I Will Never Give Up On You escrita por JTLYNCH


Capítulo 63
Os Olhos


Notas iniciais do capítulo

OI GENTE, CAPÍTULOS DE HOJE.....



—como o que?

—sei lá, um tipo de saco algo pra jogar as fraldas fora-diz e assinto.

 Bufo

—o que foi querida?

—não aguento mais ficar aqui. Preciso andar!

—você não pode. Não com essa barriga imensa, já esta de 8 meses  precisa descansar.

—mas magges...

—não katniss, nem pensar.

—ta-digo, cruzando os braços e ela ri.

—estou fazendo isso pro seu bem.

—eu queria apenas andar um pouco e respirar ar fresco

—na floresta, cheia de bichos estranhos e zombies?

—ainda tenho minha arma

—acho arriscado

—a vamos magges! Você também só fica aqui. Não tem vontade de sair?

—ter, claro que tenho, mas eu não posso.  O melhor pra mim é estar segura aqui.

—por favor! Vamos andar só um pouquinho-digo implorando e ela me olha -por favor-digo fazendo bico e ela ri.

—certo vamos-diz, me animo, levantando da cama e a abraço-mais já iremos voltar, e coloca um casaco, esta frio.

—certo-digo indo ate o armário

Pego minha blusa de lã, bem quentinha  e saio do quarto.  Pego minha arma, conferindo as balas.

—vamos?

—ta vamos, mas não muito longe-diz e confirmo.

 Saímos de casa

Começamos á andar

— Suspiro- sentindo o cheiro delicioso da floresta.

Magges enlaça seu braço ao meu e andamos, vendo as plantas e arvores, tão verdes e lindas.

—katniss, não podemos ir muito longe.

—não vamos magges-digo olhando ao redor. Ouço um canto, olho para o lado e me surpreendo vendo o passarinho que ajudei -olha magges! É o pássaro que cuidei.

—nossa, ele já esta bem

—é, é mesmo. Dei de comer, beber e tratei do seu machucado.

—ele parece bem melhor-diz e concordo

—posso pega-lo?-digo e ela suspira

—certo, tome cuidado-diz e concordo.

Aproximo-me querendo o pegar, mas ele foge.

 Vou atrás dele com magges em meu encalço magges, mas quero muito pega-lo.  Avisto-o entrar em um caminho, o sigo; tomo um susto em ver uma cobra gigante e fico parada.

 O pássaro canta, atraindo sua atenção e ela parte pra cima, mas ajo rapidamente e atiro em sua cabeça, fazendo-a cair morta na hora.

Magges chega

—katniss!-diz assustada olhando e afirmo

—eu sei

—ela é enorme!-diz e vejo que seu rabo esta se mexendo.

—era pra estar assim?-questiono e ela nega

—não. Não era-diz me puxando pra trás e vejo que eram duas cobras

MERDA!

  Corremos dela, surpreendemo-nos com sua tamanha rapidez. Avisto um lugar alto e pulo em cima.

—MAGGES!-grito

 Ela vem ate mim, pega minha mão com a cobra tão perto; a cobra vai ataca-la, mas consigo a puxar rapidamente. A cobra não desiste tão fácil, subindo a pedra e armo-me rapidamente.

 Tento atirar, mas ela se esgueira e continuo atirando ate as balas se esgotarem.

Surto

 Olho pra magges que desmaiou e penso rápido. Pego um galho de arvore, a cobra já pronta me ataca e bato em seu corpo a fazendo recuar, mas ela é bem forte e rápida; tenta pegar meu braço, me fazendo puxar rápidamente de susto.

 Apanho a arma de novo, chamo sua atenção a fazendo vir em minha direção e quando ela faz isso, bato em sua cabeça com a arma, agarro uma pedra grande e jogo em cima da sua cabeça, fazendo ela se esmagar no mesmo instante.

Fico com a respiração acelerada e meu coração disparado.

 Olho pra magges que ainda esta desmaiada e depois para o chão; vendo um rastro de agua que me deixa confusa e vejo se mais algum lugar está molhado, mas é apenas aqui com uma agua dife...

