O Ritual escrita por Caio Gabriel Simões


Capítulo 13
Capítulo 13


Notas iniciais do capítulo

Palavra do dia 13: bravio. [Que é feroz; bravo
Não domesticado; agreste, silvestre
Sem delicadeza; brutal, rude
Cheio de dificuldades; áspero
Que está agitado, inquieto: mar bravio
Terreno não cultivado, coberto de mato
Lugar de difícil acesso]

Palavra bônus: acroático. [Que necessita de explicações para ser compreendido]



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/810363/chapter/13

Depois de limparem toda a bagunça e o sangue, eles convenceram a pequena Vitória que aquilo foi uma pegadinha de amigos, e que ela não deveria contar para ninguém.

Matheus se escondeu entre o mato bravio quando os pais Noir chegaram.

E quando ia embora, Beatriz apareceu, sua mão tremia, estava abalada com o que viu, Matheus iria explicar para ela, era um assunto acroático.

— Você me leva em casa e me conta tudo.

Ela disse, o cabelo negro com mechas rosas balançando com o vento.

No caminho enquanto comia castanha-do-pará para repôr o ferro, Matheus contou tudo para Beatriz.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

Castanha-do-pará possui geralmente 2,5 mg de ferro. Além de ajudar no relaxamento dos vasos sanguíneos, favorecendo a circulação do sangue e diminuindo, assim, a pressão arterial.

Além de ser um fruto da região norte, onde se passa a história.

O consumo saudável é de duas por dia, mas o Matheus come umas 4 quando usa os poderes.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "O Ritual" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.