I Will Never Give Up On You escrita por JTLYNCH


Capítulo 6
Não aguento mais!


Notas iniciais do capítulo

OI GENTE, CAPÍTULOS DE HOJE, ESPERO QUE ESTEJAM GOSTANDO. AINDA TEM MUITA AVENTURA PELA FRENTE, AGORA APROVEITEM.......



—e o que faremos agora?

—procurar outro carro

—peeta não vai dar certo

—prim-reprende

—katniss tem que ficar com a gente

—que eu saiba ela é apenas uma pessoa que encontramos, não temos parentescos-diz ignorante, mais não vou rebater

—mais vamos ter

—quando?

—no casamento de vocês dois-diz e peeta da uma freada, fazendo todos nos irmos pra frente, nos encaramos e olhamos pra prim

—no que?!!

—casa...

—prim, que droga você ta falando!-diz irritado de verdade

—prim, acho que você esta viajando-digo surpresa por suas palavras

—vocês podem ate me enganar mais eu não vou acreditar!-diz brava

—você vai acreditar quando a katniss for embora e não a vermos nunca mais!-rebate peeta

—é mentira, ela vai ser minha nova mãe!-diz gritando e deita no banco

 Peeta respira fundo, voltando a prestar atenção na direção e ficamos em silencio

Prim volta a dormir e resolvo conversar com peeta pra quebrar o gelo

—ela ficou muito brava

—sim-diz simplesmente

—por quê? o que aconteceu?

—o que você haver com isso?-diz grosso

—só estou tentando ser legal, não entendo por que você é assim tão....

—tão o que?-diz e não aguento

—irritante, tão grosso, se sente o melhor em tudo?

—idai-diz dando de ombros

—por isso prim briga com você toda hora

—nos brigamos porque somos irmãos, é isso que os irmãos fazem

—eu não sei, não tenho irmãos

—então porque fica dando opinião na vida dos outros?

—eu só não entendo porque você precisa ser grosso com prim, que é tão adorável. Vocês são de pais separados? Porque não é possível que foram criados juntos

—na verdade, nossos pais eram muito felizes

—e o que aconteceu pra você ser desse jeito?-digo e ele bufa

—eles morreram, tudo bem-diz bravo e ficamos em silencio

—des..

—não adianta se desculpar agora-diz e vejo que o deixei realmente bravo- não entendo porque você quer se meter nisso, mais nossos pais morreram  tentando nos salvar  e viraram zombies.-diz e da uma risada irônica- mais eu duvido que seus pais tenham um destino diferente, o mesmo que seria seu, se prim não tivesse me implorado pra te trazer-diz e fico em silencio e olho pro chão

Ele deve ter razão, como sei se meus pais não viraram uma dessas coisas horrorosas ou se alguém já matou eles ou coisa pior, minha família toda pode...

Solto uma lagrima, depois outra e outra. Quando vejo não consigo mais parar de chorar

—eu não queri..

—o que?!-digo brava, secando minhas lagrimas com as mãos  e o encaro-que eu me sentisse mal ou que percebesse que talvez eu não tenha mais família, nem mais ninguém!

—é apenas um...

—não, eu já entendi o seu jeito

—que jeito

—você se sente mal e gosta que os outros se sintam também, não é?

—eu não

—não tente fingir o que você não é-nesse momento eu já estava gritando, vermelha de raiva

—quer saber, eu cansei de você!

—eu também, para o carro!-digo brava já com a mão na porta

—o que?!-diz confuso

—estou fazendo seu sonho virar realidade. Abre a droga da porta!

—esta escurecendo, você  vai acabar sendo atacada!

—eu prefiro, do que ficar mais um minuto com você

—o que ta acontecendo?!-diz prim acordando, peeta para o carro e eu saio em seguida

Começo a andar pela rua ate o outro lado, onde tem apenas mato e começo a andar sem ligar pra nada, furiosa

—katniss volta pro carro!-diz prim e continuo a andar

—katniss volta pro carro!-diz peeta atrás de mim e continuo a andar-você vai virar o jantar deles!-diz e não ligo -você quer mesmo morrer hoje?!-diz e dou de ombros-você tem 5  segundos-diz e continuo andando mais rápido

 Olho um ponto aceso, não muito longe e  ouço o contar e logo depois o carro vai embora

—suspiro-

 Continuo  a andar ate o ponto, caminhando em sua direção

Espero que não tenha muitos deles la

Continuo andando, quando chego perto vejo que é um tipo de loja de presentes e ouço um tipo de grunhido, fazendo todos meus pelos  levantarem na hora. Fico aflita, se devo ou não entrar e enfrentar o que estiver lá dentro ou ficar aqui fora, onde possa vir monstros piores.

 Olho ao redor, vendo o céu já completamente escuro e o frio que esta aqui

Bom, eu não tenho muita escolha.

Dou uma olhada ao redor à procura de algo que possa me defender e acho apenas galhos.

 Junto alguns, fazendo um tipo de lança pra poder espetar. Ouço um som na estrada e luzes de carro, mais não qualquer carro e sim o de peeta

—bufo-

 Andando em direção à loja

—katniss-diz e continuo andando-vamos logo, para de graça

—eu não estou brincando-digo subindo dois degraus e ele aparece na minha frente

—me desculpa ta, eu não devia ter dito aquilo

—não devia mesmo!

—mais você quer mesmo morrer por isso?-questiona e bufo cruzando os braços

—não

—então vamos embora

—porque voltou? a pri...-digo e ele me interrompe

—não foi a prim.. bom,  também

—então?-questiono e ele suspira

—eu não sou esse tipo de cara que faz as pessoas se sentirem mal, que é grosso e mal educado

—então porque age como tal?

—eu não sei

—então você voltou pra me ajudar?-questiono confusa

—acho que sim

—eu agradeço por isso, mais acho melhor você ir embora

—o que?

—não quero ter que aturar seu mal humor-digo e ele suspira

—ta, tudo bem

—o que?

—eu posso.... tentar

—você não vai ser mais grosso?-digo realmente surpresa

—não

—nem mala?

—não

—nem chato e irritante?

—não

—promete?

—prometo

—porque ta fazendo isso?-questiono, ele ri e me encara

—acredite em mim, eu mesmo não sei-diz e ouvimos o barulho se intensificar e olhamos pra estrada, onde vem dois zombies

 Andamos devagar pro carro, peeta acelera fazendo eles perseguirem a gente e meu coração volta a bater muito rápido

—o que acontecendo?!-diz prim assustada

—estão nos perseguindo!

—quantos?

—dois, acho que consi..-diz peeta, mais quando chegamos mais a frente vemos uma das piores visões que podia existir

—nos estamos ferrados

—o que vamos fazer? –questiona prim assustada

 Olho pra aquela multidão de zombies aglomerados em muitos restos mortais humanos e os dois que estão nos seguindo e viro pra peeta

—peeta-digo e ele me encara, também assustado-acelera pra trás.



Notas finais do capítulo



—JT.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "I Will Never Give Up On You" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.