I Will Never Give Up On You escrita por JTLYNCH


Capítulo 44
A Verdade




—KATNISS VOCÊ TA ME TRAINDO?!

—EU...

—TRAINDO VOCÊ?! COMO ASSIM? QUAL SEU NOME?

—GALE

—GALE!-diz e engulo minha saliva-VOCÊ DISSE QUE TINHA TERMINADO COM GALE!-diz peeta, com os olhos já vermelhos de fúria.

—TERMINADO? NOS ESTAMOS NOIVOS JÁ FAZ TRES ANOS!

—KATNISS QUE DROGA É ESSA?

—VOCE TA ME TRAINDO POR ESSE TEMPO TODO COM ELE?!

—EU... EU

—CONTA LOGO DROGA!-diz a mãe de gale tentando vir pra cima de mim e a seguram

 Enquanto todos me encaram bravos.

—eu vou contar

—conta agora!

—eu sou a noiva do gale de verdade

—você mentiu pra mim todo esse tempo?-diz peeta não acreditando.

—desculpa mais...

—NÃO ACREDITO QUE VOCÊ FEZ ISSO!

—Á QUANTO TEMPO VOCÊ ESTA ME TRAINDO COM ELE?-questiona gale furioso-FALA?

—gale, eu não queria trair você, eu não queria –digo, pronta pra chorar.

—a não imagina-diz irônico

—eu não queria, mais acabei me apaixonando pelo peeta.

—IDAI, NÓS, NOS CONHECEMOS A VIDA INTEIRA. ESTAMOS JUNTOS JÁ FAZ NOVE ANOS E NOIVOS A TRES ANOS!

—e sei. Me desculpa-digo já começando a chorar

—PORQUE VOCÊ MENTIU PRA MIM?!

—eu sabia que se contasse que era noiva você não ia querer nada comigo,

—é claro que não! Como pode mentir pra mim?-diz completamente nervoso e sinto meu coração apertar.

—me desculpa peeta, mais eu amo você por favo..-digo chegando perto mais ele se distancia.

—VOCÊ TA DE BRINCADEIRA COM A MINHA CARA?!

—NÃO. EU NÃO QUERIA QUE VOCÊ SOUBESSE, POR ISSO EU MENTI ESSE TEMPO TODO E QUANDO CHEGASSEMOS AQUI EU IA TERMINAR COM O GALE...

—E VOCÊ NÃO IA ME CONTAR?!

—VOCÊ IA ME LARGAR DEPOIS DE TUDO QUE PASSAMOS?!

—GALE ME PERDOA! EU NÃO QUERIA QUE ISSO ACONTECESSE

—TA, PRA MIM JÁ CHEGA-diz peeta saindo, me desespero indo atrás dele e prim me para.

—ONDE VOCÊ PENSA QUE VAI?!-diz vermelha de raiva com o bebe em seus braços.

—PRIM EU...

—NÃO. FICA LONGE DO MEU IRMAO! NÃO ACREDITO QUE ESTAVA MENTINDO PRA NOS ESSE TEMPO TODO!

—EU NÃO QUERIA PRIM-digo chorando mais

—VOCÊ NÃO QUERIA MAIS FEZ, ESPERO QUE ESTEJA FELIZ -diz saindo me deixando parada.

—TA TUDO BEM KATNISS, SE ERA ISSO QUE VOCÊ QUERIA CONSEGUIU, ESTAMOS ACABADOS AQUI-diz gale saindo, com sua mãe e seu pai

—COMO PODE TER FEITO ISSO?

—MAE EU ....

—NÃO ME VENHA COM ISSO KATNISS!

—KATNISS, VOCÊ ACABOU DE FERRAR COM TUDO-diz clove saindo com as outras .

—NÃO ACREDITO QUE FEZ ISSO! QUE TIPO DE PESSOA VOCÊ SE TORNOU?

—PAI ME DESCULPA EU NÃO QUE...

—EU NÃO QUERO SABER KATNISS-diz indo embora

 Apenas minha mãe fica de braços cruzados me encarando

—feliz?

—não

—foi o que achei-diz vindo ate mim-nos vamos conversar agora!-diz, pegando meu braço sem delicadeza alguma e me levando pra um canto.

—mãe eu...

