I Will Never Give Up On You escrita por JTLYNCH


Capítulo 40
Coordenadas




‘’-alo

—oi, oi

—quem fala?

—katniss everdeen

—o meu deus! Onde você esta?

—estou em... –digo olhando ao redor, mas, esta tudo escuro –ligar gps-digo o gps liga e vejo o numero da rua e digo.

—você não esta tão longe. Vou mandar um helicóptero.

—espera, tem mais três pessoas comigo.

—infelizmente sua família pediu pra resgatarmos você.

—diga pra eles que só pego esse helicóptero se eles forem comigo-digo firme.

—espere 1 minuto-diz e o telefone fica mudo’’

—quem é?

—não sei um cara atendeu e disse que não estamos longe,

—não?-questiona peeta e nego-então vamos de carro, é mais rápido.

—vamos ver, ele esta falando com meus pais.

—coloca no viva voz,

—acho que não tem como.

—tem sim-diz peeta vindo ao meu lado, dando mamadeira para o bebe, o que é uma cena muito linda, e aperta um botão.

 O beijo e ele sorri.

‘’-katniss ainda esta ai?

—sim, estou.

—sua mãe quer falar com você.

—filha, filha.

—mãe-digo, soltando umas lagrimas-você ta bem?

—sim, estamos todos bem. Onde estava?

—fiquei presa na faculdade

—mandei um helicóptero pra sua faculdade e não encontraram nada, apenas seus amigos.

—eles estão bem?

—sim, todos bem. Onde estava?

—consegui uma carona-digo piscando pra peeta e prim que riem.

—você esta bem?

—to ótima e meu pai?

—esta bem querida. Agora venha pra cá.

—mãe eu não posso! Não se você não deixa-los ir comigo.

—me deixa falar com ela-ouço uma voz distante.

—gale quer falar com você-diz, engulo em seco

DROGA

Ouço a voz de gale.

—katniss

—gale?

—como você ta?

—estou bem

—não acredito que sumiu, fiquei muito preocupado.

—desculpa

—o helicóptero vai ir buscar você

—gale, mande um helicóptero grande.

—não posso, eles não têm.

—então eu não vou de helicóptero.

—katniss vem pra cá!

—eu não vou, se for assim, vou de carro.

—que carro você esta?

—estou de trailer

—como se faz pra chegar aqui?-questiona pra outra pessoa

 Uma cara pega o telefone e começa a falar, peeta ouve e seguro o bebe pra ele anotar as coordenadas.

—chegará em menos de 3 dias.

—certo

—katniss seja rápida, estou morrendo de saudades de você.

—eu também-digo pra ele não desconfiar

—preciso desligar

—tudo, bem tchau.

—tchau-diz e desligo

 Prim começa a pular animada

—isso não é ótimo, estaremos bem em pouco tempo.

—é, acho que é melhor dormirmos pra estarmos dispostos pra amanha-diz peeta e concordo.

 Ele me ajuda a levantar com o bebe. Prim nos deseja boa noite e sobe pro quarto.

Confiro se o bebe esta bem e ando com ele de um lado pro outro ate ele pegar no sono.  O ponho na cama com travesseiros e olho ao redor procurando peeta.

Vou ate a cozinha e o encontro sentado na mesa pensativo.

—respiro fundo-

—tudo bem amor?-questiono e ele me olha.

—claro

—porque esta assim? Não esta feliz?

—claro que sim

—então qual o problema?-questiono, sentando ao seu lado e ele suspira.

—sua conversa com o gale

—o que tem?-digo nervosa

—não sei. Tem alguma coisa pra me contar?-questiona e travo no lugar

E agora?

 Será que conto a verdade?

 Não posso fazer isso peeta vai me odiar

—não. Não tenho. Por que?

—você disse que tinham terminado.

—sim, mais ele é amigo dos meus pais por isso esta lá

—senti que ele estava sendo carinhoso demais.

—nos somos amigos.

—porque não me disse.

—não queria que ficasse bravo comigo –digo e ele concorda.

—certeza?

—sim-digo confirmando, ele suspira e pega minha mão, beijando.

—me desculpa desconfiar de você, eu só..

—eu sei. Porque ele é meu ex

—e de muito tempo

—nada vai acontecer, eu te amo, não se esqueça disso-digo e ele sorri.

—eu também te amo e muito-diz e sorrio e o beijo.

—vamos dormir.

—é só isso que podemos fazer agora mesmo-diz e rio, o beijando.

 Vamos pra cama e deitamos cada um de um lado do bebe; peeta me beija e ouvimos um resmungo e rimos, olhando pro meio.

—acho que alguém aqui não gosta de ser atrapalhado dormindo.

—acho que não-diz concordando e sorrimos -ele tem o seu cabelo, poderia ser nosso filho.

