Hannah Baker

22/10/2015 às 19:31
Você não sabe como eu amo essa fic. É simplesmente legal! Esse sonserino é tão Diwo! Essa história é bem humorada, a escrita dela é perfeita! Meu Deus! Umas das melhores fics de Harry Potter que eu já li - e li muitass.... Pode crer. Saiba, LC, que quando você estiver postando estarei lendo, pena que o tempo está curto e não consigo comentar :( sua linda, continue. Estarei na casa do Brooklyn. Kissus de Brownie. Dudaah.

Atlas

13/06/2016 às 06:09
sou terrível em comentar e estou aqui desde o quarto capítulo, mas isso não é sobre mim, é sobre cesc.

tudo é sobre cesc, porque ele é um dos personagens mais multifacetados já existentes e com uma personalidade única e atraente. veja bem ele não é encantador, longe disso, é charmoso, sim, mas é charmoso vulgo dissimulado. cesc é ressentido, mas bom humorado, nem perdoa nem esquece (ou talvez esquece, as vezes, não lembro) e definitivamente feito uma pessoa pior por seus melhores amigos.

ok, talvez tudo não seja sobre cesc, mesmo que difícil de acreditar.

lc_pena consegue encaixar em dezenas de centenas de capítulos um enredo elaborado e difícil e frases brilhantes que me tem rindo e escrevendo recomendações às cinco da manhã.

santos loiros.....algo, é, algo, porque é tudo que cesc chama os amigos, lps, seria loiros problemáticos? provavelmente.

aiden (aidan?), ele sim é um santo, um bolinho de canela especial e puro que mantém um sistema de honra distorcida por ser parte do ocaso. mesmo os tão chamados figurantes são mais interessantes que os protagonistas que você encontra por aqui.

westhampton, o do sobrenome complicado, é uma figura encantadora mas de ossos frágeis que teve sua bunda metaforicamente chutada por cesc atráves dos capítulos, e então, só uma vez, fisicamente.

lc_pena encaixa uma frase no último capítulo que alude a moralidade ambigua de aidan (aiden?) e ainda me tem apaixonada porque é tudo tão brilhante. (eu só estou metade brincando, ok, mas analisar profundamente suas estórias é um requerimento porque tem tanta coisa acontecendo que você precisa traçar um padrão e tentar entender e desvendar suas tramas antes de você as por pra fora. é um passatempo trabalhoso.

eu, pessoalmente, não me cite nisso, achei genial quando o cesc disse que o aiden [ou a casa dele] se colocou num pedestal de honraria e jamais desceria, por isso não faria aquilo, e frase foi uma tirada então eu posso estar vendo coisas, mas mostrou que você sabe onde seus personagens estão e entende eles (duh) num nível mais além do que deixar super explícito em texto.

mas eu, pessoalmente, me cite nisso, acho a ideia de cesc/james genial e cheia de potencial mesmo que admitindo que dentro do canon da fic é uma dentro de um milhão de ideias geniais, então meu gosto e opinião são ambos questionáveis).

talvez seja um pouquinho sobre mim, ok? todo mundo é um critico, sabe, mas depois de 84 anos e você tropeça numa fic como essas é uma miragem, realmente. porque dentre 500 fics que eu acompanho Hogwarts: uma outra história é a única que me faz querer escrever meta e fazer fic dessa fic e completamente apreciar o quão enorme cada um dos seus personagens é.

meus parabéns. sinceramente. do fundo do meu coração negro e sombreado pelo cinismo puro e antiético de scorpius malfoy. também pela tensão sexual totalmente acidental entre e rebeca. fascinamente, de verdade. eu agradeço por isso.

cesc é uma pessoa lúcida e não adepta dos planos definitivos e letais de scorpius. é uma citação, você vê, porque é tudo que cesc, um realistia convicto, não é, em parte porque ele a) agora ele se mantém seguindo a deixa de tony, que as vezes funciona como espelho de scorpius, b) é desmemoriado e c) é alguém que se ergueu num pódio como calculista e mente antes de músculo e agora ficou sem nenhum deles .

isso não pode fazer sentido, mas, convenhamos, é cinco da manhã e eu amo essa fic. completamente. de coração. também amo analisar cada um dos seus personagens. eles são incríveis. sete livros sobre cada um e mais oito sobre quão incrível rebecca é.

Cadent

19/06/2016 às 22:20
Galera que história fantástica,daquelas que você passa horas lendo e nem percebe!!!Amei e você também irá amar!
Enredo ótimo...Super envolvente.
Personagens bem inseridos
Erros de ortografia,se tiver,não prestei atenção,porque estava abismada com o enredo,tomada por curiosidade...
Leia esta história não irá se arrepender,acho que você nem precisa ler minha recomendação,pois o que mais chamará a atenção é a sinopse diva e o número de pessoas que favoritaram...
Não hesite,leia.

Moony Black

21/06/2016 às 13:22
Normalmente, eu não recomendo histórias não finalizadas. Mas normalmente histórias não me fazem pular, gritar, chorar e passar noites em claro criando teorias e fics paralelas em minha cabeça. Nessa situação, não dava para adiar esse momento.
Hogwarts: uma outra história é, a mais ou menos um ano, a minha fanfic preferida, e com certeza não vai deixar de ser tão cedo. Talvez seja o imenso carisma do Cesc, um verdadeiro mestre em distorcer a realidade e criar confusão. Talvez sejam os personagens secundários que fazem dessa Hogwarts o lugar mais divertido do mundo (e ainda tem gente que quer ir pra Disney, pff!). Ou talvez seja esse jeitinho da autora de fazer os leitores terem ataques cardíac... digo, de criar enredos inteligentes e totalmente "isso não... Quê? O QUE TÁ ACONTECENDO AQUI?... Eu nunca imaginaria uma coisa dessas... POR MERLIN, NÃO ACREDITO!"
Então, se você ainda não está lendo, eu só posso rezar pela sua pobre alma mortal não esclarecida, e dizer PRA VOCÊ PARAR DE PERDER TEMPO LENDO ISSO, VAI LER LOGO A HISTÓRIA PÔ!