—shiii. já fez demais, agora você vai me ouvir. Não me importa o que você fez esse tempo todo, você vai agora pedir desculpas ao gale!

—eu na...

—eu não quero ouvir mais, eu e a sofi estamos esperando por esse casamento já faz muito tempo e eu não tive tanto trabalho com você pra ser desperdiçado por nada.

—não é por nada mãe. Eu amo o peeta mais que tudo!

—eu não ligo, ele não quer você, então você não tem opção. Se fosse você iria atrás do gale agora e tentava recuperar o que sobrou. Agora vai!-diz e saio

 Corro muito rápido, mais não vou pra casa do gale e sim pra nossa casa.

 Encontro á porta aberta e entro, vendo as malas na sala e o bebe chorando. Corro pro quarto e o vejo com prim, que me olha raivosa.

—O QUE TA FAZENDO AQUI?!

—prim, cadê o peeta?

—DEIXA MEU IRMAO EM PAZ!-diz brava e me aproximo, querendo pegar o bebe mais ela não deixa-fica longe!

—prim, não é desse jeito!

—sai daqui!

—não, eu preciso ver o peeta. Por favor prim!

—VAI EMBORA

—EU NÃO PO..-digo, sinto alguém pegar minha cintura sem delicadeza e me puxa pra fora do quarto.

—o que você ta fazendo aqui?!-questiona peeta com seus olhos completamente vermelhos

—peeta, por favor.

—você não já fez demais? O que você veio estragar agora?

—eu sinto muito por não ter conta...

—você mentiu pra mim! Tudo foi uma mentira!

—não, não foi-digo negando pegando sua mão e ele solta rapidamente.

—vai embora daqui katniss! Eu nem sei o que você ta fazendo aqui!

—eu te amo

—se você me amasse não teria mentido pra mim!

—peeta, por favor, tenta entender.

—entender o que?! Em como fui burro em confiar em você?! Me apaixonar por você?! te amar?! Te pedir em casamento?!

—não eu..

—VAI EMBORA KATNISS! ou melhor você não precisa, nos já estamos indo-diz abrindo a porta do quarto de prim-vamos embora prim

 Ela levanta, ele pega o bebe que me chama chorando e tento o pegar de suas mãos mais ele não deixa.

—peeta, por favor, não vai embora-digo o seguindo e tranco a porta da casa, com meu coração tão rápido que esta explodindo dentro do meu peito-eu te amo! Você sabe disso!

—não, eu não sei mais de nada katniss!

—por favor-digo tentando pegar o bebe e ele não deixa.

—você não precisa cuidar dele, é meu filho, eu faço isso sozinho!

—é nosso filho!

—não, não é!-diz me empurrando para o lado e indo pra fora rápido.

 O sigo, ate o trailer e pego sua mão colocando em minha barriga e ele me encara.

—e nosso bebe?!-questiono com a respiração acelerada, desesperada.

—é mesmo meu ou você estava mentindo sobre isso também?!

—é, é sim. Eu nunca menti sobre isso-digo mordendo o lábio, deixando mais lagrimas caírem.

—bom, sendo ou não meu filho eu não vou abandona-lo. Estarei de volta em 8 meses pra pega-lo

—e quanto a mim?!

—fica com gale ou com quantos caras forem o suficiente pra você!-diz furioso

—peeta, por favor, eu te amo!

—o estranho é que você continua falando e cada vez mais... eu acredito menos-diz se soltando de mim, entrando no trailer tranca a porta e tento abrir.

—PEETA! PEETA! ABRE A PORTA! POR FAVOR! ABRE A PORTA!

 O carro começa a andar, fico desesperada e olho pros outros carros. Roubo a chave de um, entro, acelerando atrás dele.

Ele vai mais rápido e eu também.

Preciso alcança-lo o mais rápido possível

Acelero tentando alcança-lo, mas ele vai virando, tenho que dar freadas pra conseguir chegar perto e peeta consegue passar de mim e ir mais a frente. Seu carro já esta sumindo de vista e aperto o acelerador com muita força

 Quando é pra virar não consigo, fico girando o volante, tentando virar o carro mais ele perde o controle e não consigo mais fazer nada. Ele vira de cabeça pra baixo e sinto minha face ir de encontro com o volante e tudo escurecer.



Notas finais do capítulo



—JT.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "I Will Never Give Up On You" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.