Terapia

Autor(es): Kori Hime


Sinopse

Um grupo que passa as vezes mais de 24 horas por dia, precisa um dia de uma pausa... Ou de alguém que possa ajudar na relação de trabalho, amizade, ou mais que isso. Mas não será tão fácil entendê-los. Ou uma terapia resolveria os problemas?


Notas da história
A série House M.D. é criação de David Shore. Essa fic é minha, de presente pra quem curte esses personagens bem loucos. A imagem da capa é criação de Matt Groening, todos conhecem ele por ser criador dos Simpsons.



(Cap. 5) Terapia para o grupo

Terapia

 

 
5

 

 

 

 

 

A sala de descanso dos médicos fora organizada para que todos se sentissem confortáveis e relaxados com a situação.O Dr. Ross estava sentado numa poltrona onde iniciava o circulo com outras cadeiras ao redor. Cada um sentado olhando uns para os outros.Talvez o silêncio constrangedor incomodasse... mas não tanto quanto a bola colorida que pulava das mãos de House para a parede. Ele viu que todos o encaravam, como se quisessem fazê-lo parar com aquela brincadeira infantil.

– Oh! Desculpe, estou só tentando relaxar. – ele largou a bola no chão, empurrando-a com a ponta da bengala. – Então, estamos aqui pra tomar o chá das cinco, ou pra brincar de alguma coisa divertida?

– House porque você mesmo não começa. Já que nunca tinha um tempo para as sessões, imagino que tenha muito o que falar aqui. – O psicólogo jogou as cartas que tinha. Mas os outros o olharam surpresos. Sabiam que não era a melhor jogada. Porque logo o House primeiro?

– Eu posso começar se preferir. – A Dr. Hadley bem que tentou.

– Bem, se for para falar algo, acho que não tem problema se eu começar.

– Foreman adiantou-se, deixando a médica para trás.

– Tenho uma cirurgia marcada pra daqui duas horas, então se eu falar primeiro, posso ir me preparar logo. – Chase tentou também, sem sucesso.

Lisa e James se entreolharam, não adiantava nada tentar o mesmo truque. Era óbvio que House iria intervir...

– De repente todos resolveram falar? O senhor psicólogo está falando comigo, então vamos seguir as ordens dele. – Como previsto, Wilson fez um meneio com a cabeça, já sabendo do que viria a seguir. – Vamos falar então de mim...

House esticou os dois braços para o alto, colocando as mãos atrás da cabeça, enquanto equilibrava a bengala com uma das pernas. Demorou um pouco para ele começar a falar. Antes disso ele cantarolou algumas canções antigas, coçou o nariz, observou as lâmpadas da sala, respirou fundo... deixando todos já angustiados com aquele ritual.

– Acho que já estou pronto. – Largou os braços, alongando-os depois. – Eu  cresci numa família cheia de problemas, mentiras e sofrimento... – As lamúrias do médico aumentaram conforme a idade dele ia avançando na história. – E aos quinze anos eu estava apaixonado pela professora de francês, mas eu não conseguia nem falar mon amour. – Assoou o nariz com um dos lenços de papel que o Dr. Ross lhe oferecera uma hora atrás. Assim ele continuou sua história. – E na formatura, Marry, não quis ir comigo, me trocou pelo capitão do time de basquete...

Todos já estavam cansados daquela choradeira sem fim. Mas House não.Chase levantou-se, faltava apenas vinte minutos para a cirurgia que iria fazer, e só conseguiu sair porque Cuddy prometeu falar em seguida.

– Então, podemos continuar com a sua história depois, Dr. Gregory House. – Esse sorriu, passando a caixa de lenços para Lisa.

– Bem o que posso dizer? – começou, ignorando os lenços. – Tenho um trabalho importante, gosto do que faço. Apesar dos problemas que me jogam... – Olhou para House e continuou. 

– Não olhe pra mim, é o seu trabalho manter o hospital na linha.

 

– Tenho uma linda filha...

 

– Adotada! – House interrompeu.

 

– Eu ia chgar lá, House, não precisa me lembrar disso.

 

– Só estou ajudando.

 

– Continuando... estou num relacionamento sério atualmente e muito feliz.

 

– Eu os apresentei. – Falou House para o médico.

 

– E como se sente sobre isso? – Dr. Ross lhe perguntou, anotando algo na sua prancheta, deixando Cuddy curiosa.

 

– Que sou um cupido?

 

Dr. Ross o olhou, e anotou mais uma coisa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

Notas finais do capítulo
House ainda leva um soco um dia, rs

Beijos,

Kori Hime




Todas as histórias são de responsabilidade de seus respectivos autores. Não nos responsabilizamos pelo material postado.
História arquivada em https://fanfiction.com.br/historia/60338/Terapia/