Comentários em Alone

Denis Cardoso

12/12/2014 às 16:29 • Capítulo 1 - Piloto
O que acha que precisa ser melhorado?

Uhm, uns erros bem pequeninos. Apenas fiquei meio perdido na apresentação das personagens e letras maiúsculas após reticências.



O que mais gostou no capítulo?

Uhm, de fato, é criativo... sonhar em ser um ditador? Gostei desse ponto. É.



Oi lá.
Certo, serei sincero com você: primeiramente, eu não tinha entendido o título. "Alone" significa sozinho. Poréééééém, depois eu cheguei à duas conclusões. Uma plausível e outra um pouco filosófica demais.
1 - Tá. O Luke tá sozinho. Deve ser esse o motivo. (Bem provável)
2 - Ou você deu uma de filósofo e notou que, em condições como as de um apocalipse, mesmo em um grupo, você está sozinho. (Não tão provável)
A apresentação dos personagens foi um pouco confusa, de fato, e o detalhamento do cenário também. Eu fiquei tentando imaginá-las (as personagens), mas simplesmente não conseguia formá-los. Digo, eu consegui criá-los na minha cabeça, mas não deve ser nada parecido com o que você quis descrever. O mesmo com cenários.
Não, isso não deixa a fanfic ruim. Até porquê, se eu estou dando review, é porquê eu gostei bastante. Eu comecei a ver The Walking Dead ontem (é, só ontem) e estou meio que bastante (Lê-se: pra caralho) entusiasmado com todo esse cenário apocalíptico. O melhor é que é no Brasil. Se tiver cenário histórico destruído e tal, com informaçãozinha, eu caso com essa fanfic. No jokes.

O que me lembra: Eu ia fazer uma fanfic dessas no Brasil, porém vão achar que é plágio, Awe. Nhá, eu me viro depois.

Anyways, sobre os erros: Nada muito alarmante, o que é bom.
Nada que um beta não resolva. (Se você não tiver nenhum, eu me voluntario de boa. É um dos meus hobbies favoritos, de qualquer jeito. )

Esse Luke... parece um bom protagonista. Sua mente parece ser bastante... como se diz? Versátil.
Consegue pensar num plano para se "içar para fora do túmulo" quando este já está quase fechado. Isso me cativa.

Desculpe pelo review meia-boca, mas é que eu estou ansioso para voltar a ver TWD. @.@ (E, de qualquer modo, é o piloto. Vou guardar alguns comentários para o decorrer da fanfic. )


Daring me to what?

Au Revoir.



P.S.: Eu realmente espero que não demore para postar o próximo capítulo, estou ansioso para lê-lo.


Resposta do Autor [Lukealgumacoisa]: Ok, como nosso amigo Jack Estripador diria: Vamos por partes.
A decisão do título foi a seguinte: Eu tava pensando no mundo do apocalipse quando cheguei a conclusão de que sempre ficaremos sozinhos em algum ponto da vida. Tanto em um apocalipse quanto em uma vida normal.
No momento em que se cria um personagem para um livro ou filme, você já previu que uma hora ele morrerá. Isso que vai acontecer com o grupo, todos vão morrer até que sobre apenas um, ou o que ficará sozinho/alone.
Sobre detalhar os lugares e pessoas: Eu não sou muito bom em detalhes, por isso tento deixar aberto à mente da pessoa que ela imagine esta do melhor jeito. Como eu acho que não vai fazer nenhuma grande mudança no enredo, não me preocupo tanto com essa parte.
Sobre você betar a fic: Por mim tudo bem FSNDLKJNFSAKLJ só adicionar no Facebook (Azevedo Lucas)
Mas acima de tudo, gostaria de agradecer. Essa foi o comentário mais construtivo que já recebi até hoje, e são esses comentários que incentivam o autor a escrever mais.


Just a Teller

12/12/2014 às 21:02 • Capítulo 1 - Piloto
O que mais gostou no capítulo?

