The Shield escrita por MariSpoladorMoreira, Sandy


Capítulo 37
Capítulo 36: Finalmente!


Notas iniciais do capítulo

Olá meninas voltamos. OBG a todas, eu realmente estou um pouquinho menos cansada. Mais vamos levando a vida como dá né? Enfim. Para aquelas que perguntaram eu tenho 16 aninhos. Ai como estou velha kkkkkkkkkkkkk! Mais enfim, essa semana que vem poff! Tenho prova a semana toda. Maiis enfiim, gente a Mariica ficou divona de debutante. Como ela diz: Secsi. Sejam bem vindas leitoras novas, estamos muito contentes. Esperamos que apreciem, chorem e riam muito com nossa Lisinha, Thony e nosso amorzinho.
Beijãoo divas ;***
Sandy
*-*-*-*
Boa noite lindonas!
MUITO obrigada pelo carinho e atenção de vocês! Li todos os comentários, e fiquei extremamente feliz!
Sim gente, tenho somente 15 anos (para as que não acreditaram! k.) Graças a Deus e a torcida de vocês, minha festa foi tudo que eu sempre sonhei, estou super feliz!
Quem quiser ou tiver curiosidade para ver fotos, eu postei algumas em meu blog pessoal... Tem poucas ainda, mas logo tem mais: http://cryforthemoonmah.blogspot.com/
Bem vindas leitoras novas, bem vindas leitoras \'velhas\', esperamos que curtam!
Beijos,
Máh.




Bella estava distante essa última semana. Desde que contei a ela sobre o ocorrido com Tânia. Uma semana sem nem beijá-la normalmente. Ai Deus, homem sofre. Quando não é na gravidez é a TPM. Dormir abraçado com ela é o mais próximo que eu conseguia chegar dela. Isso estava me matando! Sua barriga estava linda, a mãe mais perfeita que poderia existir, ela cantava para eles todas as noites... Sempre uma cena linda.

- Bella? – chamei quando estava entrando em casa, depois da levar Lisa e Anthony na escola. - Amor?- escutei um gemido e subi as escadas correndo. Meu deus que ela não esteja perdendo nossos filhotinhos. Abri a porta do quarto num rompante, os gemidos aumentaram, mas ela não estava lá. Cheguei à porta do banheiro, estava entreaberta, olhei pela fresta e me deparei com algo que ao vivo e a cores nunca esperaria. Bella estava se masturbando. Meu pequeno- grande – amigo se animou, mas por outro lado foi broxante. Eu ali querendo ter ela como sempre, cheio de amor para dar, e ela ali usando os dedos?  Escutei seus gemidos se tornarem grunhidos até quando a vi gozar. Voltei me sentei na cama. Escutei o chuveiro ser ligado vinte minutos depois ela apareceu de roupão.

- Oi amor, não te vi chegar, porque não chamou?

- Eu chamei, mas você estava tão excitada que nem me ouviu- seu rosto ficou pálido, ela tremeu um pouco. - Me responda... Eu não sou homem suficiente para você não Bella?

- Claro que é meu amor. Que pergunta idiota. Eu te amo... – ela sorriu um pouco.

- É? Mas não parece! É eu chegar pertinho de você me dá um beijo mixuruca, se afasta. Eu chego e me deparo com você se estimulando Bella. Não estou reclamando, nem nada poderia ficar sua gestação toda sem sexo, se fosse o que você e nossos filhos precisassem... Mas amor, você está com libido em alta. Mais não deixa eu te tocar nunca! Porque isso?

- Edward, você e meus filhos são minha vida. Mas eu estou gorda, feia e eu quero me sentir bem com você.

- Então eu te deixo incomodada?

- Não, pelo amor de Deus, eu só tenho medo de você não ficar satisfeito, e procurar outra- ela baixou a cabeça chorando- Eu só quero que você tenha prazer...

- Bella mais do que isso, não sou só eu que importa, você também. Nossa relação sempre foi baseada na confiança. Eu te amo. E você está carregando os nossos filhos na sua barriga linda, você não está gorda nem feia. Está linda e sexy. Homens olham para você.

- Não importa eu sou só sua.

- Eu também, nenhuma mulher é o suficiente para me suprir como você faz sua linda e super sensível...

- Eu te amo.

- Eu sei. E eu te amo demais meu amor, pare com essa bobeira agora ok? Me promete?

- Prometo...

[***]

Estávamos a caminho de mais uma consulta de pré- natal, e com alguma sorte poderíamos ver o sexo dos bebês. Eu e Bella estávamos ansiosos e nervosos, Lisa estava eufórica, ansiosa também, mais que nós dois.

- Olá família. Como vão?- disse a doutora sorrindo – Como passaram o tempo desde a última consulta?

- Tudo bem...

- Tem se alimentado, tomados as vitaminas Bella? – perguntou.

- Perfeitamente...

- E o papai e a irmã? – sorriu.

-Vamos bem. – respondi

- Doutora, hoje agente pode ver o que os bebês são?- perguntou Lisa empolgada, cortando papo.

- Se eles deixarem sim...

- Iupi! – Passamos pelo procedimento padrão. Bella se deitou na maca, tensa. E a médica começou o exame.

- Bem, eles estão perfeitos, em formação ainda, mas estão super saudáveis, estou feliz em ver isso...

- E o que é doutora?

- Bem, eles estão de perninhas fechadas.

- Vamos lá bebês, mostrem para o papai, o que vocês são? Hein?- disse para a barriga.

- É bebês. Eu sou Lisa, agente quer saber a cor das roupinhas! – disse minha bebê empolgada. - Eles sabem quem eu sou mamãe?

 -Claro linda. - disse Bella. - Eles sabem que você os ama.

-Tenho novidades. - eu olhei para o monitor, havia feito um trabalho na faculdade e percebi o que estava a caminho. -Mamãe, temos aqui dois garotões. Parabéns, dois meninos!

- Oh, minha nossa! – Bella começou a chorar loucamente, e Lisa me abraçou, e juntos, abraçamos Bella.

Agora começa a loucura... – pensei, já imaginando o estardalhaço que minha mãe, Alice, Rosalie, Bella e Lisa fariam para comprar as coisas dos bebês...