Noites em Runetown - Kaynkali escrita por NeptuneGnam


Capítulo 1
ATO 1 - Frases sem sentido ao nascer do sol




Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/811913/chapter/1

Na madrugada fria as ruas da cidade ficavam praticamente desertas. Poderia poetizar que a noite é preenchida por um manto negro repleto de estrelas e somente o vento uivava, ou simplesmente dizer que no momento tudo estava silencioso. Isto é, deveria estar, se não fossem os gritos histéricos e gargalhadas de certo grupo juvenil embriagados de refrigerante zero e água saborizada com gás. Pois é, eu me encontrava nesse meio de perdição. Se fôssemos somente um grupinho razoável de seis pessoas, Runetown agradeceria, mas éramos dezesseis jovens fazendo vários nada pelas rodovias metropolitanas da capital, gritando sem motivo algum, agindo como rebeldes sem causa, e de fato, acho que essa é a melhor definição para nós. Ou então que somos oito casais reunidos por acaso que não se importam com as consequências de suas ações e não possuem um pingo de juízo. De qualquer forma, não é como se eu me importasse.

Um dos casais que eu mais respeito nesse mundo vulgo Xayah e Rakan caminhavam de mãos dadas. Garen, por alguma razão que desconheço, carregava a namorada, Katarina, nas costas. Kai'sa agarrava a cintura de Ezreal e o braço direito do loiro contornava os ombros da garota, com uma mão segurando uma latinha de Sprite. Zed e Syndra imitavam os Xakan, com a diferença de estarem rindo de qualquer coisa aleatória. Evelynn balançava o braço esquerdo de Yone, pedindo com uma voz manhosa para que ele fizesse o mesmo que Garen e a carregasse nas costas. Sett gargalhava com o jeito torto de Ahri andar, obviamente ela estava fazendo alguma palhaçada nonsense pro namorado. Jinx e Seraphine eram as mais doidas do rolê, falando alto sem necessidade alguma, já que estavam próximas uma da outra. E eu? Bem, Akali Jhomen Tethi estava caminhando com Kayn Shieda, bebericando uma água com gás sabor limão.

O encontro de casais de sexta-feira à noite é uma tradição nossa. Quem vê pensa que somos aqueles estudantes colegiais rebeldes de seriados juvenis que dormem três aulas seguidas, se pegam nos corredores do colégio, são populares, vão pra balada às onze da noite e voltam cinco horas da matina, bêbados. Mas passamos bem longe disso. Éramos apenas um numeroso grupo de adolescentes balburdiando nas ruas da cidade metropolitana de Runetown. Nada de novo sob o sol. Aliás, Kayn e eu queríamos ver o nascer do sol junto com esse bando de malucos. Observar a natureza na companhia de Rakan, Xayah, Garen, Katarina, Kai'sa, Ezreal, Zed, Syndra, Yone, Evelynn, Sett, Ahri, Seraphine, Jinx e Kayn seria incrível!

— Gente! — a voz de Jinx, o nosso parafuso solto, ecoou alto.

— Fala, Powder! — Syndra parou de rir – seja lá do que – e virou-se de costas para a rua enquanto caminhava para olhar a nossa amiga biruta.

— Vamos apostar "corrida Naruto" até o rio Amai? — sugeriu.

— Vamos? — Seraphine concordou com a namorada.

— Eu não vou sair daqui! — Katarina afirmou fazendo um biquinho.

— Eu corro por nós dois, Kat! — Garen sugeriu com um belo sorriso, e a ruiva se animou.

— Sério que vocês vão fazer isso? — perguntou Ezreal, vendo que estávamos cedendo à ideia maluca de Jinx.

— Claro que vamos! — Kai'sa já esticava os braços para trás — Anda Ez, se prepare também!

— Vamos nessa, amor? — perguntou Rakan para Xayah, que assentiu confirmando.

 Lets go! — Evelynn puxou Yone pelo braço.

— Calma, Eve! — pediu o moreno, sendo arrastado pela platinada.

— Vamos parar aqui, depois corremos! — Zed sugere, e todos o obedecemos.

A largada seria na frente de um postinho de gasolina, começando por Rakan, Xayah ao seu lado esquerdo, Garen carregando Katarina ao lado da Xayah, Zed ao lado de Garen, Syndra ao lado de Zed, Ezreal ao lado de Syndra, Kai'sa ao lado do loiro, Yone – que cedeu aos caprichos da namorada – carregando Evelynn ao lado da Bokkie, eu ao lado de Yone e da folgada da Eve, ao meu lado Kayn, ao lado do meu namorado uma Seraphine e uma Jinx super empolgadas, e por fim, ao lado do único casal sáfico do grupo estavam Ahri e Sett.