Muito bem escrito



Adorei a sua história, parabéns! Você escreve muito bem!
Eu também escrevo se quiser ir lá dar uma olhada na minha história agradeço, um abraço!


Resposta do Autor [Lukealgumacoisa]: Muito obrigado, Romero ^^ isso incentiva muito à continuar com a história asdnlfasjdni.
Pode deixar que darei uma olhada nas suas histórias depois.
Um abraço o/


Denis Cardoso

06/01/2015 às 00:44 • Capítulo 2 - Bebidas
O que acha que precisa ser melhorado?

Ah, eu notei que esqueci de corrigir uma letra maiúscula após reticências.



O que mais gostou no capítulo?

Eu já te falei. Snipers são >>>> vida.



Oi lá.

Vejamos, tantas coisas para comentar...
Comecemos do início, uhm.
Eu vi na hora de betar, mas esqueci de comentar. (Que vacilo, Denis. q-q)
Ele só tinha um tijolo. Como ele arrebentou o Camaro, sendo que ele já tinha jogado o tijolo dele? ;-;

Eike triste a parte do Asian Boy. Terão mais flashbacks dele? Sei lá, me interessei fortemente pelas perdas do Luke e tal.

Sobre a briga DuduxMarea, torcendo pra Marea por motivos de: Rifle de precisão. Socorro, fala sério. Franco-atirador já tem favoritismo da minha parte e fim.

Nota mental: Protagonista domina o manejo de pés-de-cabra. Um possível assaltante a bancos júnior?

Luke é bastante desconfiado, não? Desconfiança vem com experiência. Espero ver os motivos que tenham-no levado a esse estado de desconfiança plena.

"Os pais da Isabela aí são médicos.". Isso quer dizer que eles estão vivos? Se estão, por quê caralhos não deixam um deles fazer o curativo? )o)

Dudu aka. Mochileiro. Porra, quanta coisa ele leva? Ele é, tipo, um halterofilista? Se uma arma já pesa, imagina esse arsenal que eles estão levando? Socorro.

Realmente, lamento. Não é meu melhor review, eu sei, mas acontece que eu perdi total a inspiração no jantar. Que, por sinal, foi miojo com sabor derrota e bacon.
Não estava na vibe de cozinhar.



Bem, acho que é isso. Lamento se decepcionei.

Au Revoir.




P.S.: Pés.


Resposta do Autor [Lukealgumacoisa]: SDAFASDFASLDKJNSADLKJFNDSAJLKFNADSLJSFD Esse "ps" q
Então, sobre os pais: Morreram q
Nau sei o que mais falar q
Se nau for pedir demais, começa a dar nota pro episódio q


Alaska

09/01/2015 às 16:14 • Capítulo 2 - Bebidas
Pés :v


Alaska

09/01/2015 às 16:13 • Capítulo 3 - Lã
O que acha que precisa ser melhorado?

Detalhar mais os lugares e uns errinhos básicos de português, se precisar posso ajudar com isso ;)



O que mais gostou no capítulo?

" Para o Aeroporto Internacional de Guarulhos. Vamos roubar um avião e voar nosso caminho até o Alasca."



Escrevendo cada vez melhor ~palmas~
Ansiosa para o próximo capítulo ><


Denis Cardoso

04/02/2015 às 10:27 • Capítulo 3 - Lã
O que acha que precisa ser melhorado?

Uhm, o texto, ao meu ver, se encontra um pouco confuso. Fora as repetições de palavras no decorrer do texto.



O que mais gostou no capítulo?

"Por acaso você é gay?". Como sempre, o humor entranhado na narrativa.



Oi lá.

Bem, pra começar, te devo desculpas. Lamento estar comentando aqui, tipo, quase um mês depois do lançamento do capítulo. O negócio é que eu realmente não tenho entrado no Nyah! por complicações de saúde (fora problemas pessoas em geral, uh). Não tenho nem atualizado minha fanfic, pra cê ver minha dor.

Ok, vamos ao que interessa, certo? Certo.

