Foto de Melvin
Melvin nível 1
ID: 675380
Cadastro:
  • 02/05/2016

  • Era uma vez, uma pessoa boa e legal chamada Melvin! Não era do tipo que tinha mal humor ou muito humor, na verdade, seria certo dizer que esta pessoa existia em uma neutralidade estranha e incomum, sem animo, sem rumo, mas vivendo feliz e sorrindo sempre que possível como um gnomo em um novo jardim, rss.

    Melvin gosta de escrever e ler, mas se distrai muito com o mundo real, os amiguinhos, outras pessoas e essa rotina que o afoga. Ele tem uma estranha mania de dizer que está tudo bem mesmo quando não está. Esse ser tem uma postura meio orgulhosa, um leão albino que gosta de ser notado, mas, se o ver de verdade e conhecer, é apenas um gatinho xarope que gosta de perturbar e ter atenção. XD

    E essa criatura, estranha, instável e ≠, admite que escrever historias e ler é uma coisa que o faz se sentir bem, como o álcool que atordoa a mente e faz momentos tristes se tornarem suportáveis ou momentos divertidos em mais divertidos ainda. Talvez esta pessoa deva ser conhecida com cuidado, não queira se apegar ao Melvin, pois em um momento ele vai grudar em você, mesmo que você não perceba, e se o deixar sozinho depois disso, pode ser ruim para o coração dessa criatura amável (rs). Mas, calma, se esse lesado louco fizer algo de estranho um dia, seja falando ou stalkeando, deve só saber que ele gosta de você e estará do seu lado se conseguir der o que ele procura de bons amigos. 

    (*˘︶˘*)

     Codinome: Melvin. Nsc.: 26 de Agosto. Brasileiro, São Paulo - interior. Passivo musicalmente (já que só ouço, hehehe), virginiano sem condizer muito com a definição do signo, novato conhecedor da literatura juvenil, interessado em cinematografia, em videografia, musicas e bandas, stalker de atores, padawan do mestre google e etc. Futuro, quem sabe, motorista de taxi - mentira! Futuro publicitário, com o hobby de artista plástico e com um caída para musica (sim, quem sabe DJ?) e fotografia. Às vezes é adepto de falar de si na terceira pessoa, e tu ficou interessada(o) seu nome é Kássio, apelidado de Kass coração. Ah, e é doador de abraços.

    Ficarei feliz se resolver conferir alguma de minha fictions. E veja o que quiser. Também pode mandar MP, sempre respondo na onda que me vier, é sempre bom ter boas razões para verificar o site.

    ☑ Sobre mim e a escolha de fotinho do perfil (29/04/2016):

    — "Aquele momento que estou pensando, e me lembro que tava no meio de uma conversa, e fico sem jeito com meus próprios pensamentos em locais publico e distração". 

    (20/03/2017) — Eu sou um vampiro! Vou sugar sua tristeza semanal até você rir descontroladamente, tentando me afastar do seu pescoço e me fazer parar de te fazer coceguinhas! Muahahaha!

     [Não me pergunte o que tem no meu chá/Toddy de cada manhã, tem dias que fico estranho. XP]

     Minha frase preferida para mim mesmo:

    "Pare de assoprar essa fogueira. Você não sabe até onde essas chamas podem queimar."

    Essa musica combina comigo [♪♫♩♫]: Garoto Perdido, de Ruth B.

    "Houve um tempo em que eu estava sozinho, sem ter para onde ir e nenhum lugar para chamar de lar. Meu único amigo era o homem na lua, e mesmo às vezes ele ia embora também.

    Então, numa noite, assim que fechei os olhos, eu vi uma sombra voando alto. Ele veio até mim com o seu sorriso mais doce e me disse que queria conversar um pouco. Ele disse: Peter Pan, é como eles me chamam, eu prometo que você nunca mais estará sozinho.

    E desde aquele dia eu sou um garoto perdido da Terra do Nunca, normalmente saindo com Peter Pan e, quando estamos entediados, brincamos na floresta, sempre fugindo do Capitão Gancho. 'Fuja, fuja, garoto perdido', eles dizem para mim.

    Longe de toda a realidade, a Terra do Nunca é o lar de garotos perdidos como eu. E garotos perdidos como eu, são livres.

    Ele borrifou pó de pirlimpimpim em mim e me disse acredite, acreditar nele e acreditar em mim, juntos vamos voar para longe em uma nuvem de verde para o seu belo destino. Enquanto subíamos acima da cidade que nunca me amou, eu percebi que eu finalmente tinha uma família. 

    Logo chegamos na Terra do Nunca, pacificamente meus pés tocaram a areia e desde aquele dia eu sou um garoto perdido da Terra do Nunca. Normalmente saindo com Peter Pan e quando estamos entediados brincamos na floresta, sempre fugindo do Capitão Gancho. 'Fuja, fuja, garoto perdido', eles dizem para mim, longe de toda a realidade.

    A Terra do Nunca é o lar de garotos perdidos como eu. E garotos perdidos como eu são livres. 

    Peter Pan, Sininho, querida Wendy e até mesmo o Capitão Gancho, você é a minha história mais perfeita Terra do Nunca, eu te amo tanto, você agora é meu lar, doce lar. Sempre um garoto perdido afinal, e eu sempre cantarei: eu sou um garoto perdido da Terra do Nunca. Normalmente saindo com Peter Pan e quando estamos entediados brincamos na floresta sempre fugindo do Capitão Gancho. 'Fuja, fuja, garoto perdido', eles dizem para mim longe de toda a realidade.

    A Terra do Nunca é o lar de garotos perdidos como eu. E garotos perdidos como eu são livres.