I Will Never Give Up On You escrita por JTLYNCH


Capítulo 27
Aceita?


Notas iniciais do capítulo

OI GENTE, CAPÍTULOS DE HOJE.
ESTOU MUITO FELIZ PELOS COMENTÁRIOS, MUITO OBRIGADA!
ESPERO QUE GOSTEM DO CAPITULO DE HOJE.........



Acordo no outro dia acabada.

 Chorei a noite toda, estou realmente nervosa sobre a decisão de peeta, não sei o que ele vai dizer e estou muito preocupada. Sinto que estou entrando em desespero por dentro e isso esta me corroendo por inteira.

Levanto da cama, rápido e vejo pela janela que esta escuro.

Vou ao banheiro, jogo agua no rosto e penso em tomar um banho.

Pego uma roupa, entro no chuveiro e tomo um longo banho, pensando no que vou fazer. Sei que pode ser nosso fim e vou saber hoje.... isso esta me matando.

Saio mancando devagar, coloco uma lingerie, uma regata e um short pequeno apenas pra dormir.

Volto pra cama, deito e tento dormir; viro de um lado pro outro tentando mais nada.

—bufo-

Levanto da cama e resolvo tomar alguma coisa pra parar de ficar nervosa.

Saio do quarto e vou ate o de prim a vejo dormindo e saio. Vou ate a escada, me surpreendo ao ver a porta do quarto, meio aberta e fico sem saber o que fazer.

A porta ta aberta, é só entrar.

 Vou acabar com isso agora.

Vou ate a porta, abro, entro devagar e vejo peeta dormindo.

— suspiro baixo-

Aproximo-me devagar e deito ao seu lado, fazendo o mínimo de barulho possível e deito no travesseiro, encarando suas costas.

— suspiro-

 Aproximo-me e acaricio seu cabelo bem devagar, sentindo a textura, sabendo que pode ser a ultima vez.

Tomo um susto quando ele vira

 Afasto-me e fico parada, mais ele não faz nada – suspiro-  Espero um pouco ate me aproximar e acaricio seu rosto leve e fungo. Passo a mão  por seus lábios,  seu nariz e vou descendo pros seus braços. Sinto algo me agarrar e tomo um susto

 Ele abre os olhos, me assusto mais quase caindo da cama mais ele me segura e respiro rápido

—calma-diz e assinto

—eu só.... eu.... você deixou a porta...

—eu sei

—você sabe?!

—estava esperando você-diz me surpreendendo

—estava?-questiono e ele assente-por quê?

—você disse pra dar um sinal, esse foi meu sinal-diz e me aproximo

—o que isso quer dizer?

—eu..-diz, respira fundo e fico com medo

—você?

—pensei muito em tudo e tirei a conclusão de que....eu estava errado-diz e fico surpresa

—o que?

—eu fui idiota, acabei me descontrolando e estraguei nosso encontro, me desculpa.

—espera, esta se desculpando comigo?!

—sim, eu sei que você não faria nada pra me magoar-diz e assinto, engolindo em seco-fiquei furioso com a possibilidade de que houvesse outra pessoa, você não tivesse me contado e estivesse apenas brincando comigo.

—eu nunca faria isso-digo rápido e ele ri

—eu sei e...-diz ,pega minha mão e suspiro-me desculpa, só pensei com a cabeça quente. Eu vi que você estava nervosa antes e só se atrapalhou ne?-diz, fico parada e concordo -eu não devia ter brigado com você, fui muito burro e só prestei atenção na primeira coisa que você disse. Queria que você me desculpasse por isso. Você me perdoa?-diz e fico sem saber o que falar -não precisa responder agora, eu so..

—não, não é isso-digo e ele me olha-claro que te perdoo-digo e ele sorri, me deixando mais culpada ainda.

—obrigada katniss, eu só fiquei bravo e sei que prometi não fazer mais isso. Então eu quero esquecer tudo, se tiver alguma coisa que queira me contar, eu vou ouvir e não vou ficar bravo por isso, eu prometo-diz e fico parada-não precisa falar agora, eu sei que não cumpri com a minha parte de ser mais calmo e você tem o direito de ficar brava, mais eu realmente não quero que tudo acabe.

—você não quer?-questiono, ele nega e sorrio

—podemos começar de novo, se quiser. Eu já aceitei essa historia sua com o gale e fico feliz de ter me contado tudo  e agora podemos seguir em frente, sem segredos-diz e fico pensando se devo ou não falar

Não, não, posso fazer isso. Peeta esta me propondo um recomeço, se eu contar que ainda estou noiva do gale agora, estarei acabando com nosso relacionamento e eu não vou fazer isso.

—o que acha?-diz e sorrio assentindo, ele sorri e sinto meu coração rápido -obrigada amor-diz e quase choro.

—você me chamou de amor?

—sim e acho que já ta na hora-diz pegando algo em seu bolso.

Mostra-me uma aliança e sorrio não acreditando.

