Quase humano

Autor(es): Arisusagi


Sinopse

Você só descobre que é um Ajin quando morre.

"Essa noite vamos viver e morrer, viver e morrer, como se fosse um sonho"


Notas da história
× Nem Ajin nem Haikyuu me pertencem, todos os direitos são de seus respectivos donos.

×Como podem ver, é um crossover de Haikyuu e Ajin. Na verdade é mais um Ajin AU de Haikyuu, mas vou colocar alguns personagens de ajin também. Quem não conhece muito sobre Ajin pode ficar meio confuso, então dá uma lidinha nisso aqui antes de ler a fanfic http://ajin.wikia.com/wiki/Ajin_(Race)
Doc em português que eu fiz explicando umas paradinhas sobre Ajin https://docs.google.com/document/d/1r13T_RRxeiR9lDTKO2JnsFk7iWgHFXbWD5Vptj3kHfA/edit?usp=sharing

×Fanfic escrita para o ZINE do grupo SBLAN do facebook.

×Essa fanfic será no formato de drabbles, cada capítulo vai ter exatamente 100 ou 200 palavras.

×A frase da sinopse foi tirada da letra da música Yoru wa nemureru ka?, a primeira abertura de Ajin.

×A capa foi editada por mim, e a imagem é a capa do primeiro volume do mangá de Ajin.



(Cap. 17) Pochete

Notas do capítulo
Esse capítulo não tá seguindo a linha de tempo certinha da história. Imagino que isso aqui aconteceu um tempinho antes do Asahi descobrir que é um ajin. Esse capítulo só mostra personagens de Ajin, então quem não conhece a história não vai entender nada.

― Está quase na hora.

Ele fechou o Nintendo DS e o colocou de lado, levantando-se do sofá.

Dois revólveres, uma espingarda e um facão, além do pequeno canivete que sempre ficava em seu bolso, e uma pochete com munição mais do que suficiente. Devia dar pro gasto.

Os mapas do laboratório estavam sobre a mesa, e ele já havia decorado cada detalhezinho deles. Dessa vez, era melhor ele ser mais discreto. Chamar a atenção da mídia ficava para depois.

Ele penteou os cabelos com os dedos e colocou a boina.

― Hora de resgatar aquele tal de Tanaka.

x✖x

Há quanto tempo ele estava ali? Anos? Provavelmente.

Ele já fora esmagado, alvejado por tiros, afogado e dissecado milhares de vezes durante aquele tempo todo.

Todo dia, Tanaka morria várias e várias vezes, das maneiras mais variadas possíveis. Ele aguardava ansiosamente o dia em que ele não iria mais ressuscitar, o dia em que ele finalmente poderia descansar em paz.

Voltar a sua vida normal lhe parecia impossível. Ele nunca mais seria a pessoa que era antes de ser trancado naquele laboratório.

Amarrado e amordaçado, deitado naquela maca fria, Tanaka só desejava que algo o tirasse de lá, vivo ou morto.

Notas finais do capítulo
I have died everyday waiting fo you〜 Satou-san usa pochete, pass it on.




Todas as histórias são de responsabilidade de seus respectivos autores. Não nos responsabilizamos pelo material postado.
História arquivada em https://fanfiction.com.br/historia/724534/Quase_humano/