I Should Have Kissed You!

Autor(es): Vanessa R


Sinopse

Angel Tomlinson muda para Londres pra viver com o seu irmão Louis Tomlinson que tem uma banda *One Direction*, e ela terá que se acostumar com o facto dos rapazes serem famosos e com isso, a grande perseguição das fãs; com as brincadeiras "engraçadas" de seu irmão Louis Tomlinson; com o "mau" hábito de Harry Styles andar pelado pela casa; com o sono de pedra de Zayn Malik; com a grande fome e obsessão de Niall Horan pelo Nando's, e ainda, com a fobia de colheres e a fofura de Liam Payne.
Será que ela, deixará o orgulho e um pouco de sua privacidade de lado, pra viver um romance com um dos integrantes?!
Uma história cheia de aventura, amizade, drama, romance, ciúme, vingança, paixão e comédia.


Notas da história
Informações:
- One Direction não me pertence (AINDA, mas já está na minha lista de prioridades), mas o restante me PERTENCE;
- Minha segunda fic com o One Direction;
- Poderá haver cenas de sexo ou momentos quentes, mas vou avisar sempre antes, assim quem não gosta de ler essas partes poderá saltar;
- Na minha fic o Zayn Malik não fuma (FUCK YEAH);
- No inicio, todos os garotos são SOLTEIROS;
- Aceito todos os tipos de criticas.
*FIC ORIGINAL!



(Cap. 29) 28º Capítulo: VOCÊ GOSTA DA ANGEL!

Notas do capítulo
Eu prefiro ser xingada por vocês, porque não postei o capitulo na data prometida, do que postar uma BOSTA de capitulo!
Sério que o capitulo tava uma bosta (eu tambem não gostei muito desse, mas tudo bem), por causa de umas coisas que aconteceram comigo, e não me deixaram concentrar!

Angel’s POV

Eu estava paralisada (por dentro claro, porque no momento eu estava andando rápido tentanto me afastar o máximo possivel do Zayn).

Vei na boa, esse garoto tá maluco, só pode! Como assim ele me beija? Quem o deu o direito de tal coisa? E no meio da rua? Ele não tem medo de mim é? Sério vei, agora eu odeio mais esse cara (se é que isso pode ser possivel, levando em conta a quantidade de ódio que eu carrego desse cara).

Tá bom, eu sei que correspondi o beijo e tal, mas sério gente, eu JURO que foi sem querer. Tipo assim, o que você faria se um cara super gato e gostoso desse um maior beijo em você?! Correspondia neh? Mas e se você odeia esse cara? Lógico que você daria um tapa nele e saía andando – correndo –, mas o que foi que eu fiz? Correspondi o beijo e ainda fiquei aí especada que nem uma idiota que teve seu primeiro beijo. Calma gente, eu não sou assim tão nerd a ponto de nunca ter beijado na vida, mas aquilo foi do tipo... diferente sabe. Nem sei como explicar esse meu acto de purra idiotice.

BURRA, MIL VEZES BURRA.

Mas a sério gente, eu juro que não sei o que aconteceu comigo. Foi do tipo automático sabe. Ele me beijou e eu, SEM QUERER beijei ele de volta, fazendo ele pensar que eu gostei do beijo e tal, mas NÃO, EU NÃO GOSTEI.

Tá bom, tá bom, eu confesso: eu confesso que esse foi um dos melhores beijos da minha vida, e só pra deixar bem claro, eu não gostei do beijo por causa da pessoa, mas sim do beijo em si. A maneira que ele me beijava, o toque sensível e suave das mãos dele.... e algo em seus olhos me fizeram alguma coisa, que ainda tou pra descobrir! Eu parecia hipnotizada gente, sério. Aqueles lindos olhos cor de mel me encarando, enquanto brilhavam por causa do reflexo do sol (não tinha sol, porque o tempo tava nublado, mas tudo bem).

