I Will Never Give Up On You escrita por JTLYNCH


Capítulo 56
Dor




 Depois disso nossa vida virou tudo que eu queria

 Uma família

 Mesmo não tendo meus pais, sei que eles estão orgulhosos de nos, por estarmos bem e tudo isso eu devo a katniss, por me amar tanto como eu nunca imaginei ser amado na vida, assim como á amo de todo o coração.

 Tudo que ela faz pra mim é incrível, como uma princesa ou uma rainha, sempre majestosa, cuidadosa e perfeita.

Nossas noites de amor são com certeza as melhores que tem! Eu mal consigo pensar em como amo isso sem explodir de felicidade e desejo por katniss, ela é inacreditável de tão perfeita.

Passamos a agir como uma família e quando vi que realmente nunca mais iria conseguir viver sem ela a pedi em casamento. Precoce, mas pelo jeito ela não achou, já que aceitou.

Eu não podia acreditar em tudo que estava acontecendo, podemos estar em um apocalipse zombie, mas eu não me importava, estava com katniss e isso pra mim era o que importava.

 O que estivesse á nossa frente podíamos derrubar e ultrapassar juntos, não importa o que seja.

Nossa família aumentou depois de um tempo, quando encontramos um bebe e logo depois a descoberta da gravidez de katniss. Só pensava em como eu sou o homem mais sortudo do mundo inteiro por encontrar o amor da minha vida, que me aceita do jeito que eu sou e me ama intensamente, assim como a amo.

Isso era incrível!

 Era maravilhoso!

 Não havia palavras que descrevessem nossa felicidade... ate que aquele dia chegou.

Foi um dia estranho, katniss não estava comigo a procurei pela casa toda e como não encontrei deduzi que estaria atrás de sua família.

O bebe acordou, fui cuidar dele e prim logo se juntou a mim, mas como estava preocupado com katniss andando sozinha por ai, resolvi sair de casa.

Vestimos-nos e saímos em direção às ruas de barro da base a procura de katniss, mas o bebe esta com fome e começa a chorar.

—vamos comer peeta

—preciso encontrar a katniss, não sei acalmar o bebe.

—vamos para o refeitório, ela deve estar lá.

—ta, mais rápido-digo e ela concorda.

 Entramos no refeitório, o bebe chora mais alto e tento o acalmar.

—vou procurar, já volto

—prim, não vai se perder-aviso e ela concorda.

Tento acalmar o bebe que está bem manhoso, dou sua chupeta e ele para um pouco.

— suspiro-

 Ser pai não é fácil, mas eu sempre quis mesmo achando que nunca iria realizar meu sonho e agora eu já sou pai de três, isso não poderia ser melhor.

Sinto alguém pegar meu braço e me puxar pra fora.

 É a katniss

—amor o que foi?-digo confuso com sua força, me puxando pra sairmos do refeitório.

—vamos embora daqui!

—katniss-ouço alguém a chamando, mas ela não me deixa ver me puxando pra frente.

—katniss-diz mais alguém

 Fico confuso mais ando com katniss que parece estar fugindo e o bebe chora.

—amor, o que ta acontecendo?!-digo quando viramos, ela me olha e vejo que esta diferente, com medo.

 -nos temos que ir embora o mais rápido possível!

—mais por quê? O que aconteceu?

—você me ama?

—sim ma..

—então vamos embora!-diz me implorando

—ta enta..-digo mais sou atrapalhado por uma mulher que a chama,

—katniss

A conversa que se seguiu foi uma completa confusão, mas a pior coisa foi saber que katniss estava me enganando todo esse tempo.

 Sinto meu coração se quebrar por inteiro em meu peito, ela tenta me chamar mais eu não consigo a única coisa que sinto é raiva, muita, e um ódio me absorvendo por dentro.

Saio irado, pensando em como fui burro.

 Claro que eu não seria o bastante, nem o suficiente. Pensei que as coisas seriam diferentes, mas pelo jeito eu continuo sendo o nerd que ninguém se importa.

\\\\\\\\\\ \\\ \\\\\\\\\\

Chegamos à nova base e depois dos procedimentos nos encaminharam pra uma casa

 Ajudo prim a dormir mesmo ela estando muito mal. Sei que esta decepcionada, já que chorou muito a viajem toda ate aqui.

