I Will Never Give Up On You escrita por JTLYNCH


Capítulo 43
Sem Saída




Termino de colocar meu tênis e dou mais uma olhada no espelho.  Saio do banheiro em passos leves e vejo peeta dormindo.

—suspiro-

 Porque ele tem que ser tão lindo?

Não resisto em deixar um beijo em eu pescoço de leve, fazendo-o se mexer mais não acordar. Acordei muito cedo hoje pra encontrar meus pais e gale, o mais rápido possível.

Saio do quarto devagar, confiro prim que esta dormindo e o bebe que também esta dormindo, vejo se sua fralda esta limpa e quando confirmo saio do quarto devagar.

 Saio da casa

— suspiro de alivio-

Consegui!

 Agora só encontrar o gale

Começo a andar por todo lugar, mas, poucas pessoas estão acordadas. Dirijo-me ate a mulher que nos ajudou ondem.

—oi

—oi-diz desanimada

—estou á procura de uma pessoa

—quem seria?

—gale, gale hawsthorne-digo e ela olha a prancheta em sua mão sem pressa, me fazendo bater o pé ritmado por estar ansiosa pra acabar com isso.

—quarto 203

—obrigada-digo saindo

Começo a procurar, estamos no 904

DROGA!

Ando muito, muito ate conseguir achar o numero 200 e bato na porta.

—gale-digo sussurrando

A porta se abre, mas, ao invés de gale quem me recebe é sua mãe e sorri.

—katniss, o meu deus!-diz me abraçando apertado e sorrio.

—ola senhora hawsthorne

—o querida, achamos que nunca mais a veríamos de novo.

—bom eu to aqui, eu po..

—katniss-diz o pai de gale chegando e vou o abraçar-gale! Gale!-diz e uma porta é aberta por gale que me vê e vem correndo me abraçar.

—katniss

—gale

—não acredito! Estava  muito preocupado com você.

—eu também mais agora preci...

—filha-diz minha mãe na porta, vindo com a senhora hawsthorne que deve  ter a chamado, e me abraça já chorando-achei que não te veria mais querida.

—eu sei mãe, também estava com saudade-digo já começando a chorar também.

—o meu deus querida! Nunca te vejo chorar

—eu sei-digo fungando, vou abraçar meu pai e logo minhas amigas aparecem e as abraço.

—katniss ta inteira.

—bom, mais ou menos. E isso na sua testa?

—um arranhão apenas

—nossa katniss! Que droga! Onde se meteu?-diz clove brava

—estava na faculdade

—nos fomos la

—mentira-digo brava-fiquei uma semana inteira no armário de limpeza e ninguém apareceu.

—bom, mandamos um grupo deve ter sido depois que saiu. Como conseguiu chegar aqui?-questiona minha mãe e vejo que todos estão me olhando.

—peguei uma carona?

—com quem? Devo muitos agradecimentos a essa pessoa-diz gale me abraçando e concordo

—um homem e a irmã dele.

—quero conhece-los. Eles estão aqui?-questiona minha mãe e fico sem saber o que falar

—não. Não, já...já foram

—bom querida, o importante é que você esta aqui-diz minha mãe me abraçando e concordo

—o que aconteceu nesse tempo? Alguma coisa?

—somente alguns ferimentos básicos-digo pra não preocupa-lo

—que bom que esta bem.

—conta o que aconteceu nesse tempo, ficou muito tempo fora. Viu algum zombie?

—você foi mordida?

—não eu...

—se ela vai contar tudo vamos pro refeitório, esto morrendo de fome-diz fox e todos concordam

 Fico com medo de ser vista por peeta  e gale ainda esta me abraçando, me deixando desconfortável  pela primeira vez ao fazer isso.

Chegamos no refeitório e fico feliz que esteja cheio de gente. Nos sentamos em uma mesa e gale fica me abraçando, trinco os dentes, querendo muito que ele tire a mão de mim.

—então katniss, o que aconteceu?

—não muita coisa. Fiquei fazendo a lição e.....-digo e explico tudo o que aconteceu, os deixando horrorizados

—e como achou esse cara.

—ele foi pegar uns remédios, eu vi que não poderia ser um zombie e fui atrás dele.

—o que ele fez? te ajudou?

—não. De cara, ele apontou uma arma pra mim-digo rindo, lembrando

—o que? uma arma!!-diz minha mãe assustada

—como ele pode ter feito isso?!-diz gale bravo

—ele só queria ter certeza que eu era normal

—e depois?

—eu pedi uma arma

—o que você ia fazer com uma arma?!

—me proteger

—katniss no que estava pensando? Você não é esse tipo

—nunca te imaginei com uma arma-diz clove confusa

—é mesmo? Porque isso?

—bom como todos aqui me abandonaram, eu tive que dar um jeito mais não precisei.

—e esse cara?-questiona gale que parece com ciúmes-ele  tentou alguma coisa?-diz e começo a rir de nervoso

—não, não. Ele não fez nada.

—não minta katniss

—eu não to mentindo

—que bom ou eu iria mata-lo-diz eu pai e concordo.

—ele não fez nada, ele nem me queria lá a irmã dele que pediu, se não eu não teria chegado aqui.

—que bom-diz meu pai e concordo

 Eles continuam a conversar e fico tentando pensar em um jeito de conversar com gale sozinhos.

