Comentários em Primeira Vez

Lollallyn

23/03/2015 às 20:09 • Único
Olá! :D
Confesso que quando bati os olhos no título, logo imaginei algo "hot" e um tanto insinuador. Sério, eu fiquei pensando bobeira por uma boa parte da leitura, depois pensei que a garota estava indo ao genecologista pela primeira vez. Mas aí, WOW, que grande pegadinha. xD
Adorei essa jogada, realmente surpreendente. Você produziu um humor leve, agradável e gostoso de se ler. O fato de não ser um texto muito longo também ajudou bastante e casou bem com a proposta. Agora, que já descobri que na verdade se tratava de um primeira viagem de avião, a capa faz bastante sentido também.
Algumas vírgulas ficaram faltando e um deslize ou outro saltou pelo texto (te aconselho a dar mais uma olhadinha), mas isso não pesou no enredo levemente despojado.
Adorei!
Bjs ♥


Resposta do Autor [Saa]: Olá Lollallyn!
Pois é. Eu estava realmente pensando em chocar as pessoas, usar do seu lado mais "pervertido" possível e depois as explodir com um simples avião.
Acho que consegui. (rs)
Ah... Obrigada. Mesmo! Eu fiquei meio sem jeito de responder assim, de cara. Mas aí, tomei coragem pra responder você - e os outros betas - de uma forma decente. Eu realmente tô amando esse carinho todo de vocês. Críticas tão construtivas e reais. Me sinto em uma escola, aprendendo a escrever, com os melhores.
Sim. Eu dei uma revisada. Mas sabe, tenho um péssimo problema com vírgulas. (Juro que contatei minha melhor amiga, estudante de letras, para me auxiliar quanto a isso. Vou melhorar, prometo.) Estou a procura de betas, pois, pretendo continuar com algumas ones assim.
Despojado. Que lindo elogio!
Beijos e seja sempre bem vinda ao meu canto.
*Te mandei um e-mail. Preciso de uns conselhos sabe? Enfim, quando puder, responda ;)*


Sarah Hardt

25/03/2015 às 20:42 • Único
O que mais gostou no capítulo?

Passara-se meia hora e eu ainda a odiava por aquilo. XD



Olha, não tenho certeza quanto ao humor, mas você certamente tem futuro no ramo do suspense!! Passei a fic inteira absolutamente agoniada pensando "a mãe dela vai mesmo obrigá-la a se prostituir?? Que senso de comédia mórbido é esse?".

Você realmente conseguiu criar um clima de suspense e expectativa capaz de fazer-me prender a respiração e roer as unhas! Ao mesmo tempo o texto flui, há todo esse tom de expectativa que me deixou angustiada, mas a leitura ainda é fácil. Ficou realmente incrível como você equilibrou a tensão, essencial para a história, com os pensamentos da autora, que foram leves e dinâmicos, e que por fim deram o humor do conto. Eu adorei a parte em que você diz "Passara-se meia hora e eu ainda a odiava por aquilo.", ficou bem legal e acho que eu me identifiquei um pouco com essa irritação! XD

Dessa forma, destaco o ritmo da história como uma das coisas que eu mais gostei. Você fez um ótimo trabalho levando a tensão ao máximo e dando a entender coisas pervertidas (XD Quando aquele cara de gravata aparece e oferece bebida fiquei "ai, céus, não!"), para então conduzir a história para o humor no momento certo. A sequência de pensamentos da personagem ficou muito boa, especialmente quando chegamos ao final e descobrimos o que realmente estava acontecendo. A rapidez como as ideias se desenvolvem também deu um tom legal para a história, perfeito para esse tipo de narrativa e para produzir o final impactante.

Falando nisso, outro ponto positivo: quando finalmente é possível entender a situação em que a personagem se encontra, seus pensamentos e as descrições dos acontecimentos não ficaram deslocados. Faziam sentido e se encaixavam com a ideia de um primeiro vôo de avião. ^^

Quanto ao que pode ser melhorado, destaco a pontuação. Várias vírgulas ficaram fora de lugar ou foram empregadas desnecessariamente. Você tem um bom texto, com um nível de escrita legal, assim aconselho a dar uma revisada nessa questão. ;)

Enfim, foi um prazer ler a sua história! ♥ Beijo!