Checo o bebe que esta com muita fome, faço um leite normal e tento dar mais ele não quer; ate que por tanta fome acaba aceitando.

 Ando com ele de um lado pro outro, fazendo-o pegar no sono e o coloco pra dormir.

Direciono-me á sala, me sento na cadeira e fico observando o vazio do lugar.

Sinto-me tão destruído por dentro, como nunca antes;

 Nenhuma surra, machucado, cicatriz, tiro ou qualquer coisa que eu possa ter tido todos esses anos da minha vida, é pior do que essa dor que estou sentindo;

 A dor da decepção de pensar que seria diferente dessa vez, que alguém poderia me amar, mas não, ninguém pode e isso não vai acontecer nunca. Farei o que acho melhor, cuidar da minha família, estando ou não inteiramente aqui, porque acho que só metade de mim esta aqui completamente;

 A parte quebrada, a parte que não aguenta mais.

\\\\\\\\\\ \\\\ \\\\\\\\\

TEMPO DEPOIS....

—peeta-diz delly, uma garota que esta gravida e como Cameron não queria mais mamar leite normal, ela o amamenta pra mim.

—o que?-digo, terminando de lavar a louça.

—posso tomar banho aqui?

—tanto faz-digo, ela sorri, me da um beijo na bochecha e passa a mão por meu braço.

—obrigada

—tudo bem-digo, não ligando e ela vai pro banheiro.

Ouço um choro

 Vou em direção ao quarto do bebe e o pego.

 Esta tão grande, decidimos ficar com ele e demos um nome. Já que ninguém reclamou de seu sumiço, ele é meu filho e vou cuidar dele.

Ouço alguém falando na porta e coloco o bebe junto de prim.

—quem é?-questiono confuso, enquanto ando ate a sala.

Ao olhar pra porta fico em choque ao vê-la, diferente, como se estivesse mais branca; seu cabelo esta maior, mas seus olhos estão raivosos como nunca.

 Sinto meu coração pulsar

 -katnis?! O que faz aqui?!

—eu, eu queria conve...-diz nervosa me olhando.

—conversar! Espera! Você é a katniss?-questiona delly e ela concorda.

—sim, por quê?

—vai embora!

—você não manda em mim! Quem você acha que é?-diz brava e continuo em choque ao vê-la.

—a namorada do peeta-diz delly

 Resolvo me intrometer e fazer meu coração parar de bater tão forte

Trinco os dentes

—katniss-digo e ela me olha -vai embora!-falo cheio de dor e ela se vai, me machucando.

—Acredita nisso, que vadia! Como pode aparecer aqui...

—não chame ela assim delly!-digo bravo

—ela brincou com você

—tanto faz, ela é a mãe do meu filho! Pode estar mal. Tenho que ir atrás dela.

—peeta não vai-diz, mas a ignoro e saio porta a fora.

Meu coração bate descompassado.

O que ela ta fazendo aqui?!

 Achei que estivesse feliz com gale na outra base, já que ao menos fez questão de lembrar que eu existo; E eu como um idiota, um estupido, fiz totalmente o contrario e pensei nela o tempo todo.

IDIOTA!

Não importa, preciso vê-la, nem que se for um pouco.

Sigo ate á senhora e pergunto onde fica o quarto da katniss

 Quando chego em frente, fico confuso ao ver a porta aberta.

 Entro, fecho a porta e ando pelos cômodos, mas ela não esta em lugar algum. Adentro seu quarto, ouvindo o som de agua escorrendo vindo do banheiro.

Aproximo-me tendo uma visão que me deixa chocado

A banheira com agua, katniss com um celular na mão, ajoelhada no chão, com as mãos abraçando sua barriga, agonizando de dor.

—KATNISS!-digo assustado.

—SAI DAQUI!-grita

—O QUE FOI?!

—SAI DAQUI!!-diz e grita de novo de dor

 Não penso duas vezes a pegando nos braços e corro para o hospital, sentindo meu coração apertar no peito.



Notas finais do capítulo



—JT.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "I Will Never Give Up On You" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.