Foto de L-chan_C-chan
L-chan_C-chan nível 1
ID: 35769
Cadastro:
  • 04/02/2010

  • STATUS DAS HISTÓRIAS:

     

    — TRABALHANDO EM 50 TONS DE UCHIHA — EM ANDAMENTO; POSTAGENS QUINZENAIS.

    — ME ORGANIZANDO PARA VOLTAR COM THE KING. 

     

     

    Estou de volta depois de quase dois anos em hiatus, e a quem interessar os problemas que me levaram a isso, sugiro que leiam a descrição do perfil. Esse texto é um desabafo de parte do que acontecia e do que eu senti nos últimos dois anos, e eu espero sinceramente que os leitores entendam meus motivos ou qualquer recaída que por ventura possa acontecer. 

    Estou tentando me esforçar!

    Obrigada por todas as forças que sempre me mandaram!

    ~

    AVISO - 22 de Março de 2017.

    O que dizer?

    Honestamente, não posso dizer nada além de "sinto muito". Me desculpar pela minha atual inutilidade. Realmente lamento, realmente sinto muito, mas uma há uma nuvem escura, muito escura sob a minha vida.

    É uma nuvem que devia ser um sol, mas que só foi chuva, sempre chuva: meu pai. Talvez eu não devesse estar aqui, desabafando com todo e qualquer um que possa ler, mas preciso. Eu nunca tive um pai, e há dois anos decidi que processaria o homem que devia ter sido. Mesmo sentenciado a pagar uma mixaria (especialmente diante da vida que ele leva com sua família), ele decidiu dificultar tudo. Não só ele, como toda aquela família.

    Eu perdi minha madrasta, que eu sempre amei como uma irmã. Ela desistiu de mim e eu desisti dela. Eles tambem quase tiraram de mim a minha irmã, e com isso, toda minha vontade de qualquer coisa.

    Eu não gosto de dizer que estou doente, mas sinto que estou.

    Parte do meu mundo desabou por causa de dinheiro. Um dinheiro que é pouco, mas que é meu por direito. E embora eu ame escrever mais do que amo a mim mesma, embora eu ame minhas histórias como a melhor parte de mim, eu simplesmente não consigo.

    Eu não quero, nem vou dizer que desisti.

    Nunca.

    Eu continuo tentando todos os dias, de todas as formas, e alguma hora sei que vou conseguir. Sei que minha mente vai se iluminar e que eu vou conseguir voltar a ser o que eu era.

    Isso não é vitimismo, não é desculpinha, como tantas pessoas já tentaram insinuar pra mim. É tudo o que eu sinto, sinceramente.

     

    Obrigada a todos os que lerem.

    "As palavras são, na minha nada humilde opinião, a nossa inesgotável fonte de magia..."

    Dumbledore/JK Rowling.

    ~

    Bem, aprimeira coisa que devem saber é que este perfil pertence à duas irmãs: L-chan, ou Lolli, que é a minha adorada e querida irmã mais velha, atualmente desativada por motivos maiores e C-Chan, ou Candy, que naturalmente sou eu.

    E como só eu estou ativada, vou fazer uma pequena introdução de quem é a C-chan/Candy. :3

    Não, eu não me chamo Candy. Mas quem se importa?

    Tenho vinte e três anos e sou escritora há... Oito? Nove anos? Por aí vai.

    Estou no Nyah há uns seis, sete anos, e posto minhas histórias desde então. Dentre meus trabalhos estão:

    The Vampire Knight (Já concluído);

    Que Chegue Até Você (Já concluído);

    The King e 50 tons de Uchiha.

    A Fanfic Devil Beside You não me pertence. Ela é autoria de minha irmã, então é claro que eu, infelizmente, não posso continuar... Lamento por isso. ;-;

    Mas enfim.

    A tia Candy é uma autora fascinada, e uma leitora ansiosa.

    Posso dizer com toda a convicção do universo que não há nada que me deixe mais feliz do que escrever minhas histórias. Tanto as originais, quanto as fanfics. É quando sento e escrevo que eu me sinto realmente feliz, realizada.

    Também amo ler. Possivelmente é a segunda coisa que mais gosto de fazer na vida. Acredito que, como todo o sagitariano que se preze, adoro viajar... Mas dificilmente preciso sair de casa pra isso.;)

    Sou o tipo de leitora que acaba o livro (quando tem tempo) em horas, ou (quando não tenho tempo) poucos dias, e sou o tipo de pessoa que deixa comentários desnecessariamente grandes nos capítulos dasFFs lidas.

