My Life with The Potters

Autor(es): Eponine


Sinopse

Quando os pais de Anastasia Dursley morrem, ela não faz ideia do que vai acontecer com ela.

Após o enterro, ela descobre que sua guarda foi dada aos Potter, o que vira sua vida de cabeça para baixo: Ela vai morar com a parte estranha de sua família, na qual ela apenas se recorda de Natais desconfortáveis e constrangedores.

Mas além de se mudar para uma casa diferente, Anastasia será apresentada para um novo mundo que jamais ouvira falar.



Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=5RirJiCMoW4



Notas da história
- Harry Potter e seus personagens não me pertencem, todos os direitos são da J.K Rowling e Warner Bros. Apenas Anastasia ♥.

— Capa com a atriz Kristen Stewart.

— JK Rowling: "Harry e Duda ainda se encontram, ao menos o suficiente para trocar cartões de Natal. A visita é mais como um dever, ambos se sentam em silêncio para que seus filhos se encontrem”

— A fanfic é uma espécie de diário de Anastasia.

— Personagens:

Adolescentes: http://1.bp.blogspot.com/-Ve_SLV5rwpc/VnsyH-B7qBI/AAAAAAAABRM/Y4_6GU6zXFA/s1600/my%2Blife%2Bwith.jpg
Adultos: http://2.bp.blogspot.com/-CSEuI3V_D64/VnsyLCEJPBI/AAAAAAAABRU/oJrEXwlo_vM/s1600/Sans%2Btitre%2B3.jpg
Shoreline: http://3.bp.blogspot.com/-71_vQMyesWY/Vpa2k6wQSyI/AAAAAAAABRw/Pj2cSpM_YJE/s1600/profs.jpg

—Trailer:

https://www.youtube.com/watch?v=5RirJiCMoW4



(Cap. 7) Capítulo 07

Acordei agora na cama de James, ele estava dormindo no chão. Calma, nada aconteceu, acho que estávamos bêbados demais para distinguir quartos. Ontem fomos ao bar, não me lembro mais dos detalhes, uma droga.

Inclusive perguntei para Lucy se ela e James estavam transando e ela riu por uns cinco minutos sem parar. Ela me olhou no fundo dos olhos e perguntou “Você acha mesmo que James transaria com alguém como eu?”. Acho que ela perguntou isso por ser gorda, ela não deve ter notado o jeito que ele a olha.

Eu disse que fui andar de bicicleta, né? Eu pedalei Godric Hollows inteira durante umas duas horas, eu já conheço esse lugar de cor e saltiado. Quando eu voltei para casa os dois estavam assistindo TV e James falou para eu me arrumar que eles iriam para o bar e ele tinha uma surpresa para mim. Quando eu cheguei no bar, adivinhe, DOMINIQUE!

Nós ficamos pulando abraçadas por cinco minutos, eu nunca pensei que ia sentir tanta falta dela! Colocamos a conversa em dia enquanto ela me empurrava um copo de cerveja atrás do outro. Contei sobre a briga dos meus tios e que agora eu ia estudar na Shoreline, contei sobre o babaca do Lorcan (que inclusive estava lá), falei tudo, chorei um pouquinho, foi emocionante.

Ela me contou que os pais dela quase mataram a coitada e que jogaram todo o acervo dela de Poções fora. Na verdade a mãe dela fez isso, mas o pai dela ficou muito bravo. Ela ficou trancafiada em casa e não fez nada além de ouvir meus discos e escrever seu romance (ela escreve um romance gótico, eu achei a história muito ruim, mas me nego a falar isso a ela). Ela também não entendeu minha raiva por Lorcan e ainda teve a audácia de chamar ele de “legal”.

James não parava de pedir rodadas de uma pinga bruxa (Imperius o nome, e pelo jeito é um trocadilho, mas eu entendi bulhufas) e de cerveja, então eu fiquei bêbada muito rápido, nossa mesa estava uma bagunça! Além de James, Lucy, Dominique e eu, também estava Fred e sua namorada maravilhosa, Lorcan e Jesse.

Jesse e eu conversamos por HORAS, foi incrível, ele é super legal. Ele disse que Shoreline não é o melhor lugar do mundo, mas que eu poderia fazer bons amigos e conhecer coisas que eu não faço ideia que existem, também me confortou sobre várias coisas, eu acabei desabafando com ele da mesma forma que eu fazia com Mike, agora estou com vergonha porque devo ter falado sobre meus pais, mas... Tanto faz, já foi.

Mas eu também cometi o maior erro, falei mal de Lorcan e Jesse ficou visivelmente ofendido (óbvio, é o melhor amigo dele!). E ele também falou algo que eu ainda não esqueci, foi algo como “Você não tem ideia de como é estar na cabeça de Lorcan”. Agora quero saber se ele tem algum problema mental e eu não sei. Vou me sentir horrível se tiver.

Ele me ignorou a noite toda e me deu um empurrão de ombro na bancada do bar. Não sei porque está tão ofendido, que saco, esse menino me deixa irritada! James me perguntou o que eu fiz com o disco de Lorcan, graças a Deus ele estava muito bêbado para esperar a resposta. Ele ficou a noite toda abraçando e beijando Lucy, não sei você, diário, mas eu quero ser a madrinha desse relacionamento.

...

Está um clima horrível aqui. Ah, e eu estou ouvindo Interior of a Dutch House do Beirut, espetacular.