—gale-digo e ele me olha,

—sim amor

—amm... eu posso conver...-digo e ouço um choro

 Olho pro outro lado do refeitório, vendo peeta com o bebe e prim e sinto meu corpo gelar.

—amor tudo bem?-questiona gale e o olho

—claro, claro ta sim. Eu amm.. só preciso ir ao banheiro-digo levantando rápido e tento passar despercebida

 Chego ao banheiro

—Respiro fundo- retomando a concentração.

DROGA!

 E AGORA?!

 E AGORA?!

Começo a me sentir mal, me tranco em um box e me seguro, porque estou começando a me estressar e vou acabar vomitando.

 Não sei o que fazer

 Não sei

Resolvo ficar sentada esperando ficar normal de novo e o tempo passar pra ter certeza que peeta saiu, preciso falar com gale muito rápido.

Depois de uns 20 minutos, saiu do banheiro e ando devagar pra mesa, esbarrando com fox.

—nossa kat que demora!

—eu sei desculpa-digo, ela concorda. Avisto prim vindo e me desespero-droga! Acho que preciso ir ao banheiro de novo-digo entrando rápido.

Entro no box, abaixo a tampa e sento, juntando meus pés pra cima.

—kat, é melhor não demorar-diz fox

 Ouço passos e vejo os pés de prim.

 Prendo a respiração

—oi, tudo bem?

—sim

—você viu uma mulher branca de cabelo preto?

—não, por quê?

—estou procurando por ela

—desculpa, somente minha amiga-diz fox e meu coração acelera.

—sua amiga, qual o no..-diz prim e bato  com força na parede do banheiro.

—tudo bem ?

—huum

—desculpa, é minha amiga katniss-diz e arregalo os olhos.

—katniss? katniss é você?-diz prim e fico em silencio, com meu coração acelerado demais.

—não deve ser a mesma

—duvido que possa ter duas katniss no mesmo lugar

—eu também, é um nome tão diferente-diz fox e  penso no que fazer

Droga!

 Preciso sair daqui, vou sair correndo e levar peeta.

Olho ao redor

 Vejo um rolo de papel higiênico, pego e jogo em outro box fazendo barulho. Quando ouço os passos delas andarem, abro a porta rapidamente e corro pra fora, ouvindo as duas me chamarem.

 Corro pelo refeitório, vejo peeta chegando perto e vou ate ele e o puxo

—amor o que foi?

—vamos embora daqui!-digo o levando pra fora

—katniss-ouço a voz de gale e começo a andar mais rápido.

—katniss-diz minha mãe

 Ando mais rápido com peeta e o bebe começa a chorar.

—amor, o que ta acontecendo?-diz peeta, paro em uma virada e o encaro ofegante.

—nos temos que ir embora o mais rápido possível.

—mais por quê? O que aconteceu?

—você me ama?

—sim ma..

—então vamos embora!

—ta enta..

—katniss-diz minha mãe, travo no lugar, os vendo chegar e meu coração acelera.

 Sinto minha cabeça explodir e o chão sumir, quase caio mais peeta me pega rápido.

—O MEU DEUS KATNISS! VOCÊ ESTA BEM?

—deixa-a respirar

—katniss, consegue me ouvir?-diz gale e assinto, vendo tudo preto e encosto na parede.

—katniss, que bom que te achei-diz prim chegando e meu coração acelera mais ainda.

—o que aconteceu? Porque fugiu?

—eu... eu só não estou me sentindo bem.

—acho melhor irmos pra enfermeira-diz gale vindo ate mim e peeta o barra.

—porque você vai leva-la?-questiona e interfiro na hora

—não é nada, é só gentileza.

—quem é você

—ele é o peeta

—peeta? Quem é peeta?-questiona, a mãe do gale

—eu ajudei a katniss a chegar aqui

—você não disse que ele tinha ido embora?-diz me deixando mais nervosa.

—eu disse?

—sim

—deve ter sido um engano

—o que? Porque você disse isso?

—eu só...-digo sentindo tudo girar de novo e dessa vez gale me segura.

—ta, agora nos vamos pra enfermeira.

—eu acho que posso fazer isso-diz peeta

—e porque você tem que fazer isso?

—porque eu sou o namorado da katniss

—VOCÊ O QUE?!-diz gale assustado

—a katniss não queria contar ma..

—eu sou o noivo da katniss

—você o que?!-questiona peeta e eles dois me olham confusos.

—katniss, você pode explicar isso?-questiona minha mãe

 Fico parada vendo que todos estão me olhando, sinto um bolo em minha garganta e começo a vomitar sem parar. Peeta me segura  o bebe volta a chorar e prim o pega.

—o meu deus! Vamos leva-la pra enfermaria

—O QUE?! ELA NÃO VAI SAIR DAQUI, NINGUEM VAI SAIR DAQUI ATE ELA EXPLICAR ISSO-diz gale furioso.

—KATNISS, O QUE TA ACONTECENDO?!-diz peeta, também já bravo

—EU PRECISO...-digo, querendo sair mais eles não deixam

—VOCÊ NÃO VAI SAIR DAQUI ATE CONTAR TUDO-diz a mãe do gale.

 Levanto, limpando minha boca.

Respiro fundo

Fxxxx!



Notas finais do capítulo



—JT.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "I Will Never Give Up On You" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.