A Segunda Teoria escrita por Vocaloid XD


Capítulo 35
Turma "Clássica" - Final


Notas iniciais do capítulo

Genteem! :3
Desculpem a demora, mas sabe como é.... Vestibular, copa, blá, blá, já expliquei isso pro cês, então vamos ao que interessa que é o ÚLTIMO CAPÍTULO!
Bem, eu não escrevi assim... Muito (menos de 2.000 palavras DX) como eu queria, mas pelo ou menos consegui fazer uma coisa legal, esse capítulo vai esclarecer o que aconteceu com alguns personagens e com a vaca máster né... UHAUHSUAHSUH '
E desculpem se eu cometi alguma gafe no final ou alguma vez na história, é que eu sou desligada mesmo UHAUHSUAHS '
Bjoooooooooooooos e Boa leitura ;) s2



Magali terminava de se arrumar em seu quarto, quando naquele instante, seu namorado acaba entrando e ela toma um susto.

– Vai ficar anos aí, ou podemos sair? – pergunta Cascão sem paciência

– Já te disse um milhão de vezes pra não entrar no meu quarto sem bater! – diz Magali de cara feia – E se eu não estivesse vestida?!

– Não vejo problema nenhum... – diz Cascão com um sorriso

– Ai eu mereço... – diz Magali revirando os olhos

Cascão começa a rir e a garota continua.

– Vamos embora antes que nos atrase... – diz Magali puxando o garoto – Tchau Darwin!

– Tchau... – diz o gato sonolento na cama de sua dona.

Os dois saem da casa da garota e para a surpresa deles, Mônica e Cebola já estavam esperando-os do lado de fora.

– Já estão atrasados... – diz Mônica num tom sério

– Fica fria aí dentuça, o shopping é perto daqui – diz Cascão

– Eu não sou mais dentuça! – diz Mônica de cara feia – E mesmo sendo perto, podemos perder nossos lugares!

– Vamos indo – diz Cebola

No meio do caminho, os quatro foram conversando sobre tudo que havia acontecido nas últimas duas semanas.

– Eu sabia que meu plano iria dar certo! – diz Mônica convencida

– Ai de novo não... – diz Magali dando um tapa em sua própria testa

– Que plano? – pergunta Cascão sem entender

– Mônica e eu distraímos os capangas do Tonhão – diz Cebola – Pra podermos entrar na casa!

– Ela fez uma armadilha no quintal... – diz Magali

– Foi genial... – diz Mônica com um sorriso

– Só faltou ser genial pra enfrentar a Cascuda – diz Cascão com um sorriso

Mônica encara o garoto de cara feia, mas logo muda de assunto:

– Falando nela... Já fazem duas semanas que procuram ela! – diz a garota – O que será que aconteceu com aquela vaca?

– Bem... – diz Magali – Nós sabemos que quando a policia chegou, não havia mais ninguém na casa... Denise conseguiu falar com ela e me disse que ela fugiu com o Tonhão...

– Tonhão? – perguntam todos surpresos

[Flashback]

Cascuda acorda com um galo na cabeça, ela bota a mão na área dolorida e se lembra do que tinha acontecido com ela, no mesmo momento a garota se levanta e diz para si mesma:

– Eu vou matar aquele idiota!

– Não vai querer fazer isso...

Cascuda olha surpresa, o garoto ainda estava lá, só que do lado de fora a observando pela janela.

– Você é inacreditável... – diz ela com raiva – Além de ter acertado a arma na minha cabeça ainda tem a cara de pau de continuar aqui!

– Não podia ter deixado você sozinha aqui!

– Você não podia ter caído na conversa do Cascão, idiota! – grita Cascuda – Eu sabia que ele ia tentar de convencer daquela historinha de amizade e...

– Cascuda! Esquece! – grita Tonhão – Olha só pra você, está enlouquecendo com isso!

– Acontece que eu nunca...

– Você perdeu! – interrompe Tonhão – Conforme-se e venha comigo, os caras estão esperando por mim...

– Como é que é?! – diz Cascuda surpresa – Você causa tudo isso e acha mesmo que eu vou com você?!

Naquele momento, eles escutam as sirenes da polícia se aproximando da casa, cada vez mais o barulho aumentava. Cascuda dá as costas a Tonhão e vai até a porta.

– Eu não faria isso Cascuda... – diz ele – Todos já devem saber tudo o que você fez!

– E por que iriam me prender?

– Ah, se você acha que drogar e sequestrar os outros não é motivo pra isso... – diz Tonhão – Vá em frente, tente convencê-los de que é inocente...

Cascuda fica pensativa por alguns minutos, ela solta um suspiro e se vira para o garoto novamente.

