Fondness escrita por Mandalay


Capítulo 1
Fondness — capítulo único




Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/782452/chapter/1

Michella estava na cidade com seu marido para visitá-lo. Mais uma vez.

Só de lembrar o caos que essa visita causara da primeira vez, os cabelos na nuca de Leonardo se eriçavam.

Quando soube que sua irmã viria visitá-lo novamente, ele estava em um daqueles cyber cafés escuros e fétidos, fazendo uma ligação por vídeo. Ele mal conseguira dar um simples "oi" a ela. Assim que o rosto de Michella surgiu em tela, o homem ao lado dela cochichara algo e no momento seguinte ele fora bombardeado pela notícia.

E Leonardo queria sorrir, queria muito.

Só era difícil com as lembranças do passado correndo por sua mente, como se o aconselhassem de algo.

No meio daquele pequeno turbilhão, tudo o que ele pode ouvir fora o marido de Michella dizer que a expressão dele o lembrava de alguém prestes a vomitar, ao final da ligação.

Como se vomitar fosse o maior dos seus problemas.

Era óbvio que todos na Libra saberiam da novidade, mas dessa vez, os membros resolveram pegar mais leve com ele. Então não haveria uma mega escolta em seu nome, Steven duvidava que outro ataque pudesse acontecer novamente, logo os irmãos ficariam por conta de Zapp e Zed.

O que era quase pedir para ser perseguido.

Ainda mais quando Zapp estava de mau humor.

Por algum motivo, desde a chegada de Michella até o presente momento, nada de preocupante ocorrera. Nada mesmo. O que fazia com que a mente de Leo pensasse em situações desastrosas mais vezes que o necessário.

Ele mal conseguia aproveitar o parque onde estavam, sua irmã sempre lhe chamando a atenção por esbarrar em alguém sem que ele percebesse.

Aquilo que tinha tudo para ser um dia promissor na companhia de sua irmã mais nova parecia estar indo ladeira abaixo, se não fosse por um detalhe. Em algum lugar daquele parque havia música sendo cantada, e por algum motivo aquilo o distraíra de seus pensamentos compulsivos.

Bem ali, ao centro do parque, havia um pequeno grupo de garotas cantando músicas de décadas passadas. Elas pareciam representar algum estabelecimento, pois uma delas distribuía panfletos enquanto as outras cantavam, dizendo para visitá-las. Nada realmente convidativo, mas além deles havia um considerável grupo de pessoas as assistindo.

Aquele parecia ser o ato final, quando o grupo perguntara a garota que entregara panfletos se ela queria encerrar a apresentação, receberam uma careta como resposta.

— Por que elas pararam de cantar, Leo?

— Parece que a apresentação já acabou.

— Que pena, estava tão bonito.

E então uma voz tímida começou uma canção que deixou ambos os irmãos petrificados. A garota estava no centro, um tanto assustada, enquanto as demais faziam um pequeno coro para acompanhá-la.

— Nossa! É a música que você cantava para mim, Leo!

— O quê? O Leo cantava?

— Michella!

— É, quando era mais nova, ele costumava cantar para mim, por mais desafinado que fosse.

Já era constrangedor o suficiente ter a irmã falando pelos cotovelos de hábitos que tinha no passado, mas quanto aquilo ela se enganara. Na realidade, era a mãe deles quem cantava, ele só tentava reproduzir isso quando ela não estava.

Mas a voz daquela garota lembrava e muito a da mãe deles.

E aquilo o fazia pensar em aproveitar mais a companhia que estava ali especialmente para vê-lo.

Michella começara a cantar junto da garota e logo ele se juntara a irmã.

Ao final, quando ambos os irmãos riam, algo destoara.

— Leonardo, parece que o seu amigo ali vai nos causar problemas de novo - dissera o marido de Michella.

Quando ele voltara a atenção para o foco do problema, vira Zapp tentando convencer a garota que encerara o ato a sair com ele, enquanto Zed procurava pará-lo.

Porém não haviam mais preocupações na mente de Leonardo.

— Parece que ele se apaixonou de novo.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

Imagina só o Leo cantando ah-haha, para ele escolhi o "goivo" que representa "beleza, vida feliz, contentamento" e que se expressaram muito bem nessa peça que escrevi.