— Quem vai fazer a contagem? — indagou Yone, já aparentando moleza só porque a sua amada está fazendo peso nas suas costas.

— Eu faço. — Ahri ditou, lançando um olhar cúmplice para Sett — No três... TRÊÊÊÊÊS! — o grito da garota raposa foi tão alto que assustou todo mundo, ela e o meio-vastaya saíram correndo em disparada com os braços para trás, deixando o restante do grupo com uma cara de indignação.

— EI, ISSO NÃO VALE! — Ezreal berrou, puxando Kai’sa pelo braço.

E logo todos estavam correndo na mesma direção que Settrigh e Ahri, Jinx gritava para o casal de vulpinos que eles eram ladrões, Sera ria horrores enquanto corria, Rakan era um tanto quanto lerdo e foi o último a começar a corrida, se não fosse pela Xayah, ele teria continuado no postinho. Kayn e eu não estávamos tão longe do casal de trapaceiros, ao nosso lado estava um Garen imitando uma turbina de avião – uma imitação péssima, pra ser sincera –, carregando uma Katarina louca de Coca-Cola que gargalhava e gritava palavras desconexas. Yone largou a Eve no chão no meio do caminho, alegando que a namorada era muito pesada e eles ficariam em último, a platinada de cabelos curtos xingava Yone enquanto se apressavam e tudo o que fazíamos era rir da situação deles. Antes da corrida começar, Zed surpreendeu sua namorada, pegando-a no colo estilo noiva e saindo em disparada atrás do Settrigh e da Ahri, Syndra soltou um gritinho agudo pela surpresa e depois riu da loucura dele.

O vento batia forte contra nossos corpos, corremos, gritamos, rimos e sorrimos, foi a "corrida Naruto" mais doida de nossas vidas. E eu estava feliz. Imensa e verdadeiramente feliz.

Mesmo trapaceando, Ahri estava muito lenta, Kayn e eu passamos por ela e Sett rapidinho, Rakan acelerou o passo pra tentar fazer o mesmo, mas ele não queria deixar a namorada para trás e Xayah também não era a mais atlética de todos nós. Jinx e Sera ultrapassaram o casal citado anteriormente.

— KAYN, AKALI! — gritou Seraphine — ESPEREM A GENTE, PORRA!

— NUNCA! — respondemos em uníssono, gargalhando em seguida.

— ‘CEIS TEM NITRO NO CU? CARALHO! — Kai'sa berrou inconformada.

— GENTE, NÃO ‘TÔ SENTINDO MINHAS PERNAS! — Garen reclamou.

— JOGA A KAT NO CHÃO! — Eve sugeriu entre risadas escandalosas.

— IGUAL SEU NAMORADO FEZ COM VOCÊ? — a ruiva rebateu.

— EM MINHA DEFESA, YONE SÓ ME LARGOU PORQUE É UM ZUMBI FRACO! — defendeu-se Evelynn.

— ISSO! ME HUMILHA NA FRENTE DE TODO MUNDO! — Yone ficou bravo.

— ARGH! PAREM DE GRITAR! — Ezreal exigiu.

Pra quê que ele foi pedir isso? Bastou dizer essas quatro palavras e todos começaram a berrar feito animais – inclusive eu – por pura pirraça, incluindo Kai’sa. Só paramos quando nossas cordas vocais se cansaram e a falta de fôlego nos impediu de persistir nos barulhos. O rio Amai não estava longe, seguimos o caminho do parque Camellia, logo Kayn e eu chegaríamos.

— A disputa é entre nós dois, bonitão! — desafio entre baforadas de ar. Eu estava cansada, mas não desistiria do topo do pódio.

— Beleza, Rogue! — riu — Eu vou ganhar! — ele deu uma acelerada nos passos e eu quis acompanhar seu ritmo.

— CANSEI! — ouvimos Ahri reclamar ao fundo — Porra, não aguento isso não!

— ‘TÃO ACHANDO QUE ISSO É A VERSÃO A PÉ DE NEED FOR SPEED? — Katarina gritou logo atrás, acho que Garen e ela estavam entre os últimos.

— Você nem tá correndo, Kat! — tenho certeza de que Xayah revirou os olhos ao dizer isso.

— ‘BORA! ESTAMOS PERTO! — anunciou Kai'sa.

Havia uma certa adrenalina e tensão acompanhando Kayn e eu, nos encaramos várias vezes em curtos intervalos. Sou uma pessoa competitiva, Kayn Shieda também é, não estávamos dispostos a jogar a toalha, queria ganhar dele no fim das contas. Mas infelizmente não consegui, o amor da minha vida chegou primeiro numa pracinha perto do rio, pelo menos fiquei com o segundo lugar.