Resposta do Autor [Saa]: "Passara-se meia hora e eu ainda a odiava por aquilo."
Me inspirei em todas as vezes que odiei alguém que não podia ser odiado.
Jura? Eu nunca me arrisquei no humor e no suspense. Sempre fiquei no meu lugar ao sol com aventura e romance. Eu sei, fui maldosa. Deixei todo mundo com raiva de mim por um tempo; foi por uma boa causa.
Eu estava com um grande problema quanto a isso. (Prender o leitor.) Escrevo um romance, estruturado desde 2014, porém, não conseguia público com ele. Maldito suspense! Então, decidi escrever Primeira Vez e veja bem, agradou.
Pensei muito nessa transição de uma garota assustada a um passeio num avião. Acabei por cair em um simples trocar de palavras inocentes e deixar o leitor se perguntando: O que será desta garotinha? E então, quando li tudo novamente, me dei conta que se encaixava como luva.
Sobre vírgula: Tenho problemas sérios com elas. Tenho tanto medo de não as usar que coloco vírgula onde nem tem. Mas irei melhorar.
"Você tem um bom texto, com um nível de escrita legal." ♥ ♥ ♥
Obrigada pelo carinho imenso, pelo texto de carinho e principalmente pela crítica.
Beijão! (Poderia me informar onde errei mais no texto? Hm? :3)


Elyon Somniare

26/03/2015 às 16:01 • Único
Hello, Saa! Cheguei aqui pelo desafio da leitura da Liga, e fico satisfeita que tenhas aceitado fazer parte dele :P Foi um conto pequenino e calminho, mas engraçado de ler, tanto no sentido de “bom” como no de “comédia”, porque no fim eu considerei como cómico todo o nervosismo dela em torno daquela primeira vez. Curioso ler por acaso uma fic sobre aviões quando esta semana tem corrido na Europa a notícia do avião que se despenhou nos Alpes. Mas falemos de coisa mais alegras, como o bolo de chocolate. I couldn’t agree more with you, andar de avião e bolo de chocolate são duas coisas lindinhas ♥
Oh, mas quando ela disse que tinha doze anos e todas tinham de acabar por o fazer, achei que seria a primeira vez dela a comprar um soutien XD
Só duas coisas principais a apontar: há algumas falhas em relação às vírgulas, umas colocadas onde não existem, outras faltando onde são precisas. A outra coisa é que quando escrever um número pequeno, ele deverá vir por extenso: tu escreves “12 anos” num momento e “doze anos” noutro, o segundo modo seria o correcto.
Abraço.


Resposta do Autor [Saa]: Olá Elyon!
Agradeça a Amaranthine por isso. Graças á mensagem dela fui indicada ao desafio. Nem imaginei que isso fosse acontecer quando escrevi Primeira Vez.
Engraçado. Alguns gostaram do suspense, outros enxergaram a comédia. Acho que depende da mente de cada um. É... Sinto muito pelas famílias que perderam seus entes queridos sem um porquê. Sim, sim. Bolo de chocolate! Quem não AMA ver as cidades do alto? Ver "chovendo"...
Que bom que confundi você! Era essa a intenção.
Uhum. Irei melhorar. Tenho sérios problemas quanto a isto e estou revirando meu texto. Apesar de não conseguir agora, quem sabe, futuramente eu melhore.
Sobre o número: Não sabia sobre. Obrigada pela dica e pela crítica, irei melhorar!
Abraços e seja sempre bem vinda!


Pikachu

24/06/2015 às 23:38 • Único
O que mais gostou no capítulo?

kkkkkk



OMG*PENSEI QUE ERA OTA COISAA


Resposta do Autor [Sayen]: Olá Pikachu!
Obrigada pelo seu comentário! ♥
UAHSUAHUSH' Todo mundo pensa safadeza né?
Se sinta a vontade para me visitar.
Beijos!


