Say something... Goodbye escrita por Ella Poetry


Capítulo 1
Capítulo Único - Say Something


Notas iniciais do capítulo

Oi pessoinhas

Say Something é sem dúvida uma das minhas músicas favoritas e uma das mais tristes... Stony é um casal que (fazer o que, as fanfics e fanarts me encantaram) eu shippo muito.
Essa história surgiu quando eu estava ouvindo a música e vi uma fanart deles.

Sem mais enrolação, boa leitura!



Say something, I'm giving up on you (Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você)

O celular tocando acordou Steve no meio da noite. Ele tateou o escuro procurando o celular e o encontrou no lugar onde deveria estar o namorado.
—Alô? – ele fala com voz de sono
—Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você! – uma voz masculina disse do outro lado da linha

I'll be the one, if you want me to (Eu serei o seu amor, se você quiser).

Steve se senta na cama assustado reconhecendo a voz.
—Tony? Que brincadeira é essa? Onde você está? - a voz do loiro soa desesperada
—Em casa. – ele responde curto
—Ai meu deus, o que você está fazendo ai? – Steve pergunta começando a se preocupar – Por que você foi pra casa às três da manhã?

Anywhere, I would've followed you (Eu te seguiria para qualquer lugar)

—Você tem mensagens! Desculpa ter mexido no seu celular... – Tony diz com a voz mais calma do que deveria
—Mensagens? Do que está falando? – Steve coloca o celular no modo viva-voz e abre o aplicativo de mensagens

[Oi loiro! Soube que seu namoradinho vai viajar de novo esse fim de semana, podíamos curtir como nos outros... Espero sua resposta! Te amo! ❤] – By James

“Essa não!” é tudo que Steven consegue pensar.

Say something, I'm giving up on you (Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você)

—Tony! Tony, me escuta! Por favor... – o loiro fala com urgência e recebe o silencio como resposta – Você ainda está ai?
—Por pouco tempo! – Tony diz firme, porém acaba deixando escapar um soluço
—Por deus, Tony, você está chorando? – Steve pergunta quase que chocado

And I am feeling so small (E eu estou me sentindo tão pequeno)

—Mas é óbvio que eu não estou chorando? Que motivos eu tenho a não ser o meu namorado estar me traindo com o meu pior inimigo? – o moreno diz irônico
—Tony... Eu... – Steven começa
—Negue! – Tony pede – Confio muito em você, Steve! Diga que é mentira e eu acreditarei!
—Eu... Eu não posso... – Steve admite decepcionado com si próprio, passando a mão no rosto e encarando o chão,

It was over my head (Foi demais para a minha cabeça)

—Eu sabia... – Tony diz fungando e se odiando por estar demonstrando fraqueza – No fundo eu sabia! Por isso eu vim pra casa...
—Me escuta, por favor, Tony!
—Eu confiei em você!
—Me deixa explicar!
—Eu me abri pra você! Eu deixei você entrar na minha vida e... Você me trai desse jeito?
—Tony...

I know nothing at all (Eu não sei absolutamente nada)

—Achei que você fosse diferente... Eu realmente acreditei que você me amava! Eu pensei... Pensei que pudéssemos ficar juntos de verdade! Foi a primeira vez na minha fucking vida em que eu fui romântico com alguém! Que eu fiz fucking planos de verdade e imaginei um fucking final feliz! – Tony desabafa apertando o telefone com força – Mas eu estava errado!

And I will stumble and fall (E eu vou tropeçar e cair)

Naquele momento, todas as lembranças dele e Steve invadiram sua mente. Toda a rivalidade que tinham de inicio e a longa jornada que percorreram até virarem amigos... Depois mais aquela longa jornada para entenderem seus sentimentos e se tornarem namorados. Há oito meses, Tony fez o decisivo pedido, no meio de um jantar romântico, em um dos iates do moreno. Steve hesitou... Mas aceitou. Ele aceitou namorar com ele e... Oito meses depois, Tony descobre o motivo dele ter hesitado.

I'm still learning to love (Eu ainda estou aprendendo a amar)

—Não é assim! Você me conhece... – Steve começa quando é cortado novamente por Tony
—Conheço? – o moreno da uma risada fria – Acho que não! Quem é você, Rogers?
—Eu sou o mesmo de sempre! Por favor, confia em mim! Me...
—Confiar em você? Você perdeu todo o respeito e confiança que eu tinha em você...
—ANTONY STARK! – Steve grita do outro lado da linha – Me escuta!