— Eu disse que ganharia! — sorriu convencido.

— Bobo! — devolvi o sorriso, sentando-me no chão ao seu lado e sentindo as pernas bambas de tanto correr.

Dois minutos depois chegaram Sett, Rakan e Seraphine. Jinx tropeçou no meio do caminho, dando abertura para Kai'sa e Ezreal tomarem o sexto e o sétimo lugar. Garen chegou em nono ainda com Katarina nas costas, depois dele vieram Ahri e Xayah, atrasadas. Ao longe, podíamos ver a silhueta alta de Zed com Syndra nos braços, Evelynn no maior pique na frente deles, e por último Yone. Fizemos torcida para a Eve, que conseguiu o décimo segundo lugar. O penúltimo foi Zed e o último Yone, que nem corria mais, já andava lentamente até nós, respirando pesado.

— Nossa, ‘tô morta! — Jinx se jogou no colo de Seraphine, a rosada passou a fazer carinho em sua cabeça.

— Alguém compra mais bebidas pra nós? — Syndra pediu — Tem uma máquina logo ali. — apontou para o local, e realmente, duas grandes máquinas vermelhas eram, junto de postes, as únicas fontes de luz do parque.

— Que horas são? — indagou Ezreal.

— O sol vai nascer daqui a pouco, comprem as bebidas rápido! — alertei.

— Nossa, não sinto minhas pernas mais! — Garen suspirou.

— As minhas estão doloridas! — reclamou Xayah — Você me abandonou lá atrás! — deu um tapa no braço de Rakan.

— Desculpe. — lamentou enquanto ria.

— Acho que perdi meu anel quando caí... — resmungou Jinx, dando falta do objeto que deveria estar em seu anelar direito.

— Na volta você procura! — riu Sera.

— Só quero aproveitar agora! — disse Ahri, se esparramando no gramado.

Yone, Evelynn, Jinx e Sett foram atrás de mais Sprites, Coca-Colas e águas gaseificadas com sabor. Nos acomodamos cada um perto do seu respectivo cônjuge e esperamos o tão aguardado nascer do sol.

— Kali. — Kayn me chama num murmúrio. Encostei minha cabeça em seu ombro, murmurando um "Hm" — Eu te amo.

Sorri diante de sua declaração.

— Também te amo, Kayn! — respondo igualmente e no mesmo tom de voz, me aconchegando mais em seu ombro. Ele encostou sua cabeça contra a minha e assim ficamos, plenos.

Jinx se deitou no gramado novamente com a cabeça no colo de Seraphine, que ainda lhe fazia um cafuné. Garen e Katarina estavam na mesma posição que Kayn e eu, com largos sorrisos em suas faces. Rakan fez o mesmo que Jinx e se deitou no chão, apoiando sua cabeça nas pernas esticadas de Xayah. Kai'sa se sentou ao lado de Ezreal, brincando com os dedos do loiro e rindo baixinho. Yone e Evelynn dividiam uma latinha de Coca-Cola zero em total silêncio, pertinho um do outro. Zed se sentou no chão ao lado das SeraJinx, Syndra estava sentada em seu colo, lhe afagando as costas com a mão direita e com a canhota bebericando uma água com gás de um sabor que não pude identificar, conversando baixinho. Ahri e Sett deitaram juntos no chão abraçadinhos, arrisco dizer que eles até mesmo cochilaram por alguns minutos ali na grama.

O som das águas do rio Amai requebrando, gerando pequenas ondas, criam uma atmosfera pacífica em conjunto do céu escuro ganhando tonalidades novas; primeiro roxo, depois um pouco de rosa e vermelho, aos poucos sendo pincelado por um tom alaranjado. O sol deu o ar da graça pelo horizonte, seus poucos raios de luz atravessando os prédios cinzentos e espelhados de Runetown, a cidade antes silenciosa era preenchida pelo canto de alguns pássaros, um verdadeiro espetáculo natural, lindo de se ver.

E foi assim que a sexta-feira se encerrou e o sábado principiou. Oito casais adolescentes doidinhos apreciando a bela vista de um início de um novo dia, com direito a muito amor no ar, latas de Sprite e Coca-Cola zero e normal, garrafas de água com gás e sabores, risadas, sorrisos e frases sem sentido ao nascer do sol.

Amo essa sensação de plenitude, amo Kayn Shieda, amo meus amigos e amo minha vida em liberdade, nessa cidade pacata chamada Runetown.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!




Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Noites em Runetown - Kaynkali" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.