Orlando

Autor(es): Gabriel Cass


Sinopse

Em um momento de coragem insana Gabriel manda mensagem para Orlando, um dos meninos mais lindos que já viu na vida! Gabriel tem certeza de que aquilo nunca passará das mensagens, mas a história acaba durando bem mais do que ele poderia imaginar!

Embarque nessa história original que retrata os surtos, inseguranças e aventuras de Gabriel.


Notas da história
Faz alguns anos que eu não escrevo para os outro lerem, então todas as críticas serão super bem vindas! Espero que gostem e queiram acompanhar essa história linda!



(Cap. 1) Insolação

Alguma vez você já ficou tanto tempo no Sol que isso te deixou meio chapado? De acordo com o site oficial do ministério da saúde os primeiros sinais da insolação são dores de cabeça, tontura, náuseas, pele quente e seca, pulso rápido, temperatura elevada, distúrbios visuais e confusão mental. Minha mãe adora contar a história de uma vez em que eu passei a tarde toda na piscina e a noite comecei a ter alucinações absurdas, ela conta que eu apontava para o rosto dela e gargalhava! Naquela época não era tão normal as pessoas terem ar-condicionado em suas casas, por isso a solução que meus pais encontraram para me manter mais fresco durante a noite foi por um colchão no quintal de casa e naquela noite todos dormimos sob as estrelas. Enfim, o que estou tentando dizer é que estar sob o efeito de uma insolação não é tão diferente de estar bêbado.

Mas agora vamos para um relato mais recente, agora eu não mais uma criança, já tenho 22 anos de idade, mas pelo visto ainda não aprendi que ficar muito tempo no Sol pode ser uma má ideia, ou melhor dizendo, uma ideia ousada! Foi na festa de confraternização da empresa em que o meu trabalha, eu não sei se essa informação vai ter alguma importância no futuro, mas meu pai trabalha na companhia responsável pela distribuição de energia elétrica, pois bem, estava rolando essa festinha super família, várias crianças correndo de um lado pro outro, eu jogando elas na piscina e tudo isso sob um sol absurdo. A festa foi normal, nada que mereça destaque, mas por volta de umas 16 ou 17 horas da tarde minha família e eu fomos embora, havíamos sido os primeiros a chegar, estávamos lá desde as 9 da manhã, então forma umas 7 ou 8 horas, das quais quase todas eu passei na piscina.

Quando eu cheguei em casa eu estava sentindo alguns dos sintomas mais leves de uma insolação: pele quente e seca, temperatura elevada, mas não parecia ser nada de mais, até o momento em que eu peguei meu celular. Essa é a parte em que damos destaque ao fato de que estar sob o efeito de uma insolação é bastante semelhando a estar bêbado. E com o meu celular na mão eu abri um daqueles aplicativos de relacionamento bastante conhecidos por nós meninos que gostamos de meninos. Rolando o aplicativo eu, sob o efeito do Sol, acabei mandando mensagem para um menino que há muito tempo eu ficava só namorando a foto de perfil, mas sem nenhuma coragem de sequer mandar um “oi”.

G: Olá, será que vale a pena eu tentar puxar assunto com você ou é melhor eu nem perder meu tempo?

O: Haha

O: Tenta puxar assunto rs

Nesse momento minhas expectativas já haviam sido superadas, eu jurava que ele nem sequer iria me responder, mas ele respondeu! Eu já havia visto ele pessoalmente algumas vezes, na última vez inclusive ele estava beijando um amigo meu, então eu sabia como encontrar ele nas redes sociais, por isso antes de “puxar assunto” eu fui dar um stalkeada pra ter certeza de que iria conseguir achar um bom tópico de conversa. RuPaul’s Drag Race! Eu vi que ele seguia várias Queens então foi essa carta que joguei:

G: Você gosta de RuPaul?

Isso rendeu muita conversa sobre como a Adore Delano é maravilhosa, BenDeLaCreme rainha moral de todas as temporadas, Sasha Velour perfeita e muitas outras opiniões clichês que são perfeitas para dois gays conseguirem ter um diálogo empolgado e divertido. Depois de algumas horas de conversa já estava ficando tarde e por isso nos despedimos para ir dormir, mas é óbvio que eu passei mais algumas horas acordado na minha cama pensando sobre aquele garoto maravilhoso que provavelmente por ser muito simpático e gente boa havia me dado algumas horinhas de atenção. O fato de eu não estar muito bem por conta do Sol também pode ter contribuído com essas horas acordado.





Todas as histórias são de responsabilidade de seus respectivos autores. Não nos responsabilizamos pelo material postado.
História arquivada em https://fanfiction.com.br/historia/784322/Orlando/