Comentários em Tears in Heaven

Carousel

20/09/2016 às 19:31 • Capítulo Único
O que mais gostou no capítulo?
Que história emocionante...

Até eu me emocionei quando os irmãos se reencontraram... Só não chorei, por ter um coração frio. Hahah
Parabéns!


Resposta do Autor [Nowhere Unnie]: Até eu que tenho coração frio chorei vendo esse dorama, é deprimente demais!! kkkkk Mas no fim com todo mundo morrendo achei um absurdo não ter reencontro nenhum e me propus a fazer um, o amor desses dois era grande demais pra terminar assim só com um sacrifício... Que bom que você gostou e muito obrigada por comentar!! ❤


Tamires Vargas

04/10/2016 às 20:46 • Capítulo Único
O que acha que precisa ser melhorado?
Diminuir o uso de advérbios.

Yo!
Moça, eu amo dorama!!!!!!!!!! Fiquei super feliz de ver que essa fic é sobre isto apesar de eu não ter assistido esse. 
Meus olhos marejaram. Achei super tocante os reencontros. A forma como você narrou me proporcionou uma sensação de conforto muito grande, uma esperança gostosa no coração. ♥ 
Bjs e obrigada pela leitura!


Resposta do Autor [Nowhere Unnie]: Eu recomendo esse, viu? Está na lista dos meus doramas favoritos!
Também me emocionei bastante escrevendo esse pequeno final para a história, acho que os protagonistas mereciam isso no fim das contas...
Fico feliz que tenha gostado e obrigada a você por comentar! ❤


Valdie Black

31/10/2016 às 17:13 • Capítulo Único
Eu não sei o que eu tô fazendo aqui uma vez que não sei nada vezes nada sobre nada. Mentira, sei sim, é tão difícil achar um autor que me conquista que absolutamente tenho que ler tudo sobre ele.
Olha, não sei o que aconteceu quem é quem, então li como um original. Achei muito emocionante, cheio de imagens fortes e bonitas. Vc é boa com fics assim. Devia escrever sobre Doctor Who... *pisca o olho*
=***


