A Violinista Mascarada escrita por L R Rodrigues


Capítulo 8
Diário de Vicky Hattori - Parte 07: Ela Se Rendeu ao meu Encanto




Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/805593/chapter/8

 

7º DIA - ELA SE RENDEU AO MEU ENCANTO


02/07/2014

Em outras palavras, nós a pegamos. Muito bem, casal Hattori, preciso que leiam com atenção este bilhete escrito nesta página arrancada que pertence à um diário no qual a filha de vocês manteve secreto até agora. A razão de seu sequestro se deve ao fato do roubo de um item nosso. Sendo mais específico, um livro extraordinário e valioso. Como obtivemos acesso ao diário e à localização de vocês? Simples, já sabíamos. Um dos nossos seguiu Vicky desde o colegial e passou a coletar dados com bastante diligência. Por uma razão que, por enquanto, deve permanecer desconhecida à vocês.

Decidimos atacar no momento certo. O plano funcionou perfeitamente. Ela tem demonstrado todos os sintomas como esperávamos que aconteceria. Hoje pela manhã um dos meus foi a um encontro marcado por ela em uma troca de mensagens de voz no celular ocorrida há dois dias. Sabia que ela suspeitaria sobre a diferença de vozes. Eu fiz uma troca de membros e um se passou pelo outro, tudo para que ela pudesse especular sobre estar lidando com um grupo e não apenas com um duo ou um cara só. Enquanto ambos conversavam, mais dois dos meus entraram na casa de vocês - aproveitando que estavam fora - e descobriram o diário. Não sabíamos dele até recebermos uma mensagem do nosso informante.

Após terminarem de ler, eu peço que sigam estas regras:
1 - Não denunciem à polícia, pois não fazem ideia de onde fica nosso esconderijo. Se atreverem-se à faze-lo, quando vermos uma notícia no jornal com uma foto de Vicky, eu mandarei os mesmos homens até à casa de vocês para mata-los.
2 - Guardem a folha dobrada dentro do diário.
3 - Não leiam as páginas anteriores.
4 - Não toquem no diário até segunda ordem.
5 - Não mexam no celular de Vicky. Ela não o levou para o encontro. Não olhem as mensagens enviadas.
Isto é maior do que vocês pensam. Mas não precisam se preocupar. Ao nosso lado, ela está mais segura. Presumo que ela não tenha contado a vocês sobre o acidente de ônibus que ela sofreu, nada mais que leves escoriações, nada muito grave. Sinto muito pelas outras vítimas, as mais fatais. Reavemos a posse do livro, finalmente. Ela será libertada quando terminarmos por aqui.
Espero que compreendam com sensatez. Não me chamem de louco, psicopata, nem lunático... Todos me conhecem como Maestro.

CONTINUA...

 


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!




Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "A Violinista Mascarada" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.