L Lucine

22/07/2016 às 23:50
Essa história é tão incrível, tão maravilhosa, tão engraçada que eu não tenho nem palavras exatas pra descrever o quanto amo ela.
A autora é magnifica, sempre responde os views e é super divertida ♥
Devo dizer que de todos os personagens, os meus preferidos são o Cesc (o divo protagonista) e James (o Potter masoquista) kkkkkkkkk
Só quero dizer que a pessoa que iniciar a leitura dessa história não irá se arrepender ♥

Cillessen Valdez

01/08/2016 às 17:47
Quantas vezes eu tentei escrever essa recomendação e alguma coisa dava errado?
Eu apagava sem querer, faltava respiração ou tempo?
Realmente? Foram muitas.
Mas essa fanfic me marcou de uma maneira, tão forte, que eu não podia fazer de qualquer jeito.
A alguns dias, eu havia escrito a melhor recomendação da minha vida, mas o botão de copiar bugou e apagou tudo, fiquei realmente muito triste, porque pensei que não conseguiria escrever algo melhor e você, querida aurora, merece o melhor.
Mas há males que vêm para o bem...
E esse foi um deles!
Agora enquanto escuto a playlist da Disney no Spotify, a inspiração me atacou.
Então vou começar logo com isso, porque já enrolei de mais...

Se alguém me pedisse para falar um pouco sobre sua fanfic para ele, eu não conseguiria, sério! Não tem como falar somente um pouco.
Se é para eu falar sobre algo, teria que falar sobre a história envolvente, os personagens maravilhosos e ecléticos e sobre a maravilhosa pessoa que a escreve.
Mas vamos por partes...
A história se passa na terceira geração de Hogworts, mas não se foca no Albus, ou no Scorpius, ou Rose. Não! É claro que eles aparecem, afinal não tem como não aparecerem! Até gente morta aparece em Harry Potter, até cegos enxergam isso.
Conta sobre os 7 anos (ainda longe de acabar) de Francesc Fábregas, mas o chame de Cesc, a não ser que queira ser azarado. Ele é um sonserino, mas não um qualquer, ele é nasci... opa, sem spoilers.
Você irá se apaixonar por casa um dos personagens, desde os mais inteligentes, ao mais unicórnios e, é claro, pelos planos de três partes, porque isso é muito importante.
Cada personagem tem sua própria personalidade, não é aquele clichê de personagem bonzinho fica com a mocinha, até porque, não temos isso aqui.
E sobre a autora, ela é um amorzinho, trata a todos nós, leitores, muito bem, nos responde, brinca com a gente, nos deixa curiosos, nos faz sofrer um pouco, mas melhora tudo depois é o mais importante: nos presta um pouco de fanservise.
Li essa história 3 vezes e não me arrependo de nenhuma delas, afinal ela é maravilhosa, não importe quanto você leia, você sempre dará muita risada e sempre se emocionará.
Essa fanfic é meu amorzinho e vou protegê-la dos haters ♥
Ela não está completa (ainda), mas já ocupa um grande espaço no meu top 5 de fanfics e, é claro, no meu coração!

Amaya Ragnarock

07/08/2016 às 22:58
Normalmente não sou do tipo que recomenda historias (ainda mais inacabadas) porem essa não é uma historia normal com ela você ri,grita se emociona e quase enlouquece com as trapalhadas em que Cesc se mete ,a autora é super divertida e sua historias te prendem ate a ultima palavra e ainda ficar com gosto de quero mais pra quem ta ate agora lendo isso aqui uma dica VAI LOGO LER A FIC !

Juliet Bertrand

29/09/2016 às 21:14
O que dizer sobre Hogwarts: uma outra história...?
Que ela é fantástica? Maravilhosa? Perfeita? Eu estou aqui me matando pra pensar em um adjetivo bom o suficiente, mas é pouco provável que exista. É uma história engraçada (fato comprovado mundialmente e que está prestes a se tornar uma lei universal), então prepare-se para a possibilidade de morrer de rir enquanto a lê, mas saiba que terá valido a pena. Mas não é apenas a graça; a história que ela conta faz você refletir sobre o tema, inclusive sobre algumas das coisas da vida real. E a autora posta frequentemente e não tem nenhum problema com a ortografia, o que já é mais do que suficiente para você dar pelo menos uma olhada...
Agora, pense na melhor história do universo de Hogwarts que você já leu. Existe 100% de chances de que você ache que HUOH é melhor. E se não achar, bem, não tenho culpa de você ter um gosto tão ruim (e pode levar isso para o lado pessoal.)
A história se passa depois da história do Harry, quando os filhos dele vão para Hogwarts, mas diferente da maioria, ela não fala sobre eles, apesar dos Potter aparecerem eventualmente. Se passa pela visão de Cesc Fábregas, um menino espanhol nascido trouxa que vai para Hogwarts e é selecionado para... não posso contar, e spoiler, mas a questão é que ele vai para Hogwarts, e sabe de uma coisa? Depois de sobreviver ao Lorde das Trevas em pessoa e aos seus Comensais da Morte, a maior escola de Magia e Bruxaria da Grã-Bretanha definitivamente não estava preparada pra ele.