—sim, tirando que os olhos são pretos.

—mais são lindos.

—sim são-digo concordando sorrindo, ele beija minha mão e sorri.

—finalmente estaremos livres em três dias.

—sim, sem tantos problemas.

—vai ser muito bom, podemos ficar horas fazendo amor sem parar.

—eu vou amar –digo sorrindo, ele sorri, me beijando e o bebe resmunga de novo

 Rimos

—acho melhor dormirmos.

—sim, boa noite amor

—boa noite amor-diz beijando minha mão e fechando os olhos

 -suspiro-

 Não posso perdê-lo, não, isso seria o fim pra mim. Sei que eu e gale já ficamos muito tempo juntos, mas, o que sinto pro peeta é inexplicável e não trocaria isso por nada; já tenho minha decisão, vou terminar com gale.

Só preciso fazer isso antes que peeta descubra.

Com esses pensamentos pego no sono.

\\\\\\\\\\ \\\ \\\\\\\\\\

—não vamos acorda-la prim, só temos que faze-lo parar de chorar.

—como fazemos isso?

—não sei-diz peeta e rio, abrindo os olhos e levanto.

 Vou ate a cozinha, vendo prim comendo e peeta andando com o bebe que chora e sorrio.

—bom dia

—bom dia

—bom dia amor-diz peeta vindo me beijar e pego o bebe -não queria te acordar.

—você viu a fralda?

—sim, já troquei.

—e o leite?

—ele não quer tomar

—estranho-digo vendo sua testa e ele não esta quente-acho que pode ser a assadura. Vou dar um banho nele

—eu te ajudaria mais preciso dirigir

—tudo bem-digo o beijando, ele da um beijo no bebe e sorrimos.

 Ele vai dirigir e eu para o banheiro.

 Ligo a agua em temperatura morna, tiro sua roupinha e vejo que sua assadura esta normal, mas, o coloco na agua e ele começa a se acalmar. Dou um beijinho em seu ombro e ele ri, pegando meu cabelo e tiro sua mãozinha.

Sorrio

—não. Não pode-digo e ele  ri, batendo as mãos na agua, fazendo-a espirar e rio –você vai me molhar toda bebe.

Ele continua brincando e o faço rir bastante, o tiro da agua e o enrolo na toalha e levo pro quarto.

—katniss já terminei meu café. Posso te ajudar?

—claro prim-digo, á ela que se anima.

 Troco o bebe com ela, que fica muito animada em cuidar dele.

—parece uma boneca, mas de verdade-diz e rio.

—sim, parece

—ele pode ser meu irmãozinho, acho que ele gosta de mim.

—claro que gosta. Quem não gosta de você?-digo beijando sua cabeça, ela ri e o bebe ri em seguida

 Começamos a brincar com ele que solta varias gargalhadas fofas, ate ficar com fome. Levanto com prim e vamos pra cozinha, pego a mamadeira que peeta fez e tento dar pra ele, que não quer.

—amor como você fez a mamadeira?

—eu esquentei o leite e coloquei na mamadeira-diz e chego á temperatura.

 Esta normal

—não sei qual o problema.

—talvez ele não esteja com fome-diz peeta, ele fica pegando meu seio, nego e tento dar a mamadeira.

—não. Não pode!

—o que foi?

—ele quer tomar no seio da katniss-diz prim rindo.

—e não tenho leite-digo e ele chora, tento dar sua chupeta e ele cospe fora.

 -suspiro-

Ele não quer parar de chorar e prim fica fazendo brincadeiras pra ele rir. Funciona porque ele para e consigo comer um pouco o deixando brincar com prim.

 Lavo a louça e ele volta á chorar.

—eu não fiz nada katniss-diz prim e rio, o pegando de seus braços.

—eu sei que não pequena.

—amor, porque você não deixa ele só encostar no seu seio, acho que assim ele para de chorar.

—não sei, é estranho.

—a katniss é um bebe, ele não vai fazer nada.

—ta tudo bem-digo, suspirando e vou pro quarto-não entrem aqui, não quero que vejam isso.

—tudo bem amor-diz peeta e fecho a porta.

 Sento na cama com o bebe, tiro minha blusa e meu sutiã, o pego e ele pega meu seio e coloca na boca, rio, mais paro de rir quando vejo que ele esta mamando mesmo. O tiro do meu seio rápido, ele volta a chorar e fico assustada ao ver que tem mesmo leite.

 O MEU DEUS DE ONDE VEIO ISSO!

Ele berra e o deixo mamar mais ainda assustada.

 O que esta acontecendo?

Será que eu possa ter criado leite?

Que bobagem katniss, você é medica sabe o que esta acontecendo

ESTOU GRAVIDA!



Notas finais do capítulo



—JT.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "I Will Never Give Up On You" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.