Resposta do Autor [Nowhere Unnie]: Nossa, me sinto até lisonjeada por ter conquistado uma leitora que quer ler tudo o que eu escrevo! Nunca pensei que fosse chegar a esse nível... kkkkk
Vou fazer um resumão da história aqui pra você entender:
A Jungsuh e o Songju eram amigos desde sempre e se amam. Ela perdeu a mãe e ele o pai ainda crianças. O pai da Jungsuh casou com a mãe do Taehwa, que é uma megera e não gosta nem dele nem da enteada, só quer saber da filha dela Yuri porque vê nela uma oportunidade de casar com o Songju (que é herdeiro universal de uma fortuna) quando crescer e ficar rica.
Um dia a madrasta trancou a Jungsuh no sótão pra filha dela se encontrar com o Songju no shopping no seu lugar e por acaso o Taehwa já tinha sido preso lá antes, então os dois perceberam que tinham algo em comum: eram odiados pela mãe dele.
No fim das contas o Songju foi pra um intercambio sozinho (porque a madrasta convenceu o pai da Jungsuh a fazer ela ficar pra se acostumar com a família) e na hora de se despedir, prenderam a guria no sótão outra vez, mas o Taewha viu que tinha alguma coisa estranha e abriu a porta pra ela, que saiu correndo e conseguiu se despedir dele no aeroporto.
Depois disso, no próprio aniversário, a mãe prendeu o Taewha no sótão sem ligar o aquecedor, mas a Jungsuh descobriu e levou sopa e um cachecol pra ele (que é esse mesmo da foto de baixo da capa). E a partir desse dia ele passou a gostar dela e no fim os dois cresceram se apoiando naquela casa onde os dois sofriam nas mãos da mãe dele.
Sendo que isso aqui é pior que novela mexicana, então na segunda fase com todos já adultos, a Yuri pega o carro do padrasto e atropela a Jungsuh antes dela encontrar com o Songju que estava voltando do intercâmbio. Todos acharam que a Jungsuh tinha morrido porque a filhote de cobra colocou os documentos dela numa vítima de queimadura no hospital que estava irreconhecível, só não me pergunte como que o Songju viu a Jungsu em frente ao aeroporto e no fim aparece uma vítima de incêndio nada a ver e todo mundo acha que era ela...
A Yuri foi atrás do pai (ela e o irmão foram abandonados pela mãe e moravam com o pai ma infância, só depois de se casar de novo que levou os filhos pra casa nova dela) e pediu pra ele esconder o corpo, o Taewha descobriu que ela estava com o pai dele e ficou cuidando dela, quando ela acordou não lembrava de nada e ele implorou ao pai pros dois fugirem levando ela também.
Daí entra a terceira fase com mais anos se passando, sendo que o Songju encontra ela (que pensa ser outra pessoa e mudou de nome) e aos poucos ela lembra de tudo e volta pra casa, mas o Taewha volta também porque não confia na mãe nem na irmã e o pai da Jungsuh é um bananão, então ele finalmente toma vergonha na cara e aceita agir como o irmão mais velho dela, o que deveria ter acontecido desde o início mas não teria história se acontecesse, né.
No fim a Jungsuh tem a mesma doença que matou a mãe dela e os médicos dizem que pode ter sido pelo acidente, que afetou as córneas a longo prazo e ela estava ficando gradativamente cega. Ela foge pra casa de praia e o Taewha vai atrás, sendo que a mãe dele quer ele preso porque ele sabe demais e ele é capturado porque o pai dele vendia os quadros que ele fazia por diversão pra uma galeria. Na ligação que tem direito ele chama o Songju e avisa que a Jungsuh está na casa de praia sozinha e quase cega, pra ele ir lá ajudar ela. Ele deixa uma ordem pra liberarem o Taewha e vai atrás dela, no fim os dois acabam cuidando dela juntos na casa de praia e o Taewha boicota o casamento da irmã dele com o Songju e leva a Jungsuh no lugar pra casar com ele, a irmã vai presa porque o pai deles serve de testemunha contando tudo e a mãe fica louca com isso e vai parar no hospício, já o pai ganha um emprego como segurança no shopping que a família do Songju é dono porque ele foi como um pai pra Jungsuh quando esteve morando com ele, apesar das mentiras sobre quem ela era.
O Songju pergunta pro médico como a esposa pode voltar a ver e é só com um transplante, então ele se oferece pra doar uma das córneas pra dividir com ela a forma de ver o mundo, mas o médico diz que não pode tirar nenhuma córnea de uma pessoa viva. O Taewha vai logo depois, o médico diz a mesma coisa, ele dá um sorriso e aí começa a sofrência porque a gente sabe que ele vai inventar moda!
Ele prepara toda uma farça que vai pra frança, arruma uma modelo pra tirar fotos com ele num cenário photoshopado da Torre Eiffel, faz uma carta pra ela contando como está feliz, depois faz a declaração de doação de córneas em nome dela e se mata como no começo da fic, o que só não me fez chorar mais porque estava com medo de alguém entrar no quarto e perguntar o que estava acontecendo... XD
Depois disso o que acontece já está na explicação que ela dá quando reencontra o Taewha e os dois vivem felizes para sempre até o resto dos que continuaram vivos morrerem também e todo mundo ficar morando no céu junto!
Não sei se deu pra entender ou se ficou confuso demais, mas eu tentei! kkkkkk E pode deixar que faço uma de Doctor Who sim, viu?
Obrigada por tudo!! ♥


Sugarssauro95

11/05/2017 às 23:10 • Capítulo Único
Você foi uma das pessoas que panfletaram fanfiction no grupo do Facebook, e cá estou eu assim como prometi. Mas boiei um pouco por não saber nada sobre esse Kdrama, é bom? Quem sabe um dia eu assisto só pra voltar aqui e conseguir sentir a história de verdade. :)


Resposta do Autor [Nowhere Unnie]: Obrigada por ler e comentar! Esse Kdrama é bom sim, eu adorei, só não me conformei com o final mas recomendo. Se por acaso assistir algum dia, pode voltar aqui pra completar o sofrimento sim, viu? haha Bjs