Trubluu

03/07/2015 às 17:06 • Único

A-D-O-R-E-I
O mais legal de tudo foi a tensão aumentando. A narrativa vai caminhando para um estopim muito rápido e nos tira o folego, gera certa angustia com a situação. A ambiguidade do momento também é legal, tudo nos leva a crer que se trata de outra coisa... Mesmo que no fundo eu estivesse esperando uma revelação como essa, é um belo tapa na cara quando se lê. E eu gosto disso. A perspectiva da menina também aumenta a qualidade da narrativa. Estar vendo e entendendo como ela se sente mediante uma situação desconfortável... O medo, insegurança... São sentimentos que são capazes de comover e contagiar, são sentimentos primitivos, que não controlamos, sentimentos que surgem de forma pura e imutável. E eu gosto muito disso! Acho fascinante o contato com o desconhecido, acho fascinante a natureza humana. Os sentimentos... Gosto muito de tudo isso e esse pequeno trecho me trouxe sensações legais ao ler. Bom, é isso. Eu poderia pedir para você escrever sobre sentimentos. A vertente mais antiga e poderosa do nosso existir. Sentir é algo fantástico, entender o que sentimos é uma tarefa mais complicada.
Bom, é isso. Até mais e tudo de bom sempre!

~Trubluu


Resposta do Autor [Sayen]:

A-D-O-R-O V-O-C-Ê

Sério. Não é puxasaquismo de escritora. Sua fanfic é muito boa e sua escrita é melhor ainda! Fico honrada em recebê-lo aqui, Trubuluu ♥

Fiquei imaginando o desespero de uma criança à frente de qualquer obstáculo. E é o que eu normalmente faço: sofrer antes de hora. As coisas nem aconteceram e lá está ela, a Sabrina, morrendo de desespero por um leite derramado. Mas mal sabe ela que já estava vencido e que sua mãe não ligaria pelo chão sujo. Só limpar, oras.

Mas enfim. Minha persoangem não tem nome. Só idade. O que me deu mais liberdade. Normalmente eu coloco personalidade no nome das pessoas e acabo me prendendo nelas. Desta vez me libertei.

Tentei deixar o texto o mais... Am... Filha da P*** possível?

Me perdoe as palavras. rs'

Quis deixar vocês com raiva. "Caramba! Uma jovem de doze anos se prostituindo á força. Pela mãe!" Foi um dos comentários que veio à mente de um de meus leitores no Spirit.

Gosto disso. De escrever sobre sentimentos.

Minha última one "Pólvora" fala sobre um soldado sentimentalista, jovem de mais e burro. (Propaganda mode ON.) Caso queira ler: "http://fanfiction.com.br/historia/627279/Polvora/"

Concordo. Expor e tansmitir sentimentos é uma tarefa arduamente açucarada para mim.

Até mais nos reviews das tuas fanfictions!


Sayen King



Violet Hood

03/07/2015 às 18:01 • Único
Heey!
Sou a Ana Carolina Marques do grupo, disse que ia ler a fanfic mais tarde, mas to aqui esperando minha mãe me biscar e, como o 3G tá bom, resolvi ler agora.
Okey dokey. Quando comecei a ler essa one-shot pensei que a personagem estava indo para o primeiro dia no Fundamental II, sei que normalmente é com onze anos, contudo não consegui pensar em mais nada.
Fiquei achando que você quisesse que eu pensasse em algo pesado e no final eu visse que era algo simples, como o primeiro dia no Fundamental II.
Mas então o homem apareceu e eu pensei estar errada, talvez estivesse mesmo lendo uma fanfic mais pesada. Well, nunca ia imaginar que era a primeira vez dela andando de avião.
Achei a fanfic genial e a sua escrita também é gold.
KissusViolet