O capítulo, como sempre, teve sua boa dose de bom humor, tal qual já antes citado.
Não tenho certeza se a confusão que tive para lê-lo foi porquê estou desacostumado ou se este foi realmente problemático.

As descrições referentes às personagens estão evoluindo a cada capítulo, o que é um ponto mega positivo. Porém, melhoras ainda são possíveis, tendo em vista o potencial que apresentas.

Isso de "Antes" e "Depois" ainda me é caótico, mas, com um pouco de concentração, é possível entender. Ok, nem tudo, mas eu tento, eu juro.

Realmente, o grupo (Ok, sendo mais direto, Lipe e Campe) é realmente inteligente, né? Sim, é um apocalipse zumbi e tudo que o mundo precisa é um pouco de barraco.
Realmente.

Ok. Entendi. Você tem um gosto peculiar para estampas de gangue.
O fato mais estranho é que meu vizinho tem uma camisa com uma estampa parecida.
Talvez sem a parte dos fogos de artifício, mas parecida. O E.T. tá pegando fogo.
Enfim.

Por algum motivo muito aleatório, quando eu li Luiza Sampaio, eu pensei na Isabella Nardoni. Juro, não sei porquê.
~Aí ela chega e morre caindo de um prédio~

Esse Buzz parece legal. Eu só não entendi uma coisa.

Como caralhos as garotas ficaram mais calmas sabendo que os inimigos tem armas mais potentes que as suas?
Garotas. Não as entendo.

Enfim, acho que é só isso mesmo. Tenho outro capítulo para ler, pelo visto, pra tirar o atraso e essas coisas.

Você sentiu saudades, pode dizer.
Talvez não. Ok.

Au Revoir.


Mitchell Valahara é um nome maneiro pra caralho.






Denis Cardoso

04/02/2015 às 11:03 • Capítulo 4 - Heartbreaker
O que acha que precisa ser melhorado?

Parece menos confuso do que os outros. Talvez porquê tenha menos "Antes" e "Depois".



O que mais gostou no capítulo?

Mapa, de longe, a minha favorita. HUAE



Oi lá.

Ok, ok, eu vi, eu esqueci de dar nota pros capítulos.
Farei para os 4, ok?
Primeiro capítulo - Nota 6.
Segundo capítulo - Nota 8.
Terceiro capítulo - Nota 7.
Quarto capítulo - Nota 8.
~Espero que seja o bastante para você.~

Sobre a história da Sabs: Fica assim não. Shake it off, gata.

Aconteceu a mesma coisa comigo, uma vez. Só que o negócio é que eu sou menino e a garota que era lésbica. AHEUAHE
Só que eu não fiquei remoendo.
Porém, também não vi os peitos dela. É.

Pergunta rápida.
Sabs é satanista ou algo do tipo? Ou ela só leva o ideal de que Lilith (A verdadeira primeira mulher) seria perfeita?

Enfim, sh, Denis. Voltando para o review...
Ok, a ideia dos carros foi realmente ótima.
Tipo, armá-los e tal.
Parece que eles saíram da ACME, aquela empresa dos desenhos antigos, tipo Coyote vs Road Runner [ Coiote vs. Papa léguas]
Só uma coisa que me preocupa. Tipo, quando a gasolina esquenta demais (Tipo, sei lá, quando se tem um cano de lança-chamas do lado do tanque), ela não explode?

BTW, sinto que essa gangue que matou o Bobby ainda vai aparecer no futuro.

Xenofobia começa quando só o Asiático pode ter nome asiático. Poxinha, Luke :c n


É interessante ver o autor (vulgo: você) se lembrar de escrever sobre momentos de descontração do grupo, também. É algo realmente importante, para o clima não ficar exageradamente tenso.

Só uma outra coisa: Sinto falta dos walkers, carinha.

Não tenho muita certeza do que posso adicionar aqui, então espero que este comentário modesto seja o bastante.

Au Revoir.


Ps: Pipoca.