This Is My Gang! escrita por Metal_Will


Capítulo 102
Capítulo 102




Capítulo 102 - Sem sofrimento, sem sucesso

  Tá legal...então como vamos incentivar um gordinho altamente sedentário a se esforçar nos exercícios da academia? Claro que eu não duvido de nenhum dos métodos maléficos da minha irmã, mas até mesmo para ela as coisas estavam difíceis. O que ela estaria tramando?

- Turma! Isso pode ser cruel, mas pode funcionar! - exclamou Marcela, com um ar de confiança fantástico.

- Cruel vindo de você não é novidade - comentei - Mas o que é?

- Precisamos de guloseimas - disse ela.

- Guloseimas? - Jorjão se levantou na hora assim que ouviu essa frase - Vamos fazer uma boquinha? Vão me dar pelo menos uma colher de chá?

- Você só fica quietinho aí e espere - disse ela - Vamos ver se você não melhora com isso..

- Não entendi - disse Demi - A ideia não era fazer o Jorjão comer menos para emagrecer mais? Por que deveríamos comprar guloseimas?

- Eu já explico! Apenas arranjem alguma coisa extremamente gostosa e de preferência nada saudável.

 Nós nos entreolhamos e demos de ombros. Ainda não sabíamos o que ela estava planejando, mas lá fomos os quatro comprar algumas bolachas recheadas e salgadinhos gordurosos. Nada que uma vaquinha dos quatro não resolvesse (essa aposta já tava saindo muito cara para o meu gosto).

- Voltamos - disse Wilson - Bolachas, salgadinhos e até uma garrafa média de refrigerante. Serve?

- Opa. Se serve - disse Marcela, com um sorriso maléfico no rosto - Agora...o Jorjão vai correr.

- Como assim? - perguntei.

- Jorjão - chamou Marcela musicalmente - Olha o que temos aqui!

- Ei, isso é tortura! - protestei.

- Entendo...deve ser algum tratamento de choque - disse a sempre intelectual Karina.

- Tratamento de choque? - indagou Demi, enquanto via Jorjão salivar apenas com a visão dos petiscos.

- A abstinência de Jorjão em comer porcarias está tão alta que ele deve ser capaz de tudo apenas para sentir um leve gostinho de qualquer coisa não saudável - explicou Karina - Marcela deve usar isso para forçá-lo a se exercitar.

- Como assim? - Wilson ainda não tinha entendido muito bem.

- Então, Jorjão - Marcela conversava com o faminto Jorjão que devorava os salgadinhos com os olhos- - Que tal um salgadinho bem gorduroso?

- Tem muita gordura? Muita gordura mesmo? - ele perguntava sem tirar os olhos das mãos de Marcela.

- Se tem - disse ela - Se quiser mesmo um...vem aqui buscar.

 Quando se tratava de comida, Jorjão sabia se mexer bem. Do nada, uma perseguição bizarra começou na academia. Jorjão corria atrás de Marcela que fugia dele insanamente até fazê-lo chegar em uma esteira rolante. Ali ele corria em vão, tentando alcançar o pacote de salgadinhos.

- Se fizer quinze minutos de esteira, deixo você pegar um. Mas só um - disse ela.

- Só um? É impossível comer um só desses! - gritou ele.

- Hahuahaha! Se quiser mais de um vai ter que fazer mais quinze minutos! - disse a malvada da Marcela, enquanto Jorjão corria para alcançá-la. De fato, era cruel, mas poderia funcionar.

- E não é que ele tá se mexendo mesmo? - disse Wilson - Legal! Na semana que vem ele vai estar que nem um palito.

- Menos, Wilson, bem menos - falei - Minha irmã também não faz milagres.

 Mas por incrível que pareça, depois de um treinamento intensivo desses por cinco dias, Jorjão realmente tinha emagrecido 7 quilos. Dois quilos a mais do que o planejado. Era, de fato, um milagre.

- Eu sou ou não sou a melhor? - perguntou Marcela, após conferirmos o peso de Jorjão dois dias antes do encerramento da aposta. Todos estávamos surpresos.

- Claro que é! - concordou Wilson com os olhinhos brilhando - Você é a melhor treinadora e a melhor esposa do mundo!

- O que foi que ele disse? - estranhou ela.

- Nada, nada - intervi a tempo - Mas, é incrível! Você fez o Jorjão perder 7 kg em poucos dias com um programa de tortura! Você é mesmo um gênio do mal, mana!

- Vou encarar isso como elogio - retrucou Marcela.

- Legal! Como se sente, Jorjão? - perguntou Demi.

- Com fome - disse ele - Não posso comer nada? Nem um tiquinho?

- É melhor segurar as pontas - disse Karina - A abstinência ainda deve estar muito forte. Se ele comer agora, pode ter uma recaída muito grande.

- Não vou ter recaída nenhuma - falou ele - Juro que vou comer pouquinho...só um pouquinho.

- Bem, talvez possamos liberá-lo um pouco - disse Wilson - Mas, só um pouco e...ué? Cadê ele?

- Ouviu que a sua resposta foi afirmativa e já desceu para a cantina - explicou Marcela.

- Não! Jorjão! Espera aí! - gritou Wilson, mas tudo bem. Ele havia emagrecido dois quilos a mais do que o necessário. Já havíamos ganho a aposta.Além disso, falamos com a mãe dele para só liberar a comida depois do grande dia. E eis que esse grande dia finalmente chega. Estávamos todos ansiosos para esfregar na cara do Jubal que conseguimos fazer Jorjão emagrecer e ganhar nossa nota grátis na Educação Física. É. É isso aí. E aí, politicamente corretos? Onde está seu deus agora? Quero ver alguém dizer que essa história incentiva o sedentarismo! 

- Hehe. Vou filmar a cena com todo o orgulho - disse Wilson, um dos primeiros a chegar naquele dia.

- É uma pena que não estamos na mesma sala - disse Demi - Mas no intervalo quero saber de tudo, ouviu?

- Pode deixar - falou Wilson - E o nosso herói? Onde está?

- Acho que é ele vindo ali - apontou Karina.

- Ele mesmo - falei - Mas não parece muito animado.

 Sim, Jorjão parecia meio apreensivo e nervoso. Bom, natural, tudo dependia dos resultados. Mas ele parecia nervoso demais para alguém que já tinha garantido os 5 kg perdidos.

- Grande Jorjão! Vamos impressionar todo mundo? - disse Wilson.

- Err...Wilson - murmurou ele.

- Sim, Jorjão. O que foi? - perguntou o sempre sorridente e amável Wilson.

- É que... - não estava gostando do tom da voz do Jorjão - Eu engordei!

- Ah, você engordou! Era só isso? Relaxa, não tem nada demais em... - aí que ele finalmente se tocou - O QUÊ?!!

 Só para constar..tínhamos só vinte minutos até a aula de Educação Física começar. E agora?



Notas finais do capítulo

É...e agora? Vamos ver as explicações disso no próximo cap. Até sexta! ^^



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "This Is My Gang!" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.