Foto de Peregrin Agbora
Peregrin Agbora nível 1
ID: 367836
Cadastro:
  • 11/09/2013

  • ATUALIZADO EM: 07/08/2019

    STATUS: Tentando manter a calma, porque me recuso a gastar dinheiro com tintura pra cabelo.

     

    Queridos humanos, fadas, bruxos e criaturas do pântano...

    No momento estou trabalhando para organizar meus cronogramas — porque aparentemente minha habilidade de gerenciamento de tarefas é um tantinho questionável.

    Os projetos pendentes são os seguintes:

    EM NARUTO:

    1. O Jogo da Raposa

    2. Ichinichi Isshou

    3. Dias Perigosos

    4. Seiten no Hekireki

    5. Ossos brancos

    EM VINGADORES/THOR

    1. Apenas a verdade

    EM UNDERTALE

    1. SoulTale

    2. Mais do que gratidão

    EM ONE PUNCH MAN

    1. O mais forte de nós

    EM THUNDERCATS

    1. Mais do que digno

    E OS ORIGINAIS:

    1. E o que vier depois

    2. Malicious Player — Interativa

    3. 00

    4. Ela & Ele

     

    No total 14 (catorze) projetos em andamento... fora os outros 86 (oitenta e seis) que estão na minha gaveta — teoricamente, porque não sei até onde a Cobaia andou chafurdando nas minhas coisas.

    As histórias que planejo retomar/adiantar mais urgentemente são:

    1. Apenas a verdade — porque, foda-se o universo, eu prometi escrever isso na época que estava encerrando Feitiço Falho... e também porque a Cobaia pode ter argumentos muito bons em favor dela.

    2. O Jogo da Raposa — porque, me processem, mas eu gosto de Naruto e eu realmente gostava dessa história.

     

    Daí uma linda fada surge e me pergunta: “Mas, tia, por que apenas esses dois?

    E eu explico: trabalhando em dois projetos simultâneos eu posso driblar um pouquinho melhor minhas crises de ansiedade — e os bloqueios que elas normalmente provocam. Não é um sistema perfeito, mas tenho esperanças de fazer funcionar.

    Uma criatura do pântano sussurra melancolicamente: “Então não teremos histórias novas por um longo tempo...

    Sacudo os ombros, sem compromisso: não exatamente. Eu posso estar escrevendo Apenas a Verdade ou O Jogo da Raposa — e ainda trabalhar em um terceiro projeto, se me bater um surto. O único diferencial é que, se houver uma nova história, só vou postá-la depois de ter corrigido um bom número de capítulos (muito obrigada, Cobaia, por criar em mim uma nova neurose).

    Um duende salta selvagemente por entre os arbustos: “Eu notei que você não anda comentando nas histórias que acompanhava!

    Essa é uma questão complicada... Acreditem ou não, responder a um comentário ou deixar um feedback bacana na história de outra pessoa é uma das coisas que me esforço muito para fazer corretamente. Parece bobagem, mas eu sei o quanto palavras de incentivo são poderosas e valiosas — especialmente para quem está começando, ou para quem sofre de insegurança congênita (chega junto, porque eu entendo o sentimento) — então houve ocasiões em que levei um dia inteiro para escrever um único comentário. E sim, me sinto bem sabendo que provavelmente alegrei o dia de outra pessoa... mas essa mesma dedicação exigia tanto de mim que, no fim, me faltava ânimo para focar nos meus próprios trabalhos. Então, me desculpem... eu preciso me tornar um pouquinho relapsa com meus acompanhamentos, caso contrário não vou conseguir concluir meus próprios textos. Não digo que vou desaparecer, apenas vou transformar isso num evento mais esporádico e casual.

    E um bruxo, como quem não quer nada, comenta: “bateu o espírito da diva, amada?

    Não... eu apenas aprendi a lidar melhor com meus próprios limites. Coloquei esforço demais nas coisas, tentei ir muito mais longe do que podia, e acabei quase destruído uma das coisas que mais me animava. Tudo bem. É normal a gente errar... O importante é aprender com o erro.

    Então, se você — queria entidade mágica desconhecida — chegou até aqui, saiba que tem meu respeito, meu carinho e minha admiração. Não importa se você é um leitor procurando respostas, um escritor querendo explicações ou apenas um curioso que não tá entendendo porcaria nenhuma (aliás, respira e relaxa, porque não é nada grave), você tem minha gratidão. E isto é o que importa.



    JerrPeregrin mudou seu nome para Peregrin22/09/2013
    Peregrin mudou seu nome para Peregrin Agbora20/08/2015
    Peregrin Agbora mudou seu nome para Rumi05/02/2017
    Rumi mudou seu nome para Peregrin Agbora27/04/2017