Meu, somente Meu Vizinho, Sasuke Uchiha.

Autor(es): heyouitsady


Sinopse

Haruno Sakura é uma típica adolescente que mora em uma casa " colada " a de Sasuke Uchiha, seu amigo. Se é que pode se dizer assim, pois estão brigando a maior parte do tempo.Sakura mora com seus pais, que discutem bastante apesar de se gostarem muito, e seu irmão mais novo Konohamaru. Um dia os pais de Sakura que são bastante amigos da família Uchiha, resolvem que vão tirar um tempo de folga e acabam por deixar Sakura na casa de Sasuke cuidando de Konohamaru na presença de duas empregadas na mesma. Desse modo a convivência com Sasuke Uchiha vai melhorar ou... Piorar?


Notas da história
Infelizmente meu computador está com problemas e uso temporariamente este notebook, farei o máximo possível para postar sempre, mas não prometo.Como acontece com todos, não é sempre que tenho criatividade ou disposição para postar, não gosto de postar coisas sem um pingo de nexo ou qualquer coisa que seja apenas pra dizer que " postei ", espero que entendam quando eu me ausentar.I hope you enjoy it. sz'



(Cap. 6) Problemas.

Notas do capítulo
Desculpem a demora gente =/, mas é que o computador ficou fora por alguns dias e fiquei incapacitada de postar.
Anyway, enjoy it sz'