Depois de eu ter ficado bastante séria e com uma cara de idiota, e ter falado pra ele que nunca mais quero que ele me beije, o lindo sorriso que ele carregava no rosto, desapareceu, dando lugar pra uma cara mais séria e um pouco triste. Caminhei com rapidez até a estrada, tentando me afastar o mais rápido dele, mas a cada passo que eu dava, ficava mais puta. No bom sentido, claro. Não que ‘ficar puta’ tenha algum bom sentido… Mas não era como se eu fosse encurtar a roupa e rodar a bolsinha. Estava ficando puta de ficar brava mesmo. Mas é claro que você já entendeu.

Logo avistei um táxi e fiz um sinal com a mão, fazendo ele parar. Abri a porta do carro lentamente e encarei Zayn pela ultima vez. Ele tava parado no meio da estrada me, enquanto a chuva intensa caía sobre ele.

Suspirei e entrei rapidamente no carro, entregando pro motorista o papelinho onde Louis havia colocado o endereço do apartamento onde a gente tava, pra eu não me perder de novo.

– Finalmente. – ouvi a voz de Liam ecoar da sala, enquanto eu fechava a porta e caminhava até a cozinha. – Já tava com fome. – ele disse sorrindo pra mim.

Eu encarei ele e retribui o sorriso, mas no fundo eu não queria sorrir, nem pra ele, nem pra ninguem.

– Nossa garota, tá chovendo tanto assim lá fora?! – Louis perguntou quando me viu toda encharcada.

– Não, magina Louis. – respondi enquanto colocava as duas sacolas em cima do balcão da cozinha. – Tavam fazendo uma competição de cuspe quando eu tava passando aqui perto. – falei um pouco grossa e subi até meu quarto.

– Jesus cristinho, o que deu nela?! – consegui ouvir a voz de Louis falar da sala.

Sério Louis?! Jesus cristinho?! Muito gay você não acha?!

Abri a porta do meu quarto e felizmente ninguem tava ali. As garotas (Olivia, Sarah e Megan) dormiam em outro quarto, mas passavam o dia aqui no quarto de Kath e eu, porque o quarto da gente, comparado com o delas, é muito maior.

Me joguei na cama de barriga pra baixo e fiquei em silêncio, enquanto alguns pensamentos medonhos e assustadores passavam pela minha cabeça.

Porque eu me sentia assim tão confusa? Será que aquele beijo significou algo pra mim? E se sim, o quê? Amor e paixão eu posso excluir, porque era uma das coisas que eu menos sentia por ele. A unica coisa que confesso que eu senti no momento foi DESEJO, PRAZER e UMA VONTADE ENORME DE O BEIJAR.

Será mesmo que eu tou gostando dele ou pelo menos, sentindo algo por aquela coisa? Não pelo amor de deus, NÃO! Tudo menos isso senhor.

Dei um grito que ficou um pouco abafado por causa da almofada que tava por baixo da minha cara. Levantei da cama e caminhei até o banheiro pra passar uma água na cara, pra ver se eu deixava de pensar besteira.

– Ela falou que tá em cima da cama. – ouvi a voz de Sarah.

O que ela tá fazendo aqui?!

– Eii perae! – Niall falou.

E com o NIAL?!

– O que foi Nialler? – Sarah perguntou.

– Tou querendo curtir um pouco a minha namorada. – Niall falou com uma voz de bebe. Eu juro que quase vomitei. – Posso ou não?

Sarah deu uma gargalhada (suponho que seja Sarah, porque senão, o Niall tá com uma risada muito afeminada) e falou:

– Claro que você pode meu irlandês lindo. – ela falou com uma voz de bebe (QUE AMOR NEH GENTE?! DÁ ATÉ VONTADE DE ENFIAR UMA FACA NO MEIO DO PEITO) e de repente um silêncio se fez.

Quê isso produção? Eles não encontraram outro lugar pra se pegar? Tinha que ser justo no meu quarto?

Bufei cansada e saí do banheiro, e dei de caras com Niall e Sarah no maior amasso. Que falta de respeito cara!

Limpei a garganta na expectativa de eles ouvirem e pararem de se beijar, mas foi completamente inutil. Nem se deram conta da minha pobre e invisivel presença.

