Foto de Heosphoros
Heosphoros nível 1
ID: 440449
Cadastro:
  • 28/02/2014

  • Um "oi" para você que visitou o perfil de uma Potterhead, Tributo, Semideusa do Chalé de Hécate,Caçadora de Sombras, Membro do Clã dos Magos, Pirata, Cartomante do Circo da Noite e Bruxa *-*

    Eu poderia fazer várias frases sobre como gosto de chocolate e como a luz do meu celular é um Lummus, mas prefiro prestigiá-los com minhas citações favoritas e parar de falar de mim o teeeempo todo.

    Enjoy it.

    . . .

    "Um sonhador é aquele que traça seu caminho à luz da lua, e seu castigo é ver o amanhecer antes do resto do mundo"

    Oscar Wilde

    "Há doenças que caminham nas Trevas;

    e há os anjos exterminadores, que voam envoltos nas cortinas de imaterialidade e uma natureza reservada;

    a quem não podemos ver, mas cuja força sentimos,

    E afundamos sobre suas espadas".

     

    Jeremy Taylor, "Sermão de um Funeral".

    "O ódio não é nada, quando posto na balança contra a sobrevivência"

    Valentim Morgestern, Cidade das Cinzas.

    Conheço suas ruas, doce cidade;

    Conheço seus demônios e anjos que se reúnem e se empoleiram em seus galhos como pássaros;

    Conheço você, rio, como se corresse pelo meu coração.

    Sou sua filha guerreira.

    Há cartas escritas com seu corpo como uma fonte é feita de água.

    Há línguas da qual você é o projeto,

    E quando as falamos,

    A cidade ascende.

    Elka Cloke, ESSA LÍNGUA AMARGA.

    "Nossa festa acabou. Nossos atores,

    que eu avisei não serem mais que espíritos,

    derreteram no ar, no puro ar:

    e como a trama vã desta visão,

    as torres e os palácios encantados,

    templos solenes, como o globo inteiro,

    sim, tudo o que ele envolve, vão sumir

    sem deixar rastros. Nós somos a matéria

    de que se fazem os sonhos, e esta vida

    encerra-se num sono".

     

    William Shakespeare, A TEMPESTADE.

    "Essas alegrias violentas possuem fins violentos. Falecendo no triunfo, como fogo e pólvora. Que, num beijo, se consomem"

    William Shakespeare, ROMEU E JULIETA

    "Quem luta com monstros deve velar para que, ao fazê-lo, não se transforme também em monstro. E se tu, por muito tempo, contemplas a um abismo, a ti também o abismo contempla".

    Friederich Nietzsche.

    “Não ouso tocá-la sempre, temendo que o beijo
    Deixe meus lábios queimados. Sim, Deus, um pequeno êxtase
    Breve êxtase amargo, que se tem por um grande pecado;
    Porém sabeis quão doce é o sabor ofertado.”

    Algernon Charles Swinburne, “Laus Veneris”

    "A virtude dos anjos é que eles não podem deteriorar;
    o defeito é não poderem melhorar. O defeito do homem é que ele não pode deteriorar; e sua virtude é poder melhorar."

    Ditado chassídico

    Quando eu for, um dia desses,
    Poeira ou folha levada
    No vento da madrugada,
    Serei um pouco do nada
    Invisível, delicioso

    Que faz com que o teu ar
    Pareça mais um olhar,
    Suave mistério amoroso,
    Cidade de meu andar
    (Deste já tão longo andar!)

    E talvez de meu repouso...

    Mario Quintana

    Que a força do medo que tenho
    Não me impeça de ver o que anseio;
    Que a morte de tudo em que acredito
    Não me tape os ouvidos e a boca;
    Porque metade de mim é o que eu grito,
    Mas a outra metade é silêncio...

    Que a música que eu ouço ao longe
    Seja linda, ainda que tristeza;
    Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada
    Mesmo que distante;
    Porque metade de mim é partida
    Mas a outra metade é saudade...

    Que as palavras que eu falo
    Não sejam ouvidas como prece
    E nem repetidas com fervor,
    Apenas respeitadas como a única coisa que resta
    A um homem inundado de sentimentos;
    Porque metade de mim é o que ouço
    Mas a outra metade é o que calo...

    Que essa minha vontade de ir embora
    Se transforme na calma e na paz que eu mereço;
    E que essa tensão que me corrói por dentro
    Seja um dia recompensada;
    Porque metade de mim é o que penso
    Mas a outra metade é um vulcão...

    Que o medo da solidão se afaste
    E que o convívio comigo mesmo
    Se torne ao menos suportável;
    Que o espelho reflita em meu rosto
    Um doce sorriso que me lembro ter dado na infância;
    Porque metade de mim é a lembrança do que fui,
    A outra metade eu não sei...

    Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
    para me fazer aquietar o espírito
    E que o teu silêncio me fale cada vez mais;
    Porque metade de mim é abrigo
    Mas a outra metade é cansaço...

    Que a arte nos aponte uma resposta
    Mesmo que ela não saiba
    E que ninguém a tente complicar
    Porque é preciso simplicidade para fazê-la florescer;
    Porque metade de mim é platéia
    E a outra metade é canção...

    E que a minha loucura seja perdoada
    Porque metade de mim é amor
    E a outra metade... também.

    Oswaldo Montenegro



    Bower Power mudou seu nome para Lilith12/10/2014
    Lilith mudou seu nome para Heosphoros12/01/2015