Perco o ar no mesmo minuto com uma dor enorme que me atinge e entendo o que esta acontecendo.

ESTOU EM TRABALHO DE PARTO!

Droga!

Minha bolsa estourou!

 Magges esta desmaiada e estou agonizando de dor.

 Tento ver o que esta acontecendo, mas é impossível e a dor não para.

Calma katniss! Você é medica, sabe cuidar disso!

Começo a respirar fundo e tentar ficar calma. Sacudo magges, trincando os dentes sentido mais uma onda de dor.

—MAGGES! MAGGES! ACORDA!-digo desesperada e nada.

Fico muito tempo tentando levantar pra ir pra casa, mas não consigo. Avisto um lugar com mato.

 Arrasto-me com as mãos ate lá, deito, encostando-se á pedra e mexo na magges.

—MAGGES! MAGGES! EU PRECISO DE VOCÊ AGORA! POR FAVOR ACORDA!-digo e não aguento gritando de dor.

 Dói muito!

Você precisa fazer isso katniss, precisa.

Arrumo-me com o que tenho.

 Tiro minha blusa de frio, coloco em baixo de mim e fico em pose de parto.

 Respiro forte sem parar e tento acordar magges, mas não tem jeito.

Fico mais uns minutos esperando, mas sei que não faz diferença e me mantenho concentrada. Começo a empurrar e dou um grito de dor, sentindo a pior dor do mundo.

Você precisa fazer isso!

Respiro de novo e volto a empurrar

 A cada empurrão sinto me ser rasgada ao meio, tento aguentar o máximo, trincando os dentes e enfiando minhas unhas em meu braço, fazendo-os sangrarem de tanta força e dou um grito que faz magges cair.

 Ela acorda e me olha assustada

—KATNISS!

—MAGGES! ME AJUDA! ME AJUDA!-digo desesperada e ela vem ate mim

—ele saiu apenas à metade, precisa continuar empurrando.

—eu não consigo magges dói demais-digo chorando, enquanto trinco os dentes.

—você consegue! Você é forte!-diz e concordo-quer ter seu bebe?

—quero!

—então empurre e quando ver já vai ter acabado-diz, concordo e respiro fundo-certo, empurre katniss-diz e uso toda a força que tenho

 Fico gritando sem parar, sentindo uma dor aguda ate que acaba.

Suspiro

Deito na pedra

—nasceu katniss-diz magges sorrindo.

 Tira sua blusa, coloca no bebe e me entrega. Pego já sentindo meu corpo todo mole e vejo sua cara toda vermelha e sorrio.

—meu bebe-digo sorrindo e acaricio sua face.

 Ele abre os olhos e me olha, me surpreendo em ver olhos azuis iguais os de peeta.

Sorrio

—katniss, temos que ir. Ele acabou de nascer pode morrer com a friagem-diz e concordo

 Ela me ajuda e levantar, pega o bebe e me ajuda a andar de volta pra casa.

Quando chegamos encontramos bernard preocupado e ele olha assustado pras mãos da magges.

—o meu Deus! Nasceu!

—sim nasceu e preciso cuidar dele rápido e da katniss-diz, ele concorda e me ajuda a sentar.

 Magges vai cuidar do bebe, fico descansando e bernard me da agua, bebo um copo inteiro e logo magges vem me ajudar.

—onde esta meu bebe?-digo preocupada e ela ri

—esta no berço. Deixei seu quarto todo fechado e ele bem agasalhado. Pode o olhar querido?-diz e bernard concorda.

 Magges me leva para o banheiro, me ajuda a tomar banho e me vestir. Depois vamos pro quarto e vou ate o berço

 Sorrio

 Acaricio sua mãozinha

—não acredito que esta aqui!

—é o que?

—um menino-diz magges e sorrio

—ele tem os olhos dele, os olhos de peeta

—e isso é ruim?-questiona e nego enxugando as lagrimas

—é perfeito-digo olhando para o pequeno bebe que acaba de sair de mim, não poderia ser mais perfeito.



Notas finais do capítulo



—JT.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "I Will Never Give Up On You" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.