– Galera? Hmmmm... eu tou aqui. – falei dando um txau pros dois que pararam de se beijar rapidamente e me encararam confusos.

– A-angel, oi. – Sarah falou meio sem graça empurrando Niall pra longe.

– A gente nem viu você aí. – Niall falou sorrindo amarelo.

– Eu reparei. – falei e me joguei na cama de costas encarando o tecto.

– Você tá toda molhada garota. – Niall falou como se tivesse bastante surpreso. – Tá chovendo tanto assim lá fora?! – perguntou Niall e tive vontade de dar pra ele, a mesma resposa que dei pro Louis, mas resolvi deixar passar.

– Harammm! – falei.

– Mas então, trouxeram a comida?! – Niall perguntou animado.

– Tá lá na cozinha, em cima do balcão. – falei fechando os olhos cansada.

– Então bora lá comer, que tou morrendo de fome. – Niall falou.

Abri os olhos lentamente e sentei na cama.

– Podem ir, que eu vou depois. – falei.

– Não vai agora porquê?! – Sarah perguntou confusa.

– Não tou com fome. – falei os encarando.

Sarah e Niall arregalaram os olhos como se tivessem visto um fantasma.

– Quem é você e o que fez com a Angel?! – Niall perguntou sério.

Dei um sorriso esforçado e encarei Niall.

– Prazer, Angelina. – falei e Sarah riu alto.

– Então manda ela embora, que eu quero minha Angel de volta. – Sarah falou e Niall assentiu.

– Gente sério, eu não tou com fome. Podem ir que daqui a pouco encontro vocês lá em baixo. – falei caindo sobre a cama e fechando os olhos.

– Eu tentei. – Niall falou. – Vamos então princesa. – ele falou caminhando até a porta.

– Pode ir amor, vou daqui a pouco. – Sarah falou e deu um selinho no Niall que saiu do quarto.

Pronto, fudeu agora!

– Ohh, nem vem. – falei levantando da cama e pegando numa toalha que tava em cima do sofá.

– Tudo bem! – ela falou sentando na cama.

Peguei na toalha, não dando a minima pra ela e caminhei até o banheiro.

– Mas pode ficar sabendo, que eu não vou sair daqui enquanto a senhora não me falar o que tá pegando. – ela disse do quarto, com a voz séria.

Revirei os olhos e entrei na banheira, pretendendo ficar lá por um bom tempo. Eu realmente estava precisando daquilo. Aquela água gostosa caindo sobre mim e fazendo com que todos meus problemas desaparecessem, ou quase todos.

Fechei os olhos e num passe de mágica, aquilo que eu havia tentando não pensar naquele momento, voltou a assombrar meus pensamentos.


Flash Back – ON

Eu ainda não sabia o que havia dado no Zayn. Ele tava me beijando, e eu estava retribuindo. COMO ASSIM PRODUÇÃO?! Tem alguma coisa errada aí, ou esqueceram que a gente se odeia?!

No inicio foi apenas um selinho, mas depois, Zayn pediu passagem com a sua lingua, e eu a burra que sou, cedi. COMO ASSIMMMMMMMMMMMMMM???!!!

Definitivamente tá algo de errado aí produção. Pelo amor de deus, como é que uma coisa dessas acontece, e eu simplesmente não faço nada?

O toque macio que a pele de Zayn transmitia, era diferente de tudo que eu já havia sentido antes, e seu beijo? Ah meu deus, tenho até medo de dizer isso: QUE PERFEIÇÃOOOOOO!!!!

Flash Back – OFF


Balancei a cabeça tentanto tirar aqueles pensamentos MEDONHOS da cabeça. Reparei que já estava um bom tempo embaixo de água. Desliguei o chuveiro e saí, me embrulhando na toalha.

Saí do quarto e dei de caras com a Sarah sentada na cama, ainda na mesma posição. Olhei pra ela levantando uma das sobrancelhas, e ela desviou o olhar, olhando pro chão.

