Escapando do Serviço

Esta história é imprópria para menores de 18 anos. Para acessar histórias com esta classificação, é preciso alterar suas preferências em controleparental.fanfiction.com.br. Separamos outras histórias que podem te interessar, veja a lista abaixo ♥


Confira também estas histórias


Never Forget The Love. escrita por LoreHale

Never Forget The Love.
Bella é uma mulher de 29 anos que tem uma filhinha chamada Carlie de 5 anos. Bella namorava James quando ficou grávida, mas quando James ficou sabendo da gravidez ele a abandonou. Grávida e sem saber o que fazer ela foi morar com seus tios em Forks, deixando seus pais em L.A. Passaram-se cinco anos e ela voltou a L.A para morar com seus pais. Renné e Charlie Swan, pais de Bella, criaram a filha com muito amor, carinho e mordomia, fizeram a mesma coisa com sua neta. Mesmo morando longe, sempre que surgia uma oportunidade eles davam presente para elas. Depois que o namorado a deixara grávida não acreditava mais no amor eterno. Será que ela iria mudar de idéia? Será que iria conhecer alguém que mudaria seu coração?

Edward é um homem de 30 anos que tem um filho chamado Anthony de 5 anos. Ele namorava Tânia Denali, mas assim que ela teve a oportunidade ela abandonou Edward e Anthony. Sem saber o que fazer ele continuou morando em L.A com sua família. Fissurado no trabalho para sempre dá o melhor para o filho, ele não pensava muito em namorar. Filho de Esme e Carlilse Cullen ele sempre teve do bom e do melhor. Nunca deixara nada faltar para seu filho. Mesmo seus pais sendo ricos ele gostava de trabalhar para ter seu dinheiro e dar tudo para seu filho. Morando em um luxuoso apartamento no centro de L.A e bem próximo da praia e da escola do filho. Sempre que podia ia à casa dos pais. Depois de tudo que aconteceu na sua vida não acreditava mais no amor eterno, mal sabendo que isso iria mudar. Que alguém entraria em sua vida.

A vida desses dois iria mudar muito. Uma volta de 360° graus na vida de Isabella e Edward iria por tudo a perder? Tudo que eles achavam que era conceito de suas vidas iria mudar drasticamente. E agora? O que será que ambos iriam fazer?
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Comédia, Drama, Romance, Amizade

54 favoritaram   205 acompanhando  

 

Fones de Ouvido escrita por Lola Royal

Fones de Ouvido
Ela só dividiria seus fones de ouvido com ele.
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Comédia, Romance, Universo Alternativo, Amizade

24 favoritaram   54 acompanhando  

 


Castle On The Hill escrita por Shaina

Isabella Swan era a única filha do Rei Charlie Swan, para manter a paz entre os reinos Swan e Cullen, Isabella deveria se casar com o herdeiro do trono Cullen, o problema é que não há apenas um herdeiro.
Edward e Anthony Cullen são gêmeos, enquanto o primeiro tem os olhos quentes de um leão, o outro tem os olhos gélidos de um lobo.
Os dois se odeiam antes mesmo de saber que terão que brigar pelo coração de uma mulher se quiserem se sentar ao trono.
Quando Isabella chega, ela tem que ensinar aos dois que a escolha não é de nenhum dos dois, os homens que nunca tiveram que obedecer a ninguém além do pai, vão descobrir rapidamente que quem manda é Ela.
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Aventura, Drama, Amizade

6 favoritaram   58 acompanhando  

 

Primeiro Encontro escrita por Lola Royal

Primeiro Encontro
A filha adolescente de Edward teria seu primeiro encontro no dia dos namorados, mas o advogado não estava nada contente com isso.
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Comédia, Romance, Yuri, Universo Alternativo

18 favoritaram   88 acompanhando  

 

Fortuna escrita por May F Oliver

Fortuna
For·tu·na
(latim fortuna, -ae)
substantivo feminino

3. Combinação de circunstâncias ou de acontecimentos da vida que se acredita serem inevitáveis. = Destino, fado, fatalidade, sorte.

Exemplo: Leah finalmente encontra sua fortuna ao olhar para os olhos de Nahuel.
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Drama, Romance

6 favoritaram   20 acompanhando  

 


I Will Never Be Her escrita por Princess of Forks

I Will Never Be Her
O amor faz-nos fazer coisas estúpidas.Ninguém pode contestar isto. Quem é que nunca fez uma loucura por amor? Bem.. talvez haja pessoas que não fizeram mas... eu fiz. Não sei se loucura é o termo certo,talvez sacrifício se aplique melhor. Afinal... deixar para trás a minha vida em Forks para começar um nova do outro lado do mundo podia ter sido uma loucura se eu tivesse ido para a Austrália atrás do grande amor da minha vida. Mas afastar-me dos meus amigos,dos meus pais,abandonar a cidade que conheci durante toda a minha vida para deixar que ELE fosse feliz foi sem dúvida um sacrifício.
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Drama, Romance, Amizade

1 recomendação   1 favoritou   20 acompanhando  

 