– Não podemos ficar aqui, não é? – diz Cascuda – Eles podem entrar a qualquer momento...

– Então... – diz Tonhão surpreso – Você vem co...?

– Para de falar... – interrompe Cascuda – E me ajuda a sair pela janela antes que eu mude de ideia!

[Fim do Flashback]

– Pra onde será que foram? – pergunta Mônica curiosa

– Não sei, mas algo me diz que aqueles dois não vão nos perturbar tão cedo – diz Cascão

– Assim espero... – diz Magali cruzando os dedos

Todos começam a rir.

– E falando em perturbar... – diz Magali mudando de assunto – Vocês souberam o que aconteceu com o Joaquim?

– Outro que sumiu do mapa... – diz Mônica – Andam dizendo na escola que os pais obrigaram ele a ir pra um colégio interno, como castigo...

– Bem feito... – diz Cascão

– É, quem se deu bem foi a Denise – diz Magali – Depois do sumiço da Cascuda, ela virou capitã e agora o Xaveco está com raiva dela por estar ficando com o Do Certo...

– Merecido, aquele lá preferiu ficar com a Aninha e se deu mal... – diz Mônica – Largou ele em dois segundos...

Quando se deram conta eles haviam chegado ao shopping, eles vão direto para o cinema comprar os ingressos, em seguida, seguem para a fila para entrar na sala, Mônica faz um comentário:

– Quando vai ser a nova final? – pergunta ela

– Ainda não está marcada... – diz Cebola

– Mas o treinador quer resolver isso o mais rápido possível... – diz Cascão

– É, queremos saber se vocês vão ganhar ou não... – diz Mônica piscando para Magali

Magali fica ruborizada no mesmo momento.

– Er... Mônica, vamos ao banheiro rapidinho – diz a garota puxando a amiga pelo braço

Ao chegarem no banheiro feminino, Magali reclama:

– Ficou maluca?!

– Ah que isso, Magali – diz Mônica – Ele nem deve ter entendido a piada interna!

– Claro... – ironiza Magali – Olha, só não me deixa constrangida de novo!

– Tá, foi mal... – diz Mônica – Eu só fiquei curiosa pra saber se aconteceu alguma coisa!

Magali engole seco e Mônica continua.

– Acho que alguém vai ter que esperar até o jogo, não é?

– Er... – diz Magali avermelhada – A-Aconteceu antes, Mônica...

Mônica congela no mesmo momento.

– Não me diga que... – diz Mônica surpresa – Magali, conta tudo!

Magali dá um suspiro.

– Foi no dia seguinte do sequestro...

[Flashback]

Após passar horas com os policiais dando detalhes do que aconteceu, Cascão e seus pais finalmente voltam para casa, assim quando chegam, eles se deparam com Magali esperando-os na porta de sua casa.

– O-Oi... – diz ela sem jeito

– Oi querida... – diz Dona Lurdes com um sorriso – Quer entrar?

– Ah não, obrigada Dona Lurdes... – diz Magali – Eu só vim conversar com o Cascão!

– Bom, nesse caso... – diz Antenor – Acho melhor irmos entrando querida, tchau Magali!

A garota acena para os dois de volta e quando eles entram, Cascão pergunta:

– Er... Você quer conversar sobre o meu passado?

– Não... – diz Magali – Não é isso Cas, eu entendi mesmo, mas... Eu fiquei preocupada com você, sabe... Tendo que lembrar dessas coisas ruins de novo, queria saber se está bem!

– Claro que sim! – diz Cascão com um sorriso – Não precisa se preocupar comigo, eu vou ficar bem!

– Ah... Tá... – diz Magali

– Quer ficar pra almoçar? – pergunta Cascão – Depois a gente po...

– E-Eu queria saber... – interrompe Magali

O garoto se cala e ela continua.

– E-Enquanto ao jogo? – pergunta Magali

– Bem... – diz Cascão – O treinador disse que ainda vai...

– Você não entendeu! – interrompe Magali – Enquanto a nós dois?

– Ah... – diz Cascão se tocando – Eu não sei, você disse que se eu perdesse a gente não...

– Ai, eu sei o que eu disse, mas... – interrompe Magali novamente – Eu fiquei insegura naquele dia e fiz a aposta, para refletir sobre o que eu iria fazer...

Cascão deixa ela desabafar e a garota continua.

– Eu tinha certeza que vocês iriam ganhar! – diz Magali – Mas agora que aconteceu tudo isso, eu estou achando injusto, poxa, eu me preparei!

– Se preparou? – pergunta Cascão com um sorriso

– É... – diz Magali avermelhada – Física e Psicologicamente...