Meus tios estavam sussurrando na cozinha hoje, só que começou a ficar um sussurro violento e tia Ginny surtou e começou a chorar e gritar coisas do tipo “VOCÊ QUER QUE EU SOFRA POR ANTECIPAÇÃO!”, ele parecia envergonhado e arrependido, e tia Ginny parecia não parava de chorar, tentando sair de perto dele. Fiquei constrangida e sai da sala lentamente e voltei para o quarto. Lily entrou aqui em seguida e ficou mexendo nas minhas coisas, em silêncio.

Depois Albus entrou e ficou aqui, sentado no parapeito da janela e segundos depois James entrou e deitou na cama, do meu lado. Foi estranho, mas eu me senti... Bem. Da família. Ainda dava para ouvir a briga dos meus tios pela porta. Meus primos parecem ter uma espécie de comunicação visual bizarra, eles conversam pela mente, é incrível.

Albus: Ele pediu de novo?

Lily: Sim.

James: Fred disse que vovó não a reconheceu quando ela foi lá.

Albus: Vocês acham que ela tem?

Silêncio mortal. Ao som de Heartbeats do The Knife.

Desse diálogo obscuro que eles tiveram na minha frente, tirei minhas conclusões: Acho que tio Harry pediu para tia Ginny fazer o teste para saber se pode ter Alzheimer por que semana passada ela pediu para Albus leva-la até o Beco Diagonal porque ela não se lembrava muito bem o caminho. Ela tentou disfarçar, mas não adiantou. Agora eu que estou com medo dela realmente ter isso, porque é a pior doença do mundo. Pior até mesmo que câncer. Lily começou a chorar e Albus a consolou, mas James meio que fugiu do quarto.

Eu não contei para eles que semana retrasada ela não lembrava meu nome. E nem que teve outra conversa sobre para que escola eu iria ontem. Desde que Albus teve aquela conversa comigo, eu tenho reparado nela e eu fico desesperada quando vejo essas coisas acontecerem.

Que merda.

...

Falta uma semana para 1 de Setembro, não estou pronta psicologicamente!

James e eu fomos até a casa de Olivia hoje para uma “festa” na piscina. Fiquei com vergonha da minha celulite na bunda então vesti um short de piscina que tia Ginny me emprestou. Ela ficou me olhando e falando de quando ainda cabia nos shorts. Bem, agora eu faço bom proveito dele.

Não tinha muitas pessoas, mas Fred estava lá, e ARGH, eu poderia morder aquela bochecha linda toda vez que ele sorri, que droga! Olivia passou a festa inteira se esfregando em James enquanto ele tentava se desvencilhar, estou começando a sentir constrangimento no lugar dela.

Estava tocando Me and The Moon do The Drums quando Lorcan chegou com seu irmão, é uma droga ele estar em todos os lugares e é incrível como Lysander é super legal e Lorcan ser... Bem, ser ele. Continuei brincando com James na piscina e ele quase me matou afogada umas quatro vezes. Como sempre ele ficou muito bêbado, nenhuma novidade. Ele começou a falar muito perto do meu rosto e eu fiquei assustada e sai um pouco da piscina.

Tomei três shots de Imperius e fiquei alegrinha, mas a festa toda ficou muito bêbada e olha que só tinha duas garrafas de Imperius e duas caixas de cerveja. Lorcan ficou trocando as pernas e vomitou em um arbusto perto da entrada, todo mundo ficou rindo da cara dele, foi engraçado. Fiquei na piscina mais um pouco com Roxanne até Lorcan entrar e ficar cutucando meu ombro, quando eu virei ele se afastou e ficou me chamando com a mão como se eu fosse um cachorro, fiquei com raiva antes mesmo de falar com ele.

Então tivemos esse diálogo:

Lorcan: Por que você trata todo mundo bem e me trata mal?

Eu: Nunca...

Lorcan: Porque parece que você me odeia. E eu não fiz nada pra você.

Eu: Não odeio você.

Lorcan: Quê?

Eu: Não odeio você!

Lorcan: Vou pagar pelo meu hambúrguer.

Eu: Não precisa.

Lorcan: Ok.

Ele estava visivelmente bêbado, acho que nem vai se lembrar disso depois. Vi ele beijando uma menina quando começou a escurecer. Ela era bem bonita. Fred ficou me abraçando e eu meu coração quase voou pra fora da caixa torácica, eu daria tudo para que ele terminasse com a namorada, sério, não aguento mais essa situação.

Mas e se ele terminasse, o que isso mudaria para mim? A resposta é: Nada! Meu nariz parece o do Pinóquio, tenho sérios problemas de acne, celulite na bunda inteira e uma risada de porco ridícula, aliás, James me apelidou de Miss Piggy, Olivia viu como uma oportunidade de outro e agora o apelido pegou. Fred riu por uns dez minutos. ÓDIO MORTAL.

Amanhã vou na casa de Dominique me despedir dela e é isso. Vou para uma escola de abortos.

Notas finais do capítulo
Cadê todo mundo? Sumiu geral no último capítulo, tava tão ruim assim? socorro. Espero que gostem... Beijos!




Todas as histórias são de responsabilidade de seus respectivos autores. Não nos responsabilizamos pelo material postado.
História arquivada em https://fanfiction.com.br/historia/667241/My_Life_with_The_Potters/