Em meio ao Caos escrita por Val Rodrigues

Em meio ao Caos
_ Não. Foi sua resposta imediata. E ele suspirou frustrado, passando a mão na nuca.
— Por favor, me escuta. Só desta vez, não seja tão teimosa.
­ _ Você não tem mais este tipo de direito sobre mim Edward. Não pode decidir o que eu devo fazer, muito menos entrar aqui do nada e dizer que preciso ir embora. Ela esbravejou.
— Isabella, sera que você pode, por um momento esquecer este assunto e me ouvir?
— Por que eu faria isso? Devolveu altiva.
— Arg. Você é teimosa e irritante... Irritou-se.
— Não esqueça que sou uma mulher descontrolada e perigosa tambem... Ela falou com magoa na voz, resquicio do ultimo encontro que tiveram e da briga que se desenrolou.
— Eu não vim aqui para discutir. Ele tentou persuadi-la. _ Você precisa me ouvir. Não faça isso por mim, faça por você mesma, pelo seu proprio bem e dos nossos filhos.
— Falando assim até parece que se importa. Alfinetou sem conseguir evitar. _ Eu estou ocupada, então se me der licença. Pediu indo ate a porta, indicando a saida.
— Eu me importo. Edward se impôs a encarando, sentindo o coração descompassar com a risada sarcastica que saiu dos labios dela.
— É mesmo? Com os olhos cerrados, Isabella o analisou. _ Onde estava toda esta preocupação nos ultimos anos? Perguntou com a voz, os olhos duros e magoados.
— Eu sei que não fiz o suficiente...
— Ia precisar de muito para ser o suficiente, então... Deu de ombros. _ Eu estou exausta e ainda preciso fazer o jantar, então, se não vai subir para passar um pouco de tempo com os seus filhos, vá embora. Pediu mais uma vez, parada a porta.
Com um avalanche de emoções dentro de si, Edward a analisou por um momento. A expressão cansada, os olhos levemente avermelhados, deixando claro a necessidade de descansar.
— Eu sei que falhei com vocês. Começou com a voz baixa e ela o olhou. _ Sei que esta brava comigo e tudo bem, eu entendo. Mas, não temos tempo para isso agora. Você precisa pegar as crianças e ir. Algo muito serio esta acontecendo e quanto mais tempo vocês ficarem, mais correrão perigo.
— Mas do que é que você esta falando Edward? Empertigou-se.
— Ainda não é oficial, mas o virus que atacou a China, chegou ao nosso País. Tivemos dois casos de morte em pessoas que acabaram de voltar. De alguma maneira chegou aqui.
— Isso não é possivel. Eu estou acompanhando as noticias e não saiu nada.
— Vai sair. Eles precisam ter certeza antes de jogar uma bomba dessas na população. Mas quando sair, será um Caos e em algum momento, eles vão proibir as viagens. Por isso, você precisa pegar as crianças e ir. Lá é um pouco mais afastado, as pessoas não costumam viajar, então vai ser o melhor lugar para ficarem, um lugar calmo, pacato, quase sem entrada e saida das pessoas. É o lugar ideal para se protegeram e ficarem fora da zona de risco.
— Você esta falando serio não é? Falou chocada.
— Sim.
— Esta me assustando Edward. Ela disse e ele o olhou.
— Não precisa ficar assustada. Lá vocês estarão seguros.
— Quanto tempo você acha que vamos precisar ficar lá?
Ele suspirou, em parte aliviado, por perceber que ela começava a ponderar, em parte frustrado, por que não tinha resposta.
— Eu não sei.
Pensativa, passou as mãos nos olhos e nas têmporas onde uma leve dor de cabeça, começava a surgir.
— Isto é mesmo necessario?
— Só desta vez, confie em mim. Ela desviou o olhar, confiança era algo que estava quebrada entre eles.
— E quanto a você? Se é mesmo tão perigoso assim, ainda mais no Hospital, você ficara exposto.
— Não se preocupe comigo. Vou me cuidar. Apenas faça isso, vá e fique lá com as crianças por um tempo.
— Tem certeza de que não esta exagerando?
— Eu gostaria de estar Isabella, mas infelizmente não estou. Em pouco tempo, nossa cidade pode se transformar em Caos.
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Drama, Romance

1 favoritou   31 acompanhando  

 

Noivado escrita por Amanda Clarke

Noivado
Às vezes um sentimento é forte ou confuso demais para ser posto em palavras, porém a jovem debutante Isabella Swan e o duque Edward Cullen descobririam naquele baile que nem sempre palavras são necessárias para firmar um compromisso.
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Romance, Universo Alternativo

20 favoritaram   69 acompanhando  

 

Beijo da Virada escrita por Lola Royal

Beijo da Virada
Tudo que Bella queria para o ano novo era um beijo quando o relógio marcasse meia-noite, porém seus planos são arruinados quando mais cedo naquele dia ela sofre um acidente e vai parar no hospital, vendo seu desejado beijo da virada tornando-se um sonho distante. Porém, sua sorte pode mudar se certo médico cooperar com o desejo de ano novo da jovem.

Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Comédia, Romance, Universo Alternativo

1 recomendação   45 favoritaram   136 acompanhando  

 

Beije-me escrita por Sarah Virtanen

Beije-me
O tal do amor vem numa hora em que você não podia esperar...

Edward estava ficando sozinho...

Isabella estava descobrindo o que era viver...
Categorias: Saga Crepúsculo
Gêneros: Romance, Universo Alternativo

1 favoritou   29 acompanhando