Acordei e fiquei um tempo olhando pro teto tentando me acostumar ao lugar até agora desconhecido... Hum. AÉEE! É a casa do Sasuke, verdade. Sentei na cama, espreguicei e pensei no que eu tinha feito aqui até agora, então lembrei do - quase - assédio do Itachi, corei instantaneamente e logo tirei aquilo da cabeça... Ou pelo menos tentei né, porque... Agora eu vou ficar com a zica de ver o Itachi.Beleza, comecei bem na casa do Sasuke. Saí da cama e fui ao banheiro , fiz minha higiene e troquei de roupa, - issaê, Sasuke não me verá como acordo de manhã, NEVER BABY, NEVER - abri a porta e a dele já estava aberta e a de Konohamaru estava fechada, a porta que eu julgava ser a de Itachi também estava fechada, passei na ponta dos pés. Eu que não quero acordá-lo né?
– Bom dia.- Falei quando encontrei Sasuke sentado do sofá.
– Hn.- Disse somente. Esses é um daqueles dias em que ele parece que tomou suco de limão sem açucar (?).
Eu estava me dirigindo à cozinha, já disse que a comida na casa de Sasuke é uma beleza? Acho que engordarei uns três quilos até meus pais voltarem... Falando nisso, quando será que eles voltam?Daí, como eu tava falando,- me perco fácil - eu tava indo pra cozinha seduzente do Sasukenho quando resolvi que eu ia primeiro, antes de mais nada, descobrir o porque do indivíduo estar assim, tão amargo hoje.
– Que foi? Caiu da cama?- Comentei sentando ao seu lado.
– Por que não me contou Sakura?- Perguntou, olhando pra mim com braços cruzados. Gentem, sério que estou com medinho, do jeito que ele falou parecia que eu estava escondendo dele que eu estava grávida, ou coisa do tipo.
– Do que você tá falando?- Perguntei vasculhando a minha mente na tentativa - inútil - de achar alguma coisa importante que eu não contado ao Sasuke, mas não achei coisa nenhuma.
– Do Itachi.- Itachi? Do que que ele tá... Ah! Essa coisa. Erm, foda.
– Ah!- Só falei isso.
– "Ah "? Só isso o que tem a me dizer?- Revoltou.
– O que queria que eu disesse?
– Que me desse uma explicação! Ou que pelo menos me contasse!
– Explicação de que? Não aconteceu nada!- Levantei.- Não te contei porque não achei que era grande coisa.
– Não achou? Pois é! Sakura, não admito isso!
– Não admite o que? Por acaso você é meu dono? Se eu quiser ficar com o Itachi eu fico tá entendendo?
– Você não pode fazer isso!
– Por que não?
– Porque eu não QUERO!
– Novidades pra você : foda-se eu não ligo!- Fiquei muito nervosa e nessas alturas, Sasuke também já tinha se levantado e estava gritando comigo, tanto quanto eu com ele.
– Você tem que ligar, não pode deixar Itachi se aproveitar de você! Não lembra do que você sempre diz pra mim sobre a fama dele?
– Eu sei muito bem o que eu disse.- Apesar de não abaixar o tom, vacilei por um minuto por ter concordado com Sasuke totalmente no meio daquela guerra.- Mas ele disse...- Parei, eu não devia dizer aquilo ao Sasuke, até porque deveria ser uma mentira enorme e se eu disesse que Itachi havia dito que mudaria, Sasuke só faria rir da minha cara, idiota.
– Disse...- Me incentivou a continuar.
– Nada, não disse nada.- Me virei pra ir à cozinha mas fui impedida pelas mãos de Sasuke.
– Ele disse o que?
– Não disse nada Sasuke! E para de me tratar como se eu fosse sua, PORQUE EU NÃO SOU!- Me soltei das suas mãos e quando me virei pra ir a cozinha, percebi uma silhueta na escada, era Itachi, e ele sorria de lado.
Ignorei os dois - Sasuke e Itachi - e fui pra cozinha comer alguma coisa, peguei um pão e um café, sentei e comi pensando.Sasuke tinha razão por um lado, Itachi é mentiroso, ele poderia sim querer se aproveitar de mim, mas ele disse que iria mudar por mim. Tá ele pode dizer isso a todas as outras, mas não sei porque, vi sinceridade nele, bom pelo menos naquela hora, aaaargh. É melhor parar de pensar nisso e deixar isso pra lá, não me envolverei com o Itachi e... Espera, se eu não me envolver, aí é que Sasuke vai achar que manda em mim mesmo. O QUE FAZER?Terminei de tomar meu café e hoje é segunda, sim faltei à aula, mas pelo simples fato de que eu esqueci que ia ter aula.Mas o que me intrigou enquanto eu pensava nisso era: porque Sasuke também faltou? Aquele nerd não falta assim à toa, só se estiver tossindo os pulmões pra fora.Konohamaru entrou na cozinha.
– Bom dia.- Disse sonolento.
– Bom dia.- Respondi apreensiva, com medo de que ele tivesse acordado com a gritaria que eu e Sasuke arranjamos.- Acordou agora?
– Sim, tive um sonho estranho.- Levantei a cabeça em sua direção esperando pra ouvir, ele começou a me contar enquanto fazia seu café da manhã.- Eu estava brincando perto de casa e de repente ouvi mamãe e papai discutindo, gritando.- Gelei.
– Gritando? O que?
– Ah, nem lembro, alguma coisa sobre a mamãe não ser do papai, pra ele deixar ela em paz.- Ele dizia com os olhinhos tristes. Fiquei mal, ele teve esse sonho provavelmente porque ouviu o barraco alheio.
– Ah, foi só um sonho Maru, ta de boa.- Fiz sinal de paz e amor.- Além do mais eles viajaram né? Vão ficar melhor do que nunca.
Ele sorriu, e isso foi gratificante - palavras dificies anm? Estou estudando o dicionário -n -.Mal terminei de falar e Itachi entra na cozinha, passa de direto por mim, pega o seu café e senta na mesa ao lado de Maru, de frente pra mim.
– Bom dia.- Sorriu.
– Bom dia.- Sorri também, meio sem jeito, tanto pelo assédio quanto por ele ter ouvido minha discussão com Sasuke.
– Sasuke está trancado no quarto, deve estar muito nervoso.- Comentou enquanto bebia seu café.
– Hn.- Disse apenas isso, eu não tinha mais o que dizer.
– Porque o Sasuke ta nervoso?- Konohamaru perguntou inocente.
– Nada, ele caiu da cama.- Falei olhando pra ele e depois pra Itachi que estava me olhando e apenas assentiu.
– Só por causa disso?- Ele deu uma gargalhada.- Deve ter batido a cabeça.
– É, quem sabe com essa batida ele não deixa de ser tão cabeça-dura.- Konohamaru me olhou interrogativo.- Nada, já terminou de tomar café? Porque não vai brincar ein?
Ele sorriu e saiu da mesa, foi pro quarto. QUE MILAGRE FOI ESSE QUE ELE NÃO DISSE UM XINGAMENTO ATÉ AGORA? Aposto que é porque a mãe não está e ele sabe que eu desço o cacete nele se fizer isso.
– Então pequena.- Itachi começou.- Dormiu bem?
– Sim, e você?
– Muito bem, sonhei com você.
Fiquei MUITO sem jeito, acho que estou vermelha.
– An... Que bom.- Ri sem graça.
– Ótimo.- Corrigiu.- Então... Você e o Sasuke...- Ia começar o assunto.- O que foi aquilo?
– Acho que você ouviu o bastante pra saber.- Soou mais rude do que pensei.
– Calma, calma.- Levantou as mãos como se estivesse se rendendo.- Só queria saber mais sobre o assunto.
– Você não deveria ter contado a ele o que aconteceu.- Fiquei séria.
– Ele perguntou e eu respondi ué.
– O que ele perguntou?
– O que tínhamos falado na cozinha, porque ele ouviu algumas coisas.
– Coisas?
– É, mas ouviu poucas, e não entendeu bem, por isso me perguntou.
– Você bem que podia ter disfarçado.- Passei a mão na caneca onde estava meu café.
– Não, mentir é feio, e eu aprendi que não posso mais fazer isso desde ontem quando disse que eu ia mudar.- Se levantou e pôs o copo na pia.
Saiu da cozinha e me deixou lá com cara de " a pena caiu mais rápido que a pedra? Como pode? " Comparação FAIL, eu sei.E agora? Um Sasuke emburrado de um lado, um Itachi decidido a ficar comigo do outro, Konohamaru quase a pá da situação, pais viajando, o que significa que não tenho como fugir disso tão cedo e por fim eu, no meio, boiando.Comolidar?
Continua ~





Todas as histórias são de responsabilidade de seus respectivos autores. Não nos responsabilizamos pelo material postado.
História arquivada em https://fanfiction.com.br/historia/137680/Meu_somente_Meu_Vizinho_Sasuke_Uchiha/