Foto de Anna Peixoto
Anna Peixoto nível 1
ID: 2148
Cadastro:
  • 10/06/2007

  • Se eu contasse minha história para você, provavelmente você riria/faria cara de cético/seria irônico. Mas enfim, se você veio aqui deve ser porque realmente gosta do meu trabalho/ é um curioso/me viu online ali em baixo (isso ainda existe?)/quer tirar meus pontos de popularidade(ISSO FOI BANIDO QUE EU SEI).

     

    Minha vida como escritora começou na minha tentativa (frustrada/besta) de entrar no mundo de Harry Potter e eu consegui planejar aos onze anos de idade uma série completa de sete "livros" sobre minhas próprias aventuras em Hogwarts com direto de plantar uma prima do Harry e uma afilhada do Snape. Eu escrevi dois desses livros e iniciei o terceiro, que foi parado quando eu comecei a ouvir a banda Simple Plan e depois disso eu tentei, novamente, escrever algo que pudesse ser frustrado/besta, no entanto divertido e que ninguém leria. O resultado foi A Misteriosa Morte de David Desrosiers, que no início(?) era besta, e o que deu foi mais de 100 mil acessos, eu já estive em 3 TOP 10 deste site (Fanfiction Mais Lida, Fanfiction Mais Longa e Série Mais Favoritada),  reconhecimento internacional (algo como acessos da Dinamarca/Alemanha/Israel/República Checa), tradução para a língua espanhola, divulgação em um site de projeção nacional, fãs estranhos/histéricos que confundem a fanfiction com a realidade, plágios e um não identificado/confirmado acesso do meu mais querido membro do Simple Plan, além de uma Checa muito fofa que corrigiu e mudou um pouco o meu resumo em inglês *-*  Já me reconheceram na rua (pois é). Ou seja: tudo o que eu não queria e não planejava, mas até que foi legal!... - digo, apesar dos meus surtos ("Vou queimar essa p#$$%" de caderno", "Eu não sei escrever", "Famous for Nothing", "YEY, se eu fracassar na vida escreverei um best-seller(?)") esta criança cresceu junto de mim e passamos anos nos namorando. Tudo o que aconteceu foi louco e foda.

     

    Eu estou enjoada dela, na verdade, cinco anos são muita coisa, mas respeito meus fãs e vou continuar a postar. Eu já fiz mil projetos (história paralela, entrevista grazinha, um Making Of) para chegar ao fim e nunca chego (RISOS). Minha vida acadêmica no Colégio Que Destrói Miolos finalmente acabou, eu não sei Matemática (tiro sempre zero/fiquei de recuperação/passei na universidade mais foda de BH em questão de Exatas, contudo não passo na escola, VTNC) e nem espanhol (sempre tiro 10, vá entender). Quero ser uma Tradutora Juramentada com um namorado rico (ENGENHEIRO QUÍMICO) e que viva em Londres/Paris/Nova York.  Meu professor de Física ficou frustrado porque eu fui pra Humanas depois de desistir de Medicina :D Hoje eu curso Letras (Bacharelado em Inglês com Ênfase em Tradução) na UFMG e me orgulho muito disso. Cliquem aqui para saber como é o elevador assombrado da minha faculdade.

     

    Eu coleciono livros e não sou tão eclética, mas certamente posso afirmar que ODEIO a tia Stephanie Acéfala Meyer e que sou basicamente influenciada pela tia Jô, tenho todos os livros dela em português e inglês (as versões britânicas infantis, sim, eu sei inglês a esse ponto, sou certificada com o TOEFL), e eu amo com todas as minhas tripas o Steig (Morto) Larsson, autor da saga Millenium, que se parece muito com a minha história, A Menina que Roubava Livros e O Mistério do Cachorro Morto. Sou ALTAMENTE psicopata para escrever.

     

    Eu escuto muito Simple Plan, minha (ex[?])-banda preferida desde meus 13 anos – eu tenho 19 - pelo menos para manter AMD respirando. Atualmente estou revisitando o Green Day e decididamente eles estão se tornando ou já se tornaram minha banda preferida. Estou escutando os CDs antigos que nunca tive a curiosidade de ouvir e descobri que amo eles no total, assim: estou mudando, o meu modo de ver o mundo e as influências da faculdade mudaram minha cabeça. Adoro uma banda que ninguém no Brasil conhece chamada Skillet – eu também entrei num fã-site deles! - My Chemical Romance e Black Eyed Peas (Não fui ao show/entraram em hiatus, respectivamente). Ouvia muito Lady Gaga também, principalmente a sua época vintage, quando ela ainda era normal e vestia calças – SIM, isso já aconteceu, no entanto agora minha cantora preferida é a diva da Adele com seu idialeto britâncio perfeito e carregado.



    Anna Clara mudou seu nome para Anna Peixoto20/04/2012