Just starting to craw (Apenas começando a engatinhar)

—NÃO! – Tony grita de volta – Você não tem direito nenhum de gritar!
—Você pode, por favor, me ouvir? – Steve pede forçando-se a se acalmar
—E por que eu faria isso? – Tony pergunta com desdenho
—Porque eu amo você, Tony! – Steve diz de forma suave

And I will swallow my pride (E eu vou engolir meu orgulho)

Um tiro teria doido menos no peito de Tony.
Aquelas três palavrinhas terminaram de destroçar seu coração.
E daqueles miseráveis escombros, renasceu um Tony que havia morrido quando esse mesmo loiro disse essa mesma frase.
Numa outra realidade... Um outro tempo...

You're the one that I love (Você é a pessoa que eu amo)

—Nunca... Nunca mais repita isso! – Tony diz com dificuldade, engolindo em seco
—Mas é verdade! Tony, eu...
—Não! Você não me ama! Eu amo você! É diferente!
—Por que é diferente? – Steve pergunta sem entender
—Porque eu estou dizendo a verdade! – Tony diz baixo, mas Steve escuta muito bem.

And I'm saying goodbye (E eu estou dizendo adeus)

—Então é isso? Vai terminar comigo sem nem me ouvir? – Steve pergunta enxugando uma lágrima.
As palavras do moreno também sabiam cortar corações...
—Você terminou o nosso namoro no momento em que... Em que me trocou por ele! – Tony diz com raiva e mágoa

Say something, I'm giving up on you (Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você)

—Aqui está ele novamente! – Steve fala magoado – O Homem com o Coração de Ferro!
—Você ainda acha que tem alguma razão nisso? – Tony ri sarcástico e incrédulo – Claro, esqueci que você é o Capitão da America! Do mundo! Do universo!
—Você é impossível, Stark! – Steve fala com raiva e chateado
—E você é um traidor, Rogers! – Tony diz trazendo de volta a tona a situação toda

And I'm sorry that I couldn't get to you (Lamento que eu não possa te alcançar)

—Tony, não! Por favor! Olha... Você estava viajando e eu estava carente. James é meu amigo de anos, ele chegou aqui com um papo inocente de assistir Netflix e botar o papo em dia. Ele entrou e realmente fizemos isso, então ele me agarrou! Eu não soube reagir, foi a primeira vez que ele demonstrou algo do tipo e eu acabei caindo... Eu sei que não justifica... Amor... Mas eu juro que não significou nada pra mim! Por favor, Tony... – Steve fala rápido tentando impedir que o moreno o corte
Tony escuta tudo em silencio e então respira fundo.

And anywhere, I would've followed you (Eu te seguiria para qualquer lugar)

—Você está no quarto? – o moreno pergunta apenas
—Estou, por que? – Steve estranha a pergunta fora de hora
—Abre o guarda roupa! – Tony pede respirando fundo de novo
Steve estranha, mas estão caminha até o móvel de madeira e abre, quase deixando o celular cair em seguida.
De dentro do guarda roupa saem balões vermelhos, brancos e azuis, enchidos com gás helio. Uma bandeja de café da manhã está incompleta onde deveriam estar as roupas, apenas as louças e um vaso de flor. Mas o que mais impactou Steve foi a caixinha de veludo dentro de uma das xícaras e o cartaz “You marry me?” pendurada no fundo o móvel.

Say something, I'm giving up on you (Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você)

—Tony... O que isso... – Steve começa, mas estava estupefato demais para falar
—Isso? Bem, a ideia era você só abrir de manhã... Quando nós dois acordássemos. Mas nosso amor não durou até de manhã... E não existe mais “nós dois”. – Tony responde seco
—Tony! Não... Por favor! Não faz isso comigo! – Steve implora pegando a caixinha e vendo duas alianças douradas lindas e provavelmente caras.
—Você fez isso, Steve! – Tony diz com a voz vacilando


Say something, I'm giving up on you (Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você)

—Tony... – Steve chama mais uma vez, já se acabando em lágrimas
—Adeus Steven! – Tony diz por fim e afasta o celular do ouvido. Uma lágrima cai sobre o telefone.
O ponto final da sua história com Steve.

Say something (Diga alguma coisa)

E não havia mais nada a dizer!



Notas finais do capítulo

Só pra deixar claro... Eu shippo eles muito tá... Não me odeiem! Amo vocês!!!!

Beijinhooos *-*



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Say something... Goodbye" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.