Recomeçando escrita por Bia Snow


Capítulo 5
Capítulo 5


Notas iniciais do capítulo

Desculpem a demora,assim que der respondo os reviews
cap pra HeleenaaRodrigues *--* Espero que goste



Acordo de manhãzinha com um forte enjôo.
Tento me aninhar a Peeta ora ver se o enjôo passa,mas a cada mexida que eu dou,essa sensação ruim no meu estomago aumenta.
Tento não me mexer mais para não acordar Peeta,mas o enjôo só está ficando pior.
Quando sinto que não vou mais conseguir segurar,dou um pulo da cama e corro em direção ao banheiro do nosso quarto.
E lá eu coloco TUDO pra fora,tudo que eu comi ontem.
Eu odeio vomita.
É horrível,é uma sensação muito, muito , muito ruim.
Quando ainda estou lá , colocando as tripas pra ora , sinto alguém pegando meus cabelos e colocando pro alto,e sinto ele esfregar minhas costas,me confortando.
Quando finalmente parece que tudo esta pra fora,Então enxáguo minha boca,escovo meus dentes e depois eu me sento no chão e me apoio no peito de Peeta.
-Melhor ? - ele me pergunta,enquanto trança meus cabelos
--Acho que sim.Me desculpe ? - digo
-Pelo que amor ?
-Por ter te acordado - depois que ele diz,ouço ele soltar um riso - Porque está rindo ?
-Amor , você acha que me preocupo em acordar pra ajudar você ? Lembra que prometi cuidar de você até que a morte nos separe, ainda mais agora, que você está grávida da nossa Pearl, é claro que vou cuidar da minha bebê,quer dizer das minhas bebês - ele diz e me dá um beijo na bochecha
-Obrigada
-Não precisa agradecer querida,eu sempre estarei com você
-Eu também.
-E eu não ganho nenhum beijinho de bom dia ? - ele pergunta com aquela carinha de cachorrinho pidão.
-Claro que ganha meu maridinho lindo - digo e me viro pra encontrar seus lindos lábios que eu tanto amo beijar.
Demos um beijo que eu nunca me canso de sentir aquelas borboletas no meu estomago.
Quando me desprendo dele me levanto e sinto uma tontura.Me seguro na pia pra não cair.Peeta percebe e vem do meu lado.
-Amor, você está bem ? O que ta sentindo ? Quer que eu chame um medico ? - ele me pergunta apavorado
-Não se preocupe amor, foi só uma tontura.Já estou melhor, sério - digo o fitando
-Tem certeza ?Eu posso mesmo chamar um medico - ele insiste
-Não precisa Peeta,sério,eu to bem.Eu vou me deitar - digo sentido que logo uma nova tontura viria
-Quer que eu te ajude ?
-Não, eu consigo.Pode usar o banheiro
-Ok querida.Qualquer coisa me chama ta.
-Tá
Saio do banheiro e ando até meu quarto,mas como previsto a tontura me vem.E bem mais forte do que as outras.Tento me segurar em algo,mas não há nada em que me apoiar,então desabo no chão,batendo minha cabeça em algo.
Então ouço Peeta gritar
-OH MEU DEUS KATNISS - foi a única coisa que ouço antes de tudo ficar preto

