I Will Never Give Up On You escrita por JTLYNCH


Capítulo 16
Problema


Notas iniciais do capítulo

OI GENTE, DESCULPA NÃO POSTAR OS CAPÍTULOS JUNTOS MAS EDITEI MUITO TARDE. AQUI O SEGUNDO PRA VO6........



—Parece vazia

 Peeta concorda, se preparando com a arma e eu com meu arco.

—vamos-diz, afirmo, descendo do carro.  

Andamos devagar pra farmácia, vemos uma movimentação ao longe e nos escondemos.

—quantos deles?-questiono e peeta olha rapidamente.

—bastante, não podemos fazer barulho-diz e concordo.

 Andamos rapidamente pra farmácia e nos trancamos lá dentro. Quando vou virar peeta me para e aponta pro balcão, onde tem um deles e prendo a respiração.

—vamos rápido, assim não chamaremos atenção-diz e assinto com a cabeça.

Vamos com cuidado pra perto das fraldas e quando ele nos olha, abaixamos rapidamente.

—vamos engatinhar

 Peeta começa a engatinhar na minha frente e o sigo, contornamos a prateleira e olhamos pra onde estão as fraldas.

—é só pegar agora

—me deixe atirar nele com a flecha, acho que não vai fazer barulho.

—e se ele gritar?

—não vai-digo, ele me olha e depois pro zombie

—tente ser rápida-diz e concordo me arrumando

 Levanto devagar e vou me aproximando mais e mais, ate que ele me vê e atiro em sua cabeça mais não antes de ele gritar

 Ouvimos mais gritos

—droga! –diz peeta levantando e pega as fraldas

Esbarro em uma prateleira, caindo, derrubando vários remédios

 Peeta vem me ajudar, levantamos correndo e saímos da loja. O bando de zombies já se aproxima e conseguimos entrar no carro, peeta acelera, atropelado alguns e acaba fazendo o carro girar pro lado e bater  em outro carro  de frente

Fico tonta, levanto a cabeça e vejo peeta desmaiado

 Entramos em desespero

—O MEU DEUS, PEETA!!-diz prim querendo mexer nele

—NÃO MEXE NELE PRIM

—ELES ESTAO VINDO!!-diz e me desespero

 -respiro fundo- não vou fraquejar agora, eles precisam de mim

Largo o arco e pego as armas, porque não tenho flechas o suficiente

—KATNISS O QUE VAI FAZER?-questiona prim e saio do carro, fecho a porta e subo no capo e começo a atirar nos zombies  que se aproximam , são muitos.

Continuo atirando e consigo acertar na cabeça, fazendo alguns caírem mais não o bastante.

 Não vai dar!

 Volto á entrar no carro  e eles começa a  bater no vidro, prim grita. Dou a ré e viro o carro  mais ao invés de ir embora,  começo a atropela-los e consigo matar bastante deles

—KATNISS-diz prim, quando o vidro de trás quebra.

Ela senta do meu lado

— bufo- já cansada.

Pego as armas de novo, saio do carro e chamo a atenção.

—VENHAM ME PEGAR!!-digo e eles começam a correr atrás de mim

 Corro rapidamente, pensando no que fazer  e dou alguns tiros mais não pega em ninguém. Olho ao redor, vendo apenas casas e entro em uma pela janela e a encontro vazia

Ando direto pra cozinha

ISSO, JÁ SEI!

Pego o gás e deixo na sala e eles invadem a casa

Corro pra escada, mas um deles me agarra. Consigo atirar em sua cabeça e retorno a subir a escada. Entro em um quarto e tranco a porta. Eles batem sem paciência alguma e olho ao redor

 Vou ate a janela vendo que é muito alta

 Minha respiração acelera mais não tenho tempo pra pensar e me jogo. Sinto uma dor enorme mais não posso desistir agora.

 Levanto e corro mancando de volta pra parte da frente da casa. Começo a atirar, atraindo a atenção deles e finalmente consigo certar o gás, fazendo uma explosão enorme na casa.

 Caio pra trás com o impacto, vendo a ficar em pedaços, o fogo se espalhar por tudo e os zombies gritarem

 Minha respiração acelerada com meu coração batendo muito forte, mais tenho que sair daqui rápido. Levanto mancando toda machucada e corro de volta pro carro,  trincando os dentes de dor

—KATNISS-diz prim me olhando assustada, enquanto vê peeta

 Chego perto e checo sua pulsação

—ele só deve ter desmaiado com o impacto

—o que vamos fazer?

—vamos pegar outro carro-digo e ela concorda

 Revisto todos os carro pra ver se algum liga, ate achar  um que pega e volto pro carro.

—me ajude a levar ele-digo e prim assente.

 Apoio peeta em mim e prim também, levamos ele ate o carro e me seguro pra não gritar de dor com a minha perna, mais não tenho tempo. Conseguimos colocar ele deitado e continuo olhando sua pulsação; esta batendo normalmente.

 -suspiro  de alivio-

  Fecho a porta

 Prim me ajuda a carregar as coisas pra dentro do carro, entramos e acelero pra longe

—sua perna esta doendo?

—esta quebrada

—o meu deus katniss! isso é tudo minha culpa, peeta esta desmaiado e você toda machucada!-diz triste

—ta tudo bem prim, nos sabíamos o que poderia acontecer e já estamos acostumados a se machucar. Só temos que fica de olho em peeta, pra ver se a pulsação dele esta normal; Acho que ele bateu com a cabeça e vou ter que verificar, mais preciso ir mais a frente.

—tudo bem-diz prim chorando ainda, tento a acalmar e não gritar enquanto acelero o carro com minha perna quebrada.

Depois de uma longa distancia finalmente chegamos á um lugar escuro e paro o carro. Amarro  uma madeira na minha perna e saio do carro.

 Vou pro banco de trás ver peeta.

— suspiro-

  Vejo sua temperatura ele esta quente e com um machucado em sua cabeça

—ele ta bem?-questiona prim, afirmo, pra não preocupa-la mas eu estou preocupada.

—me da o kit medico prim-digo e ela me entrega

 Limpo a ferida de peeta, enfaixo e faço uma injeção pra febre; aplico em seu braço  e suspiro

—ele vai ficar bem?

—vai sim, pode dormir agora prim

—eu não consigo

—mais precisa, por favor, durma-digo e ela concorda, vira pro lado e dorme em pouco tempo

 Olho pro peeta e acaricio seu cabelo

  Só de pensar em perdê-lo o meu coração aperta, sei bem que gosto dele, mais não posso gostar....  isso não importa agora, só preciso saber que ele esta bem.



Notas finais do capítulo



—JT.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "I Will Never Give Up On You" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.