Mini cupido escrita por Malu


Capítulo 14
Mulheres


Notas iniciais do capítulo

Me desculpem, mas não consegui cumprir a promessa.



P.O.V Jo

Havia feito quase um mês desde que Jonathan me pediu ajuda sobre aquela tal de Cecile. Íamos marca outro dia para eu ajuda-lo quando, de repente, ele chegou até mim esta manhã e disse que esquecesse sobre toda a pesquisa. Esquecesse que Cecile existia.

Fui ao trabalho pensando no que havia acontecido. Eu estava no caminho quando vejo uma mulher parada na frente do laboratório. Uma mulher muito bonita e misteriosa... Muito misteriosa e intrigante.

JD- Com licença? -Falo me aproximando dela.

C- Oh, sim? –Ela pergunta.

JD- Você precisa de alguma ajuda? –Pergunto

C- Não. Mas obrigada. –Ela responde sorridente.

JD- Então, tudo bem.

C- É com licença. –Ela se vira e atende ao telefone que toca “Help” dos Beatles.

Dou licença e vou até a sala de descanso. Logo quando entro, Flack vem falar comigo:

DF- Oi, Jo. O Jonathan já foi trabalhar.

JD- Primeiro, oi. E segundo, o seu primo não dormiu lá em casa. Mas passou lá para falar comigo.

DF- Ah, não? –Pergunta confuso.

JD- Não.

DF- Que estranho. Tenho que ir.

Ele beija Stella e sai logo em seguida. Confesso que isso me deixou bem curiosa e intrigada. Mas eu iria falar com Jonathan mais tarde, então deixei de lado por um tempo e foquei no trabalho.

P.O.V Don

Eu já estava bastante curioso porque o Jonathan andava meio estranho ultimamente. Mas agora que a Jo disse que ele não dormiu na casa dela, eu fiquei mais ainda. O John nunca foi um homem misterioso. É sempre alegre e sério ao mesmo tempo.

Fui até a promotoria, mas lá ele não estava. Caramba, eu estou mesmo preocupado com um primo da mesma idade que eu? É, parece que sim.

Eu estava saindo da promotoria e ligando para ele quando vejo algo estranho: Uma mulher. Não uma simples mulher, mas uma mulher que eu tinha certeza de que já havia visto antes. Ela tinha cabelos loiros e compridos. Quando me viu, primeiro me encarou e depois desviou o olhar. Deixei os pensamentos de lado e fui para a delegacia, pois eu tinha que trabalhar.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Mini cupido" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.