XXXXXX

Quando acordo estou deitada na minha cama.
Peeta está sentado na cama ao meu lado,segurando minha mão.
Sinto uma faixa em volta da minha cabeça.E a mesma está doendo demais.
Tento me lembrar o que aconteceu.E a ultima coisa que me lembro,foi sair de dentro do banheiro e ter uma forte tontura e cair no chão.
Resolvo chamar Peeta
-Peeta - o chamo sacudindo de leve seu braço - Peeta - o chamo de novo.Então ele abre os olhos e os esfrega.
-Voce acordou - diz ele e me dá um beijo na testa
-O que aconteceu ?
-Voce não se lembra
Balanço a cabeça negativamente.
-Ok, quando você saiu do banheiro, fui escovar os dentes,quando ouvir algo despencar no chão e bater a cabeça, foi quando vi que era você.Então corri até você,e sua cabeça estava sangrando,eu me apavorei.Então te peguei no colo e te coloquei na cama e liguei pra recepção pedindo um medico urgentemente.Enquanto os médicos não chegavam eu estanquei seu sangue,quando eles chegaram,eles examinaram sua cabeça,vendo se não teve nenhum trauma.Depois examinaram a bebê e não deu nada, e te deram um soro pra você não ficar fraca.E eu estava quase ligando pro medico novamente porque você não acordava,eu tava ficando preocupado minha linda - ele diz acariciando meu cabelo
-Tá tudo bem mesmo com a nossa Pearl Peeta ? - pergunto sentindo o nó na garganta
-Tá sim querida,agora o doutor disse que você tem que ficar de repouso e se alimentar direitinho,e não se esforçar.E eu cuidarei muito bem da minha esposa.
-Mas agente ia voltar pro 12 amanha
-Eu sei,por isso que adiei nossa volta pra daqui três dias , até que você tenha se recuperado.
-Oh,mas vou ter que ficar aqui no tédio ?
-Tédio ? Vou ficar com você, e sei que você é teimosa,eu farei tudinho por você,até te ajudar a tomar banho eu farei - ele diz isso com um sorriso malicioso
-Safadinho - digo fazendo ele rir.
-Reunindo o útil ao agradável meu amor
-Então já que o senhor vai cuidar de mim,eu to com sede
-É pra já, vou pegar um copo de água pra você
-ok
Ele se levanta e vai até ao mini frigobar que tinha na suíte e pego uma garrafa e enche o copo com uma água bem geladinha e me traz
-To - ele estende a água pra mim
Me sento na cama e pego o copo
-Toma de golinho
Eu levo o copo até a boca e bebo de golinhos.
Quando termino estendo o copo pra Peeta,que coloca o mesmo na mesinha.
Ele volta a se sentar ao meu lado,me puxando pra perto dele, passando seu braço pela minha cintura e deito no seu peito
-Tenho que ligar pra minha mãe amor - digo
-Ah ,ela ligou enquanto você estava desacordada
-E o que ela queria ?
-Falar com nós,perguntar sobre Pearl,ela ficou preocupada quando disse que você desmaiou,e já contei que iremos ficar mais um pouco aqui.
-Hmm,e Haymitch ligou ?
-Ligou sim,ele conversou comigo e nos deu o parabéns pela neném.Falei com o Danny também,ele disse que estava morrendo de saudade da tia e do tio dele,e que agente esqueceu ele por causa do bebê.Acho que ele ta com muito ciúmes Kat,isso porque a neném nem nasceu
-É meu amor,ele morre de ciúmes.Eu quero falar com ele.
-Ok, o telefone eu deixo você usar.
-Bobinho,agora pega o telefone pra mim senhor Mellark
-Ok,senhora Mellark
Ele levanta e vai pegar o telefone pra mim, ele me entrega e disco o numero da minha mãe,dá alguns toques e alguém atende
-Kat ? - é a voz de Prim
-Sim,sou eu Prim
-AH meu Deus Kat, você ta bem ? Voce melhorou ?
-Melhorei sim ,e você ta bem ?
-To sim,acabei de chegar de um encontro - diz ela toda feliz
-Encontro Primrose ?
-Simm, um encontro
-Com quem ?
-Só irei contar quando você voltar
-Prrriiim
-Nem adianta, não irei contar,nem a mamãe
-Chata - ela ri - Agora deixa eu falar com a mamãe
-Ok, tchau Kat,te amo
-Tambem te amo Prim
Minha mãe pega o telefone e diz
-Oh minha filha,como fiquei preocupada com você, está melhor querida ?
-To sim mãe,eu tenho o melhor medico - digo piscando pra Peeta
-Que bom querida,e a minha netinha está bem ?
-Ta sim,ela só está me dando tonturas e enjôos
-Isso é normal, você me deu enjôos até os 4,5 meses
-Uau,tudo isso ?
-Pra você ver querida
Demos risadas
-Querida,tenho que desligar, o namoradinho da sua irmã está aqui,tenho que vigiar
-Mãe quem é esse namoradinho dela ? - pergunto extremamente curiosa
-Ela não me deixa te contar Katniss,ela quer fazer surpresa
-Ahh mãe
-Desculpe querida,bom vou desligar,não vou deixar aqueles dois sozinhos.
-Tudo bem,mas ela me paga - digo rindo
-Tchau querida,dê um beijo no Peeta e na minha netinha
-Pode deixar, beijo mãe,te amo
-Tambem te amo mãe
Desligo o telefone e Peeta está rindo
-Então quer dizer que Prim está namorando ?
-É você acredita ? Prim namorando, e ela não me conta quem é
-Como minha esposa é curiosa meu Deus - diz ele me envolvendo em seus braços.
Ele me beija então.Seus lábios são tão gentis quando encosta nos meus.Aprofundamos o beijo,mas eu interrompo pois tive um desejo.
-Amor - digo tentando fazer com que ele me pare e beijar.-Amoor -digo de novo
-Hmm
-Eu to com desejo
-Desejo ?
-É desejo,sabe aquela vontade doida de comer algo quando se está grávida
-E o que seria ?
-Pães de queijo
-Paes de queijo ?
-É,mas não qualquer pão de queijo,o seu pão de queijo
-E onde vou arrumar coisa pra fazer pão de queijo amor
-Tá se você não quer fazer é so dizer - digo emburrada e virando pro outro lado
Hormonios
-Calma amor, vou ver o que posso fazer - ele diz depositando um beijo na minha cabeça e sai pela porta

XXXXXXX

Duas horas depois ....

-Olha amor o que eu fiz .. - enquanto ele se aproxima,já posso sentir o cheiro dos pãezinhos de queijo do meu marido
-Voce fez - digo extremamente feliz e com um sorriso nos lábios
-Claro,esqueceu que eu cuidarei de você ?
-Obrigada meu amor,agora me dá
Ele me entrega o prato ,mas antes de eu colocar o primeiro na boca ele tira o mesmo da minha mão
-PEEEETA - grito - Mee dá - digo feito criança mimada
-Eu dou pra você minha bebê
-Bobo
-Agora abre a boquinha
-Eu não sou criança
-Eu sei,é bebê,minha bebê
Dou risada
-Agora abre a boquinha - ele diz
Abro a boca
-Olha o aviazinho - diz ele aproximando o pão de queijo da minha boca,colocando gentilmente na minha boca, e logo o delicioso sabor do pão de quejo explode na minha boca.
-Hmmmmmm,que delicia
-Gostou ?
-Claro,assim como tudo que você faz
-Obrigado,agora abre a boquinha pro outro
Então continuamos assim até eu encher minha barriga com os deliciosos pãezinhos de Peeta.
-Obrigada querido,estava delicioso.
-Dinada querida
-Agora eu to com sono, to de barriga cheia e a Pearl parece ter me deixado livre das tonturas e dos enjôos pelos menos por enquanto - digo acariciando minha barriga,já mais saliente.
-Então vem deitar
Ele me aconchega mais na cama e me cobre.
Logo ele já ta deitado ao meu lado,e me envolvendo em seus braços.
Então durmo mais uma vez nos braços do meu marido.


Notas finais do capítulo

reviews *--*



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Recomeçando" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.