Martírio escrita por Lótus e Annye


Capítulo 3
Capítulo 3




Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/798860/chapter/3

Esse foi o primeiro domingo livre depois de sua conversa com Madara no Monte Hokage e Hashirama estava procurando por seu irmão, que milagrosamente não estava em seu escritório na Torre e nem nos campos de treinamento, isso só deixava a casa de Tōka, que estava em missão, e sua própria casa. Ele se pergunta frequentemente porque o irmão decidiu mudar das terras do clã, era certo que o Senju nunca tratou Tobirama bem, sempre desconfiados e desdenhosos, ficou pior depois que Hashirama casou com Mito e um outro herdeiro se tornou uma possibilidade, mas ele sempre pareceu ignorar isso muito bem, essa era mais uma das coisas para perguntar a seu irmão.

Quando ele chegou a pequena casa um arrepio percorreu sua espinha, ele nunca tinha estado tão perto de onde seu irmão morava, mas tinha quase certeza que não deveria parecer tão sem vida, não que a casa fosse velha ou mal cuidada, era recém-construída como todo o resto da vila e o pátio estava limpo, mas além da grama aparada tudo estava árido, não haviam plantas, nem mesmo as pequenas flores brancas que seu irmão sempre cultivou em homenagem a sua mãe, as janelas estavam escuras e tudo tinha uma sensação de ausência que lhe causou um desespero imediato. Havia um envelope fixado na porta com seu nome, ele retirou a carta de dentro com os dedos trêmulos.

 

Hashirama, 

 

eu espero que essa carta te encontre bem, eu duvido que haja outro motivo para você me procurar além de uma emergência, então se ela apareceu na sua mesa é porque eu saí a mais de duas semanas e o chakra da convocação reversa acabou. A aldeia está estabelecida e finalmente chegou a hora de pôr as cartas na mesa, eu estou indo embora da Vila, para sempre. Konoha nunca foi meu lar, como o Senju nunca foi de fato minha família, durante toda minha vida só recebi desprezo do clã, como só recebi desprezo e olhares desconfiados dos moradores de Konoha, em parte por minha própria culpa.

Você me perguntou várias vezes porque eu não quis que você construísse um laboratório pra mim ou porque me neguei a receber uma equipe genin ou órfãos para treinar, mesmo amando ensinar crianças, bem essa é a razão, eu nunca planejei criar raízes aí.

Não me entenda mal, Anija. Eu te amo com todas as minhas forças, você é meu último irmão e eu nunca poderia sentir nada diferente disso, eu amo Tōka e Mito também, minhas irmãs emprestadas, mas isso não é o bastante para compensar todo o resto, ninguém mais me quer de verdade em Konoha ou no Senju, minha própria alma gêmea me despreza e dói, dói muito.

Eu aguentei o quanto pude porque você merecia ver seu sonho realizado, a paz para os clãs, para que as crianças pudessem crescer de verdade antes de serem soldados, é um bom sonho e melhor do que qualquer coisa que uma pessoa danificada como eu possa sonhar, mas agora Konohagakure no Sato é a primeira e mais proeminente aldeia shinobi e vocês estão felizes e seguros, Mito e Tōka, assim como Madara, estão ao seu lado para te apoiar e eu não sou mais necessário, chegou a hora de partir. Por favor, me conceda o direito de trilhar meu próprio caminho e não esqueça que, mesmo não podendo mais estar perto, eu amo vocês quatro.

Tobirama.

 

Quando Hashirama chegou no final da carta seus joelhos cederam e ele não pode conter suas lágrimas, toda sua luta pela paz foi, antes de mais nada, para manter seu irmão seguro e com ele, mas no fim das contas ele o perdeu também. Hashirama não sabe se ele chorou por minutos ou horas, mas quando ele se levantou estava determinado a conceder o último pedido de seu irmão, Madara nunca ouviria uma palavra sobre o ‘eu amo vocês quatro’ de sua boca, não haveria mais munição para alguém ferir Tobirama e ele o deixaria seguir seu caminho, mesmo que isso o rasgasse, ele podia se sacrificar por seu irmão uma única vez, depois de tudo que o outro havia feito por ele.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!




Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Martírio" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.