido, começo a me lembrar da viagem, dos momentos de risadas, da gente no quarto dos meninos riscando o corpo do Taylor, e que corpo hein? Da nossa caminhada na praia, do beijo....

O Beijo.


Continua....



Notas finais do capítulo

E aí, o que me dizem?
Está boa? Preciso melhorar? Sugestões são bem vindas e claro, terá os devidos créditos ;D
Mandem Reviews ;D
AMO VOCÊS ♥