Em branco escrita por Arisusagi


Capítulo 2
HaruMichi - Por acaso aqui é um universo paralelo ou você acabou de sorrir para mim?


Notas iniciais do capítulo

Sofri pra deixar esse troço com 500 palavras, pelo amor de deus @_@
Minha primeira vez escrevendo uma fanfic com elas, então me desculpa se estiver OOC.
Eu imaginei essa história se passando um pouco antes do que aparece no anime, tipo, como se elas tivessem acabado de começar a namorar.



—Michiru, você ainda tá brava comigo?

A violinista não disse nada, nem sequer desviou o olhar do livro que tinha nas mãos.

Haruka suspirou.

Tudo por causa de uma briga que as duas tiveram naquela mesma semana.

Michiru estava falando com alguns garotos da escola, e Haruka resolveu se intrometer na conversa. Ela tinha dúvidas sobre as intenções daqueles meninos, e fez o possível para intimidá-los, fazendo com que se afastassem de sua namorada.

É claro que Michiru não ficou nada feliz com aquilo. Eles estavam conversando sobre assuntos da escola! Não tinha motivo para Haruka se sentir enciumada.

—Eu nunca me importei de você flertar com outras meninas, mas você não me deixa nem conversar com eles em paz!—Michiru disse com lágrimas nos olhos.—Eu confio em você! Você não confia em mim?

Aquilo deixou Haruka sem palavras.

Claro que ela confiava em Michiru! Como ela não percebera que não havia motivo para ficar com tantos ciúmes daquele jeito? Mesmo que aqueles rapazes tivessem segundas intenções ao falar com ela, Michiru nunca a trairia com algum deles.

Elas já tiveram outras brigas, mas aquela era a primeira vez que Haruka se sentia tão mal por deixá-la chateada.

—Michiru, você sabe que eu confio em você.—Já era a quinta ou sexta vez que ela dizia aquilo.—Me desculpa, eu fui uma otária.

Ela apenas virou a página de seu livro sem dizer uma única palavra.

Michiru tinha esse costume de ficar calada quando estava brava com alguém, e Haruka achava isso um pouco engraçado, apesar de ser frustrante quando acontecia com ela.

—Achei que seus poderes fossem ligados ao mar, não ao gelo.

Silêncio.

Haruka sentiu suas mãos suarem.

Ela não sabia dizer se aquela piada servira para melhorar ou piorar o clima ruim que estava entre elas.

E então, ela percebeu que Michiru estava se esforçando para manter o semblante sério e não rir. Ela olhou para a loira com um sorriso no rosto, mas voltou a atenção ao seu livro logo em seguida.

—Por acaso aqui é um universo paralelo ou você acabou de sorrir para mim?—Ela esticou o braço sobre o encosto do banco, quase tocando nos ombros de Michiru.

—Não—ela respondeu depois de um tempo, seu tom sério soando um pouco falso.

—Não o quê?—Haruka sorriu aliviada. Finalmente, Michiru dissera algo.

—Não estou brava com você.—Ela fechou o livro e o colocou em seu colo.—Não agora.

—Ainda bem, porque você sabe que eu odeio te deixar brava.—Ela envolveu os ombros de Michiru com o braço.—Me desculpa?

—Desculpo.—Michiru olhou ao redor e, depois de ter certeza de que não havia ninguém por perto, deu um selinho em sua namorada.—E você me promete que vai controlar seus ciúmes?

—Prometo.—Ela beijou as costas da mão de Michiru e entrelaçou seus dedos com os dela.

Mesmo que fosse impossível deixar de sentir ciúmes, Haruka faria o possível para se controlar, e para não chatear Michiru mais uma vez.



Notas finais do capítulo

(risos http://i2.pixiv.net/c/480x960/img-master/img/2015/07/26/10/56/51/51615649_p5_master1200.jpg)
Não sei se vou escrever os outros dois casais que escolhi (Reigisa- Free, e TetoRuko-Utau), vamos esperar e ver o que a minha criatividade tem para mim.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Em branco" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.