Revirei os olhos e caminhei até minha mala. Peguei num short e numa camisa larga, e vesti. Peguei meu cabelo num coque e encarei Sarah que ainda estava paralisada em cima da cama.

– Não vai falar nada? – perguntei colocando as mãos na cintura.

– Não até a senhora me contar o que ta passando com você. – falou séria me encarando.

– Então vai ficar assim mesmo. – falei um pouca grossa e caminhei até a porta.

Segurei na maçaneta e antes que eu pudesse abri-la, senti a mão de Sarah tocar no meu ombro.

– Você pode não querer me contar o que tá pegando agora, mas quando você precisar de desabafar, saiba que eu vou estar sempre aqui. – ela falou séria e quando terminou de falar sorriu de leve.

Dei um sorriso sem mostrar os dentes e a encarei.

– Obrigada. – falei e ela assentiu.

– ALELUIAAAAAA!!! – Louis gritou, sentando no sofá com o resto do pessoal, quando viu a gente andar até a sala.

– Não acredito que vocês tavam esperando a gente pra almoçar? – Sarah perguntou arregalando os olhos.

– Esse panaca fez questão. – Harry reclamou com a cara emburrada.

Niall sorriu de leve e aproximou de Sarah. Encarei Louis que levantava do sofá. Ele tossiu, fez uma cara estranha e disse:

– Que trajes são esses posso saber senhorita?! – ele perguntou me encarando da cabeça aos pés.

Harry, Liam e Olivia gargalharam alto e eu revirei os olhos. Encarei o pessoal que tava sentando uns no chão e outros no sofá e percebi que Zayn não se encontrava no meio deles – não que isso me importasse.

– Então bora comer, que tou quase morrendo de fome. – Niall falou e saiu correndo até a cozinha.

– Como assim tem só duas caixas de pizza?! – Sarah perguntou encarando Niall que tirava as caixas de pizza de dentro da sacola.

– O Zayn ficou de trazer os outros 3. – respondi séria caminhando até o balcão e sentando.

– É verdade, porque vocês não vieram juntos? – o “super amigo” e “querido” Harry perguntou me encarando.

Senti a porta de casa mexer e a maçaneta girar.

– Desculpa a demora pessoal. – Zayn falou entrando e fechando a porta. “Obrigada” seu desgraçado. Agora que não tem jeito de eu mentir pro pessoal, falando porque a gente não veio junto. – O que foi? – Zayn perguntou quando viu que todo mundo tava o encarando.

– Naftdam. – Niall respondeu com a boca já cheia de pizza. – H-harry.... tafta... apenas... pelguntando... porque você e a Agnel... não bieram... guntos. – ele falou enquanto mastigava.

Zayn deu um sorriso amarelo pra Niall e me encarou. Senti meu corpo gelar de repente.

– Eu queria passar numa loja pra ver umas coisas, e a Angel acabou vindo pra casa, pra trazer o senhor comilão a sua comida. – ele falou e Niall sorriu largamente deixando sua boca cheia de comida á mostra.

Pelo menos uma vez na vida, tive vontade de me jogar em cima de Zayn e agradecer ele.

– Fecha a boca bem. – Sarah falou fechando a boca de Niall e fazendo Kath e Megan gargalharem alto.


Zayn’s POV

O almoço foi tranquilo, tirando o facto de eu e Angel estarmos muito quietos. Quer dizer, não só eu e ela, como Louis e Olivia tambem. Louis de vez enquanto fazia algumas piadinhas (os de sempre), mas ele não tava assim tão animado, e nem tava olhando direito pra cara da Olivia e vice-versa. Hmmmm... tem coisa aí.

A gente devorou (Niall) as pizzas todas e bebemos quase todo o refri que tava na geladeira. Só deixamos umas duas ou três garrafas, pra mais tarde, quando a gente tiver que voltar pra casa.

Depois do almoço, as garotas subiram pra cima, e nós, os garotos, ficamos jogados no sofá, enquanto a gente assistia a TV.

Tudo estava calmo, pra mim claro, porque Niall e Louis estavam falando e rindo sobre qualquer coisa que passava na TV, Liam e Harry estavam cochichando qualquer coisa, até que um individuo, a que eu chamava de amigo falou comigo, deixando a minha humilde paz de lado.

