Sparkly Angel.

Autor(es): Katherine Marshall


Sinopse

Claire, nada mais nada menos do que uma adolescente comum (exceto por ter sido abandonada pela mãe e por ser extremamente popular e bonita) prestes a completar dezesseis anos, vê sua vida mudar de cabeça para baixo quando sofre um terrível acidente.
Depois de oito meses em coma, a menina acorda sem saber o porque de estar ali, quase sem se lembrar quem ela mesmo é. É como se ela fizesse parte de outro mundo, e após perder a única família que restava, ela se vê obrigada a se mudar para Oregon, abandonando seus melhores amigos e seu namorado para conviver com dois completos estranhos. E é aí que tudo está prestes a começar...


Notas da história
História original de minha autoria.
Inspiração tirada em uma viagem de carro, ao olhar para a janela e avistar nuvens cinzentas e uma lua que quase não brilhava, e arvores que mais pareciam ter folhas negras. Não, na verdade não pareciam folhas negras. Eu é que sou louca mesmo. E é por ser louca e ter uma imaginação tão fértil que estou aqui escrevendo isso.
História publicada a pedido de uma grande amiga.
Plágio é crime, etc.



(Cap. 9) Explicações.

Notas do capítulo
Saudades comentários.

Acordo no dia seguinte com Caleb sentado na cama ao meu lado, e volto a dormir... Não, espera. Eu pensei que fosse mais um dos meus sonhos, mas não era. Ele estava ali. Pulei da cama, e fiquei olhando pra ele.

– Oi?! – Ele disse com um sorriso inocente no rosto.

– Oi? – Pergunto, com certeza com um enorme ponto de interrogação na cabeça. – O que você está fazendo aqui?

– Percebi que você não foi a escola e...

– E resolveu me observar enquanto eu dormia? Você é um psicopata ou algo assim? O que foi aquela pena que você deixou ontem? Como você foi embora sem sair pela porta? Você é louco, vai embora. – Ele só deu risada diante do meu nervosismo. – É sério, Caleb. Você tá me perseguindo? Sério, que tipo de pessoa vem na casa da outra só porque ela não foi a escola? Você nem me conhece. – Ele pareceu percebeu a "gravidade" da situação e ficou sério também.

– Me desculpa.

"Me desculpa?", você não acha que me deve explicação nenhuma?

– Bom... Eu sai pela porta, sim, não me despedi porque estava com pressa, me desculpe, na verdade eu até falei um "tchau", mas acho que você estava tão distraída que não ouviu. Eu não sei de que pena você está falando, eu só te deixei uma rosa. E, eu não estou te perseguindo. – Riu como se isso fosse ridículo. – Isso é ridículo. – Completou. – Eu só não gosto muito de escola, e como você foi a única pessoa que simpatizei desde que cheguei nessa cidade, quis vir conversar com você, mas cheguei aqui e você estava dormindo, só isso.

– Você é muito estranho.

– Assim você me deixa ofendido, Claire. – Disse brincando. Comecei a rir junto com ele, mas depois parei.

– Não, eu não esqueci o que você fez ontem, e eu não estou ficando louca, você não me falou tchau nenhum, e aquela pena, quer ver, vou te mostrar. Não tinha como vir parar aqui do nada. – Abri a gaveta e... Não tinha nada. – Ok, talvez eu esteja ficando louca. Não, não estou...

– Ei, relaxa. – Ele disse me interrompendo. – Quer ir a aquele lugar que te falei ontem?

– Não sei se é uma boa ideia.

– Por favor. – Persistiu com sua voz suave, olhando em meus olhos e segurando minhas mãos.

– Tá, tá bom. Só deixa eu me arrumar antes.

– Vou esperar lá embaixo.

Fui ao banheiro e tomei um banho rápido, de dez minutos, escovei os dentes e coloquei uma calça jeans, um all star e uma camiseta qualquer. Desci as escadas e ele estava na sala, sentado.

– Quer comer alguma coisa antes?

– Quando a gente chegar lá, a gente come.

Saímos da casa e fomos em direção a seu carro. Ele abriu a porta para mim, e entrou logo em seguida.

– Para onde vamos? – Perguntei, curiosa.

– Surpresa.





Todas as histórias são de responsabilidade de seus respectivos autores. Não nos responsabilizamos pelo material postado.
História arquivada em https://fanfiction.com.br/historia/350820/Sparkly_Angel/