Resposta do Autor [Sayen]: Olá! Um bom dia bipolar para você. (Meio frio, meio quente. Meio a meio.)
Ah claro! Seja bem vinda ao meu cantinho, hm?
(Momento de sorte, acredito. 3G com conexão boa é milagre.)
Cada um dos leitores acabou indo para uma vertente diferente. Alguns acharam que era a ginecologista, ou a primeira vez ao comprar um sutiã. Entretanto, no final acabam desistindo depois de tantas ideias. rs' Gostei disto no meu texto.
Veja bem, a parte de achar que era uma pegadinha você descobriu! Ponto pra ti! ♥
A parte do rapaz eu fiz propositalmente. Quis dar a impressão de que fosse um aliciador. E então, o tal bolo e o avião para acalmar os ânimos dos leitores. (UHSUAHSUHAHU)
Poxa vida que elogio ♥ Te adorei!
(Me esforço para escrever "normal")
Abraços e volte sempre!

Sayen King



Pamisa Chan

17/07/2015 às 12:48 • Único
O que acha que precisa ser melhorado?

Só uma coisinha nas notas finais: consertei é com S, não com C.



O que mais gostou no capítulo?

"Tinha até bolo de chocolate!"



Amei a história, suei frio quase a história inteira querendo descobrir o que essa menina ia fazer pela primeira vez xD
Acho que nunca vi um angst tão intenso hahaha
Enfim, gostei muito do final da história, eu não imaginava que era isso. Pensei até em depilação... Enfim. Ótima história! Parabéns xD
Beijinhos!


Resposta do Autor [Sayen]: Ops! Falha minha! Obrigada jovem, irei concertar.
AUHSUAHU
Sei como é. Muitos ficaram bem ansiosos para chegar ao final da ONE para descobrir o que diabos essa menininha estava a fazer pela primeira vez! Que bom que eu lhe deixei aflita, era esta a minah real intenção!
Ual! Obrigada moça, muito mesmo.
Verdade. Até pensei em depilação, ou ginecologista... Mas avião é realmente o que mais me deu medo na vida, quando foi minha primeira vez, achei legal colocar assim.
Agradeço o carinho em vir ler e comentar, e muito obrigada por curtir lá no Facebook. Não me esquecerei de você.
Se sinta bem vinda para vir ao meu cantinho.
Beijos!


Bellathryx

17/07/2015 às 15:25 • Único
O que mais gostou no capítulo?

O fato de eu ter ficado "Como é que é?"



Caramba a mãe dela é maluca? Sério?
Gostei da sua escrita, eu gostaria de mais detalhes do local, acha que incrementa a história e a deixa mais interessante. Mas gostei da forma como ela fala e quero saber para onde ela vai.
Sua história parece bem interessante, aguardo para saber o próximo capítulo.
bjs


Resposta do Autor [Sayen]: UAHSUAH ficou de boca aberta, hm?
A mãe dela não poderia viajar com ela, e bem, ela está indo para a casa da avó.
Então, minha intenção - inicialmente - era a de usar mais detalhes do local. Porém, para manter o suspense eu não pude. :c
Mas a idéia toda é manter o leitor perdido, até


Jeniffer

22/09/2015 às 13:44 • Único
Eu pensei besteira. HAHAHAHAHAHAHA
Nossa, eu já estava com o coração na mão, odiando essa mãe...
Seu texto é muito bom, sua escrita é fantástica! Adorei as suas descrições e a destreza do texto para criar coisas inusitadas. Adorei tudo! Ainda mais por você ter me enganado direitinho... :P
Parabéns pela história!! :D


Resposta do Autor [Sayen King]: Oi Jeniffer! ♥
Quem não pensa, né? ( ͡° ͜ʖ ͡°)
Desculpa ter feito você odiar a mãe. TT-TT
Own ♥ Obrigada moça. Eu adorei tua fanfic também, viu?
Poxa... Obrigada! Fiz com todo amor para meus leitores.
Obrigada! Seja sempre bem vinda ♥