– Você tá muito quietinho pro meu gosto, amorzinho. – Liam falou fazendo todo mundo me encarar.

– Ele tá dando uma de FOREVER ALONE. – Louis falou. – Deixa ele.

Todos riram, menos eu, que permaneci sério.

– E-eu acho que sei porque ele tá assim. – Niall falou vindo da cozinha, segurando num pacote de doritos.

– Assim como? – perguntei levantando as duas sobrancelhas e o encarando.

Niall querendo dar uma de esperto. -_- ODEIO!
– Por favor, tá na cara gente. – ele disse colocando uma mão cheia de doritos na boca.

– Se está, por favor, me mostre, porque eu não tou vendo nada. – respondi apontando pro meu rosto.

– Opa, essa eu quero ouvir! – disse Louis todo animadinho se sentando no chão ao lado de Liam que estava todo sério encarando Niall.
– Bopcê... golda... ta... Abnel. – disse Niall enquanto mastigava os doritos que estavam na boca dele.

– O quê?! – todo mundo perguntou, inclusive eu.

Mania do garoto falar com a boca cheia, enquanto mastiga.

– VOCÊ GOSTA DA ANGEL! – Niall falou quase gritando.

Arregalei os olhos e encarei Liam, Harry e Louis que encaravam Niall com atenção.

– Comer muito não tá te fazendo bem Niall. – eu disse rindo baixo. – O excesso de comida no teu organismo tá bloqueando sua inteligência só pode. Toma cuidado ein garoto, que isso pode matar você.

Niall revirou os olhos e se jogou no sofá. Um silêncio se fez, mas foi logo quebrado pelo Louis.

– Quer saber, eu acho que Niall tem razão. – Louis comentou depois de um tempo.
– O quê? – perguntei já exaltado com aquela conversa ridicula.

Como assim eu gosto dela? Tão malucos é? Isso não EXISTE!

– É, eu também acho. – Harry completou.

EU VOU TE MATAR SEU IRLANDES DESGRAÇADO! Colocando essa porcaria na cabeça de todo mundo.

– Vocês estão o quê? Usando algum tipo de comida da loucura juntos? – eu disse sério. – Isso não existe. Gostar dela. Só podem ter enlouquecido. Eu odeio essa garota.
– Por isso mesmo que eu acho que você gosta dela. – Niall disse apontando pra mim. – Você vive tratando ela mal sem motivo nenhuma aparente, vocês tavam quase se beijando a uns dias atras, e eu vejo sua cara quando ela fica com o Harry para aqui e para ali. Você simplesmente se torna azedo. Mais azedo do que o costume.

– E o que é que tem dela ser amiguinha do Harry? – perguntei fazendo aspas no ar.

– Você fica sempre com ciumes. – Louis respondeu.

– Ciumes? Pelo amor de deus! – eu disse revirando os olhos.
– Pare de negar Zayn. – Harry disse se levantando. – Tá na sua cara garoto, todo mundo já notou.
– OK, discutir com vocês é impossível. – eu falei enquanto encarava o nada.

– Tanto porque é uma discussão boba e totalmente inútil. – retorquiu Louis.
– Se você acha. – respondi seco.

Notas finais do capítulo
Proximo capitulo Zayn admite que GOSTA da Angel e, Louis e Olivia conversam sobre o beijo deles que aconteceu no sabado, depois da festa.
CAPITULO IMPERDIVELLLL ;)
PS: Minha querida Gabriela Mello, a parte que me lembrou você foi quando a Sarah tava querendo saber o que tava pegando com a Angel. Me fez lembrar de você, por causa de ontem :) E de você tambem Isadora Sofia =D Muito obrigada pela força :) Adoro vocês ♥♥♥




Todas as histórias são de responsabilidade de seus respectivos autores. Não nos responsabilizamos pelo material postado.
História arquivada em https://fanfiction.com.br/historia/203738/I_Should_Have_Kissed_You/