Reflexões daqui e de lá... escrita por Paloma Her


Capítulo 13
13. Amor sem prazer


Notas iniciais do capítulo

E o macho agressor volta para casa e dará mais uma surra na parceira. Tanto a policia quanto a justiça esperam que a mulher morra e que a mídia faça um escândalo sobre a barbárie, para prender o sujeito por um tempo maior.
Mas, a pergunta que temos que fazer, é, porque motivo um homem entra em tamanho desespero para matar a mulher que ama?
Bem, isso deveria ser trabalho da psiquiatria e da medicina. Sexólogos ainda não sabem que existem homens que “não conhecem o prazer sexual”. Nos seus consultórios os médicos atendem a mulheres frigidas e aos homens que sofrem de “ejaculação precoce”. Mas, não existe um estudo sério que ligue o prazer sexual ao Feminicídio.



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/810350/chapter/13

O movimento feminino reclama ardorosamente, tanto na mídia como em comunidades femininas, sobre a falta de justiça sobre o Feminicídio. Não adianta a mulher reclamar para na delegacia de policia sobre os abusos que sofre dentro de casa, pois os policiais não fazem muita coisa, prendem o agressor por alguns dias e depois o soltam novamente. E o macho agressor volta para casa e dará mais uma surra na parceira. Tanto a policia quanto a justiça esperam que a mulher morra e que a mídia faça um escândalo sobre a barbárie, para prender o sujeito por um tempo maior. 

Mas, a pergunta que temos que fazer, é, porque motivo um homem entra em tamanho desespero para matar a mulher que ama?

Bem, isso deveria ser trabalho da psiquiatria e da medicina. Sexólogos ainda não sabem que existem homens que “não conhecem o prazer sexual”. Nos seus consultórios os médicos atendem a mulheres frigidas e aos homens que sofrem de “ejaculação precoce”. Mas, não existe um estudo sério que ligue o prazer sexual ao Feminicídio.

Os homens que matam, são machos que cada vez que fazem amor só pensam: - “desta vez vou sentir”. E impelem sobre a parceira, sem sentir grande coisa. Desejam  emitir seu esperma, durante um prazer, que eles desconhecem. Tem vezes que a empreitada transcorre durante 2 horas, ou 3 horas, às vezes improvisam sadomasoquismo, ou, falam palavras chulas, ou assistem a filmes excitantes e finalmente descarregam sua bateria seminal sem sentir mais do que uma leve sensação. E é só. Mas, enquanto ele descansa de tanto esforço, sua mulher sorri, pois ela teve “orgasmos múltiplos”, e se felicita a si mesma por ter encontrado um “super macho”. E é claro, ela se casa com ele pensando na vida maravilhosa que a espera pela frente, com orgasmos múltiplos todos os dias de sua vida.

O homem que mata é também infiel, pois assim que a esposa conta para as amigas de seus “orgasmos múltiplos”, a mulherada em redor começa a seguir esse “super macho”  como abelhas atrás do mel. E, é claro, ele se relaciona com todas. Sempre na esperança de encontrar uma mulher fogosa que o faça sentir um prazer maior. Muitas vezes entra num prostíbulo, sempre na motivação de que as profissionais do sexo o façam feliz.

Mas, quando ele enlouquece de vez, é quando sua esposa pede o divórcio, ou o ameaça com sair de casa. Sua cabeça entra em turbilhão, perde completamente a ração, e começa a agredi-la periodicamente e um dia a mata sem medir as consequências.

Por quê? Porque ele nunca sentiu um orgasmo poderoso, mas sua esposa desfrutou de sua masculinidade durante dias e noites.  Ele se sente humilhado, pisoteado, uma vitima de um relacionamento que só mostrou para ele o quanto é descartável, desprezível e mal amado.

A cabeça deste homem deveria ser tratada pela psiquiatria desde que ele é um adolescente nas suas primeiras experiências sexuais. E os sexólogos, deveriam começar a estudar como é que se pode aumentar o prazer num macho, na hora da ejaculação. Ou, os gênios que inventam remédios começarem a pesquisar o problema. Pois, assim com foi inventado o Viagra, deveria ser inventado a “pílula do prazer”. Tanto para mulheres como para homens.

E, para as damas fica aqui um aviso: - Se seu namorado demorar mais de 20 minutos num coito, FUJA! Esqueça! E conte para as amigas que ele não é um “super  macho”, senão que ele é um “matador de mulheres”.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

A cabeça deste homem deveria ser tratada pela psiquiatria desde que ele é um adolescente nas suas primeiras experiências sexuais. E os sexólogos, deveriam começar a estudar como é que se pode aumentar o prazer num macho, na hora da ejaculação. Ou, os gênios que inventam remédios começarem a pesquisar o problema. Pois, assim com foi inventado o Viagra, deveria ser inventado a “pílula do prazer”. Tanto para mulheres como para homens.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Reflexões daqui e de lá..." morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.