    Potterhead. E Otome (ou Otaku, como você quiser).

    Gosto muito de ler romances, mas na verdade estou bastante eclética nos últimos tempos.

    Gosto de shoujos engraçadinhos e fofinhos, mas também leio shounens,joseis... Gosto de coisas felizes e dramas bonitos, emocionantes e bem trabalhados!

    DEFINITIVAMENTE DETESTO mangás com desgraça (vide Battle Royale).

    Bem... Sobre meus favoritismos...

    Meu mangá favorito. É difícil tentar escolher um... Atualmente, eu diria The Psyco Detective Yakumo, mas se fosse há poucos meses, diria Code: Breker.

    Meu anime favorito? Hm... Provavelmente Clannad After Story.

    História favorita? Fate/Stay Night e Harry Potter.

    Livro favorito? O Morro dos Ventos Uivantes,embora minha autora favorita seja Jane Austen, absolutamente.

    Meu personagem favorito de todos os tempos é a Rin Tohsaka, de Fate/Stay Night, e o meu personagem masculino favorito, Roy Mustang (FullMetal Alchemist).

    Ah!

    Existem duas coisas que se devem saber sobre mim: sou absolutamente fanática por SasuSaku, e extremamente por NaruHina. Para mim,são casais absolutos, e eu não aceito nenhum dos quatro com pessoas diferentes. Você nunca, jamais vai me ver escrever uma história NaruSaku, então se houver algum NS que goste da minha escrita (acho difícil, mas...), lamento. ;.;

    Eu diria que NaruHina e SasuSaku são absolutos opostos, mas ao menos para mim, igualmente encantadores, igualmente fascinantes.

    NaruHina é suave. É carinho, é esperança... É bondade.

    Acredito que Naruto e Hinata são personagens essencialmentebondosos e incrivelmente esforçados: eles passaram uma infância difícil, dolorosa egrande parte suas vidas sendo rejeitados (cada um a sua maneira).

    Ele passou a vida inteira querendo que todos o notassem, e ela passou a vida inteira querendo queelea notasse... E, ainda que Naruto não saiba, foi Hinata a primeira a reconhecê-lo; foi ela a sempre observá-lo, foi ela quem o esperou...

    Por tudo o que passou, Naruto definitivamente merece alguém que o ama e sempre amou incondicionalmente.

    SasuSaku é angústia. É dor, é agonia, é espera... Éamor e ódio, e a esperança de que o ódio de Sasuke seja consumido pelo amor de Sakura.

    Francamente, eu acho que o amor de Sakura é uma das coisas mais admiráveis do mangá. Possivelmente, a ansiedade por ver a conclusão desses sentimentos é o que me mantém como fiel leitora, mesmo após todos esses anos.

    Sakura sempre amou Sasuke. Esperou anos, superou a distância e o fato de ele ter se tornado um "vilão" (entre aspas porque, pra mim, Sasuke mais é vítima do que vilão).

    No começo, seu sentimento era estúpido, infantil e imaturo, mas ele se desenvolveu. Os sentimentos de Sakura cresceram junto com a própria Sakura, e em minha opinião, tornaram-se o maior motivo de seu desenvolvimento. Foi por Sasuke, por seu amor, que ela decidiu se tornar forte; foi por ele que ela treinou arduamente, por ele que ela se tornou quem é hoje: uma kunoichi forte e corajosa, apesar de ser considerada "a chorona" do anime por muitos.

    Bem, só quem é SasuSaku sabe a agonia de ser um SasuSaku. A terrível agonia de esperar cada capítulo, nem que seja por uma insinuação sequer; a terrível angústia de sofrer com a Sakura, e mesmo com o Sasuke... E o tamanho da esperança de que, um dia, poderemos ver os reais sentimentos do herdeiro dos Uchiha.

    E, como SasuSaku será o último tema a ser abordado nesse curto texto de introdução, nada melhor do que uma de minhas frases favoritas para concluí-lo:

    "O mundo não se divide entre pessoas boas e comensais da morte [...] Todos temos luz e trevas dentro de nós. O que importa é o lado pelo qual decidimos agir."

    Sirius Black/JK Rowling

     

    Até mais! O_/