Cascão se aproxima dela.

– Então... Você quer fazer isso? – pergunta ele com um sorriso

Magali acena com a cabeça afirmando, mas logo em seguida fica com vergonha.

– Vamos logo antes que eu mude de ideia! – diz ela avermelhada – Meus pais saíram quase agora e...

– Confie em mim... – interrompe Cascão pegando na mão dela

Ao segurar a mão do namorado, Magali se sente melhor, aquela confiança crescia cada vez mais em seu coração. Ao chegarem à casa da garota, Magali abre a porta de seu quarto e imediatamente seu gato sai porta á fora quando tinha percebido o clima entre os dois. Assim, Cascão pega a namorada no colo e a joga na cama, em diante, ele começa a beija-la.

– Eu te amo... – sussurra Magali em seu ouvido

Cascão encara ela por alguns segundos e começa a rir.

– O que foi? – pergunta ela rindo junto – Não acredita?

– Claro que sim... – diz Cascão com um sorriso

– Então, por que riu?

– Eu também amo você, quatro olhos... – diz o garoto com um sorriso

– Eu já sabia... – diz Magali soltando seu cabelo

Cascão volta a beija-la e Magali ajudava o garoto a tirar suas peças de roupa lentamente. O coração da garota disparava, além de estar feliz, estava completamente satisfeita, já que sua primeira vez seria com seu amado, ela sempre queria estar nos braços dele, como ela estava naquele momento.

[Fim do Flashback]

– E... Nós... Fizemos, entendeu agora?! – diz Magali ruborizada

Mônica começa a rir.

– Não precisa ficar envergonhada desse jeito, Magá...

– Ai Mô, não liga pra mim... – diz ela mais vermelha ainda – Agora vamos voltar pra fila, a sala já deve ter aberto...

As duas saem do banheiro e Magali tinha acertado, a sala já tinha sido aberta e os garotos esperavam impacientes pelas duas.

– Vamos logo, já começou – diz Cebola puxando Mônica pelo braço

– Ai meu Deus... – diz Magali correndo – Vão pegar nossos lugares!

– Ah, não vão não – diz Mônica de cara feia – Ninguém vai sentar no nosso lugar, se não eu crio confusão aqui mesmo...

– Menos dentuça... – diz Cascão revirando os olhos – Os lugares são marcados, ninguém vai ter a cara de pau de...

Naquele instante, um grupo se senta no lugar deles e Cascão explode.

– Ei! – diz o garoto

– Eu disse... – diz Mônica dando de ombros

***

Xabéu e Astronauta assistem aquilo aos risos.

– Uau... – diz Astronauta – Bom trabalho tenente, estou impressionado!

– Que isso comandante, eu creio que ainda devem existir muitos outros universos a serem explorados, mas sabe... – diz Xabéu – Esse é o meu favorito!

– Seu favorito? – pergunta Astronauta – Por quê?

– Er... Por nada... – diz Xabéu sem graça – Agora acho melhor desligarmos o telão, já espionamos a vida deles demais, não acha?

Ela desliga e Astronauta comenta:

– Ah, tem razão... – diz Astronauta – Acho melhor voltar para o meu posto, se quiser pode continuar sua pesquisa tenente...

– Jura? – pergunta Xabéu surpresa

– É, não vejo problema nenhum em pesquisar sobre eles – diz Astronauta – Vou gostar de conhecer outros também, se quiser me mostrar...

– Ah... – diz Xabéu avermelhada – Então está bem comandante, obrigada pela oportunidade.

Astronauta acena para a garota e volta para o seu posto, Xabéu continua encarando o telão.

– Eu gosto desse universo por que...

Ela liga o telão novamente e se vê casando com Astronauta, um casamento nas galáxias.

– ...Eu estou com você! – diz Xabéu com um sorriso

Fim!!



Notas finais do capítulo

Não me julguem, por favor, vocês não iam querer ler como foi o... Pega da Magali e do Cascão feito por mim, não ia ser legal, por que eu não sirvo pra escrever isso T-T UAHSUAHSUAHS '
So guys, eu terminei a história, muito obrigada a todos que acompanharam, comentaram e recomendaram! (espero que recomende mais :3) Não se preocupem quanto a leitura, a história sempre estará disponível e aguardem a próxima, já estou com idéias em mente (mas não vou dar spoilers, há!) Quem sabe eu não apareço de uma hora pra outra?! Aguardem! Aguardem! UAHSUAUSHUAHSUAH '

Então é isso, essa foi A SEGUNDA TEORIA!
Bjoooooooooooooooooooooooooos & Queijooooooooooooooooooooos s2