Foto de CPP
CPP
ID: 538105
Cadastro:
  • 17/11/2014

  •   Alguns dizem que uma das coisas mais difíceis de fazer, é conhecer novas coisas e ideias, outros dizem que é aceitar os outros, tem uns que acham que a coisa mais difícil de fazer é amar, alguns até pensam que é odiar, outros até dizem que é ser feliz e se divertir, fazendo a coisa certa (que na maioria das vezes parece errada) ao mesmo tempo. Eu acho que a coisa mais difícil de se fazer é escrever.

    Porque quando escrevemos descobrimos coisas que nunca imaginávamos conhecer, aceitamos novas ideias e pessoas, amamos nossos personagens como se fossem nossos melhores amigos, e alguns odiamos como se eles realmente existissem, e escritores conseguem fazer isso e ao mesmo tempo ser feliz e amar o que faz.

    Nem todas as pessoas saem na rua e olham as pessoas e falam "Nossa, aquela pessoa parece um personagem da minha fanfic" ou até mesmo "Nossa, olha o que eles estão falando, melhor anotar, isso pode dar em uma fanfic!"

    Só os escritores sabem o que é escrever a mesma coisa mais de dez vezes, e no fim, voltar para a primeira ideia. Só um escritor sabe o que é ficar acordado até ás 2 da manhã, para escrever uma ideia ótima que teve. Só um escritor pode imaginar ter as melhores ideias nos momentos mais improváveis, tomando banho, comendo uma comida do dia-a-dia ou até mesmo na escola.

    Para algumas pessoas escrever é só pegar uma folha de papel ou um PC e começar, que na primeira tentativa vai sair uma história perfeita, não é assim, e só um escritor sabe como é difícil ter uma boa ideia e conseguir escrever, pensar em uma ideia que nenhuma das 207 milhões de pessoas ainda não pensou, uma ideia única.

    Os escritores sabem que (infelizmente) nunca irão escontrar seus maiores companheiros, seus melhores amigos, os que dividirão momentos com você que ninguém mais é capaz de dividir, seus personagens e suas histórias.

    Para alguns são só alguns personagens sem nada, só personagens, mas ele tem sentimentos, eles choram, eles sorriem, eles cantam, eles sentem dor, eles se apaixonam, eles morrem e eles são felizes (alguns), eles são quase pessoas reais, a única diferença, é que eles são controlados por outra pessoa, os escritores.

    E somos nós, os escritores, que decidimos quando eles vão chorar ou quando eles vão sorrir, e nós choramos com eles e sentimos sua alegria, como se fosse nossa, e quando morrem, sabemos que eles ainda estão bem vivos, porque ideias nunca morrem.

    Escritores são estranhos, né? Choram por personagens que não existem, ficam bravos quando uma ideia não da certo e ate ficam felizes por coisas que nunca aconteceram.

    E é isso o que passa na cabeça de um escritor, quando ele se depara com uma folha em branco e uma caneta, porque sabem que quando fazem isso, estão alegrando outras pessoas, pessoas que eles não conhecem e nunca vão conhecer. 

    E essa escritora que tem apenas 15 anos viveu muito mais coisa do que alguns jamais vão imaginar.

    Agora, um breve relato sobre mim:

    ♥ Tenho 15 anos.

    ♥ Meu nome é Luiza.

    ♥ Escrevo no Spirit: https://spiritfanfics.com/perfil/tsukinikerino

    E é isso ♥ 

    Se quiserem conversar, me mande uma MP ♥



    Fanfic3238 mudou seu nome para Chocolate com Pimenta e Pipoca07/03/2015
    Chocolate com Pimenta e Pipoca mudou seu nome para CPP08/11/2017