I Will Never Give Up On You escrita por JTLYNCH


Capítulo 11
Não vou te soltar!


Notas iniciais do capítulo

OI GENTE, TUDO BEM
CAPÍTULOS NOVOS,CHEIOS DE EMOÇÕES. ESPERO QUE GOSTEM.....



—dessa vez em silencio-diz e concordo

Entramos no supermercado.

 Andamos devagar pelos corredores e vamos direto pros enlatados. Começamos a encher a bolsa de peeta com latas e pegamos também varias aguas geladas e saímos do mercado

 Voltamos pro carro. 

— suspiro de alivio-

—Deu certo dessa vez

—sim, e da outra teria dado se você não tivesse pegado aquele m&m

—é muito bom m&m-digo ligando o carro  e dirijo pra longe

 -Quando vamos parar pra tomar banho?

—você quer ir?-­questiona peeta com semblante surpreso- você não gosta

—não sei, me sinto mal -diz prim e peeta vai checar ela

—você esta quente

—o que! Preciso vê-la-digo parando o carro e troco de lugar com peeta e vou ver prim – você deve estar assim pelo nervoso que passou

—vocês me assustaram

—fica calma ou vai vomitar

—tudo bem-diz respirando fundo e fica deitada

 Pego um pano e molho com agua. Coloco em sua testa e fico contando o tempo e a faço beber agua e comer pra ver se melhora

 Depois de meia hora vejo sua temperatura e ainda esta alta

— suspiro-

—peeta precisamos ir á uma farmácia

—o que?! como vamos achar uma farmácia?

—deve ter uma em algum lugar

—não tem nada nas coisas que trouxe da sua escola?-diz e pego a bolsa, abro e começo a ver os medicamentos.

—não, são de adultos, pode deixar pior.

—o único lugar que pode ter farmácias por aqui seria um shopping

—então vamos ao shopping

—não imagina quantos monstros pode haver por la

—peeta-digo e ele olha pra prim dormindo com sua carinha vermelha e suspira

—certo, vamos pro shopping.

Peeta dirige, eu fico cuidando de prim e trocamos um pouco ate ficar de noite, jantamos e troco a fralda de prim. Resolvemos dormir.

 Esperamos prim dormir, deito com peeta  me aconchegando em seu peito e durmo rapidamente

\\\\\\\\ \\\\\ \\\\\\\\

Acordamos no dia seguinte e comemos rapidamente

Peeta começa a dirigir de novo e vou ver prim parece que ela esta ficando mais fraca, precisamos ser mais rápidos, não consigo ter certeza do que seja essa doença

Assim seguimos viajem, trocando de lugar e comendo, sem parar o carro. Prim acorda por pouco tempo e já volta a dormir

—estou preocupado com prim, ela é super enérgica, não fica doente. Agora esta mole e fraca. Estou com medo.

—vai tudo dar certo, eu sei distinguir a doença, só preciso de um kit medico. Tenho certeza que tem um na farmácia, pegamos tudo, dou um remédio pra prim e pronto.

—obrigada por estar aqui katniss, eu não saberia o que fazer.

—tudo bem-digo e dou um sorriso disfarçando, corando rapidamente.

Demorou muito mais finalmente chegamos ao shopping, ele é imenso e acho que isso é uma coisa ruim.

Entro no estacionamento e estaciono o carro misturados com os outros, deixo mais uma toalha fria em prim e pego meu arco e peeta sua arma. Saímos do carro e andamos  devagar pelo estacionamento

 Peeta aparece do meu lado, vamos ate a porta do shopping e quando vemos o interior ficamos em choque

Estão tudo infestado, tem zombies por todo lugar,  dentro e fora de lojas, pulando do alto ate o primeiro lugar, onde tem um tipo de playground lotado deles

— engulo em seco-

 Olho pra peeta que parece estar tão assustado quanto eu

—vamos pegar o remédio e ir embora o mais rápido possível-diz e concordo

Dirigimo-nos ate o mapa do shopping e vemos a farmácia mais próxima

— teremos que atravessar ate o outro lado-digo e ele concorda, suspirando.

—vamos-diz e concordo e andamos devagar

—acho melhor irmos abaixados pra não chamar atenção-diz e concordo

Deitamos no chão e começamos a rastejar

Quando um deles começa a ouvir os barulhos paramos, só continuamos quando eles desviam a atenção pra outra coisa.

 Voltamos a rastejar

Só de estar chegando perto deles, meu coração bate tão forte que acho que não vou aguentar, mais preciso, pela prim.

Continuamos a rastejar, peeta me faz parar, pega um tipo de placa e joga do outro lado e eles ouvem o barulho e correm pra ver o que é.

