Foto de MihoSaori
MihoSaori
ID: 6219
Cadastro:
  • 06/07/2008

  • Notas da Autora:

     

    Eai, manolos?

    É, eu sei, faz tempo pra caralho.

    Mas a culpa é da faculdade e o seu semestre infernal que não me deixa tempo nem pra respirar. É, passei *-*

    Obrigada a todas as mensagens adoráveis de apoio que eu recebi, aliás. *-*

    Indo ao que interessa. Esse profile permanecerá, mas nele serão postadas apenas as minhas fanfics. Contos, poesias, originais e pensamentos aleatórios poderão ser encontrados em outro local, e deixarei o link aqui tão logo esse canal entre no ar.

    De resto, vocês já sabem.

    Insuportável, irônica, cretina, arrogante, narcisista. A não ser que eu goste de você.

     

    MihoSaori.

     

    "Amigas...

    Porque com elas, saem segredos, histórias, sonhos e lembranças... E as amo, a cada uma, de um jeito único e incomparável.  Porque nenhuma palavra previamente dita, equipara-se ao sentimento de tê-las como família.

    Porque são, definitivamente, as melhores partes de mim. São minhas horcruxes. Pedacinhos da minha própria alma."

    MihoSaori.

     

    Para todas as pessoas muito legais e bacanas que me deram pontos sem cobrar nada em troca, muito obrigada. Mesmo. :*

     

    Eu não acredito em bem ou mal. Não tenho certeza sobre a existência de Deus. Tampouco acredito no diabo.

    Não acho que sei mais do que todos, ou menos do que qualquer um.

    Não nasci pra seguir. Muito menos pra guiar.

    Se eu mesma não sei pra onde estou indo, como poderia levar alguém?

    Eu me amo acima de qualquer coisa. Odeio qualquer um por qualquer motivo. Pouco me importo com a opinião alheia e tenho um cérebro só meu, obrigada. Justamente por pensar sozinha, mando em mim mesma.

    Extremamente arrogante e terrivelmente irônica.

    Cinismo e sarcasmo são minhas segunda e terceira línguas.

    Gosto de terror. De sangue, vermelho, da lua, da dor, do medo. Gosto de assustar as pessoas.

    Acredito que quem você admira diz muito sobre você.

    As vezes, meu violão é minha melhor companhia.

    Não me importo com o silêncio. Sei que não é quando estou acordada que meus fantasmas vem me assombrar.

    Ainda tento encontrar Nárnia no meu guarda-roupas.

    Quero fugir de casa para me tornar uma criança perdida e então ir para a Terra do Nunca com o Peter Pan.

    Procuro o coelho branco, passando apressado e olhando em seu relógio, no jardim.

    Me pergunto se um dia receberei um envelope e dentro dele estará um anel com inscrições élficas em seu interior.

    Viro dentro da viela de um hotel, procurando ver o par de gêmas em vestidos azuis no final do corredor.

    Durmo esperando ter um pesadelo onde um homem queimado de chapéu e sueter listrado com uma luva de navalhas me corta. E ao abrir os olhos, os cortes estão lá.

     

    Aliás, alguém aí sabe onde está minha carta de Hogwarts?