—bom, era pro nosso encontro mais não consegui, como já sabemos, fazer o pedido-diz e assinto

‘’Estava no closet, tinha muitas dessas; eu gostei dessa por ser simples e única, assim como você e o nosso amor-diz e sorrio, soltando algumas lagrimas e ele pega  minha mão com delicadeza-katniss amm...

—everdeen, é meu sobrenome.

—katniss everdeen, aceita ser minha namorada? –questiona,, meu coração já esta quase saindo do meu peito.

 Não poderia estar mais feliz e completa, cheia de amor.

—sim, sim. Eu aceito –digo e ele sorri, colocando o anel em meu dedo

 Ele me puxa pra um beijo, um beijo diferente, lento, fazendo nos aproveitarmos cada segundo e toque daquele momento magico.  Coloco minha mão em seu peito, sentindo seu coração tão acelerado quando o meu.

 Sorrio e subo no seu colo, ele abraça minha cintura e me cola contra seu peito. Quando ficamos sem ar nos separamos e colo minha testa a sua, ele seca minhas lagrimas.

—não podia ser mais feliz com você.

—e eu não poderia ser mais feliz com ninguém, você é minha felicidade-digo e ele sorri, beijando minha mão com aliança e sorrimos.

—é incrível

—você é incrível, eu te amo, amo, amo, amo muito-digo acariciando seu rosto.

—e eu te amo muito, muito, muito, muito, demais-diz me derretendo e me puxa pra um beijo apaixonado.

Sei que o que estou fazendo é errado, mais agora eu quero  mais que tudo se fxxx e que eu possa aproveitar minha vida, minha nova vida com minha família, isso eu vou arrumar depois.

Separamo-nos sem ar, nos encaramos e sorrimos.

—sabe, eu estraguei nosso encontro.

—o que? claro que não amor-digo e ele sorri

—eu amo ouvir você dizer isso meu amor

—eu também-digo sorrindo e o beijando muito, ele sorri, aquecendo meu coração e me abraça apertado

Não perco a oportunidade de fazer o mesmo e o beijo muito, ele para o beijo, me deixando confusa.

—não quero que nos lembremos do nosso primeiro encontro assim.

—eu não me importo amor, estamos juntos.

—eu sei, mais vou fazer algo especial-diz saindo e tento o puxar.

—não precisa

—é rápido, vai valer a pena-diz e rio, concordando da sua animação.

 Ele beija minha cabeça, sai, sorrio e dou um longo suspiro

Peeta é meu namorado agora!

O tenho de volta assim como prim, minha família. Não vou abandona-los e se eu precisar fingir que não tenho mais família, isso não será um grande sacrifício.

Ele volta com uma garrafa, taças e tranca a porta e vem ate mim, me beijando. Sorrio, ele se senta na cama, sento no seu colo e ele tira a rolha.

—espero que goste de vinho antigo

—eu amo, são os melhores.

—já bebeu?

—não, mais dizem que é muito bom-digo, ele ri e sorrio.

 Ele me da um beijo, enche nossas taças  e pegamos .

—pode ser pouco, mais esse é o melhor encontro que já tive.

—é o único que teve-digo, ele coloca a mão no peito e rio da sua cara fofa.

—ta, o único e mais incrível amor; Mais o que o faz especial é você, então não faz diferença se eu tivesse tido um ou vários deles, esse ainda assim seria o mais especial-diz e sorrio.

—o meu também amor, te amo muito.

—eu te amo mais, por isso vamos brindar-diz, rio e estendemos nossas taças -ao nosso recomeço, podemos estar com tudo sobre nossas costas, o mundo esta desmoronando acima de nos mais isso não importa, eu encontrei você no meio desse caos e isso me faz querer entrar em todas as batalhas possíveis e não importa, vou enfrentar todas ate que possamos ter paz, finalmente-diz e sorrio.

—não sou boa com palavras como você, mais eu posso prometer que isso, que nos temos é único e bem raro. Preservarei em meu coração pra sempre meu amor, vocês são minha família e nunca deixarão de ser.

—e ainda diz que não é boa com as palavras-diz, rio e ele sorri-te amo amor-diz e sorrio.

—eu te amo muito meu amor-digo, ele sorri e me beija.

Um beijo cheio de amor, cuidado, força, saudade de paixão e muito carinho. Logo cresce um incêndio sobre nossos corpos, peeta esta quente, eu estou, estamos pegando fogo.

Aprofundo o beijo, ele larga sua taça, pega a minha e continua me beijando.

 Ele para com suas mãos em minha cintura. O derrubo devagar na cama e aproximo nossas testas, ficamos com a respiração acelerada assim como nossas batidas descompassadas. Mordo seu lábio bem sexy e ele delira, prende seu corpo ao meu me deixando mais louca.

 Ele pra me enlouquecer, trilha meu pescoço com beijos ate chegar em meu ouvido, gemo baixo e ele sussurra.

—ainda pode desistir-diz e rio

—eu nunca irei meu amor, nunca.

—eu também, pra sempre-diz e já o beijo, dando a sequencia a nossa longa, quente e apaixonada noite de amor.



Notas finais do capítulo



—JT.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "I Will Never Give Up On You" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.