 Levantamos e corremos  pro outro lado, eles começam a nos seguir e corremos mais rápido. Tento atirar mais peeta me segura, me fazendo correr mais rápido. Nos surpreendemos com muitos deles a nossa frente.

 Entramos em uma loja de roupa, trancamos a porta rapidamente e eles começam a bater

—não vai demorar ate quebrar o vidro-digo agitada

—eu sei, vamos ter que sair daqui de algum jeito-diz e me puxa e andamos pela loja ate o outro lado mais não tem nada

 Eles quebram o vidro e começam a vir atrás de nos, sinto meu corpo gelar na hora, peeta começa a atirar e eu também, mais são muitos. Subimos em cima do balcão e eles vão subindo também

Um agarra meu pé e peeta me puxa rapidamente

 Sem ter pra onde ir, ele pula para chão e quebra um vidro com o braço, fazendo ele se quebrar em pedaços. Fazendo os zombies ficarem  mais desesperados a ir atrás de nos

Eles começam a  subir, mais peeta me puxa e saímos da loja o mais rápido possível. Corremos, vendo os zombies que estavam lá embaixo começarem a subir, escalando as paredes e ficamos mais desesperados ainda

Achamos a farmácia e peeta fecha a porta e eu começo a procurar o remédio de prim

Entro, pulando a bancada e procuro um kit medico, encontro um e coloco na mochila. Pego vários remédios que podem funcionar e jogo mais alguns dentro da mochila

 Fecho, indo ate peeta

—pronto?-diz e concordo

—e agora? o que vamos fazer?-digo e ele respira fundo

—eu vou abrir e você sai correndo

—e você?-digo e ele fica em silencio  -EU NÃO VOU TE DEIXAR!

—VOCÊ PRECISA VAI ATRAS DA PRIM

—NÃO, NEM PENSAR-digo com a respiração acelerada e olho ao redor, vejo que não tem por onde fugir somente....

—a janela

—NÃO, VAMOS MORRER.

—JÁ ESTAMOS MORTOS-digo e o puxo fazendo a porta abrir e vários deles invadirem tudo

 Vamos pra janela  no parapeito, andamos devagar e um deles segura o braço de peeta. Os outros começam a puxa-lo  e puxo sua mão rápido, fazendo ele se desequilibrar e quase cair mais consigo o pega-lo, agarro a janela

—KATNISS ME SOLTA

 -NÃO, EU NÃO VOU-digo olhando pra altura em que estamos se cairmos... já era

—ME SOLTA, TUDO BEM -diz e nego

Ajoelho tremula, ainda segurando a janela e consigo pegar um tipo de cano, engatinho pro lado e tento puxar peeta mais não consigo, não tenho forças pra isso

—EU NÃO CONSIGO

—TUDO BEM KATNISS -diz e nego

 Olho ao redor e vejo uma escada a poucos passos

—A ESCADA -digo ofegante-VAMOS ATE LA E VOCÊ AGARRA

—NÃO VOCÊ PODE CAIR

—PRECISAMOS TENTAR –digo e sem ouvir sua resposta continuo a engatinhar, a mão de peeta fica escorregadia e agarro sua blusa

—SEGURA MINHA BLUSA

—VOCÊ VAI CAIR

—EU CONSIGO, VAI LOGO -digo e ele se segura em mim

 Vou me arrastando,  pouco por pouco, indo pra frente ouvindo os zombies, loucos, batendo insistentemente o vidro. Minha mão começa a suar e sei que se soltar, nos dois morremos

—EU NÃO CONSIGO MAIS

—TUDO BEM KATNISS

—SE BALANÇA

—O QUE!

—PRA ESCADA É SO BALANÇAR

—NÃO!

—SIM, AGORA-digo e nessa hora um zombie consegue quebrar a janela.

 Eles tentam pegar minha mão, peeta me olha e olha pra escada. Ele balança pro lado  e quase consegue pegar mais não  foi e tento me manter forte pra não soltar a janela, enquanto os zombies tentam me pegar

—VAI PEETA, VOCÊ CONSEGUE!-digo e ele concorda e se balança e solta minha blusa, me fazendo prender a respiração e meu coração parar de bater, vendo ele ficar no ar por alguns minutos, ate finalmente conseguir agarrar a escada e volto a respirar

—VEM!-diz estendendo a mão e nego

—EU NÃO CONSIGO

—VOCÊ CONSEGUE!

Me arrasto ate a ponta  e peeta estende a mão pra mim

 Ouço o som e vejo o vidro atrás de mim craquelar

 Pego sua mão correndo e pulo, ficando no ar apenas apoiada por ela. No segundo seguinte, o vidro quebra e vários deles caem pra fora

 Peeta me puxa pra perto dele, seguro a escada e começamos a subir pro teto,  o que leva muito tempo. Quando chegamos lá em cima o ajudo a subir, quando ele esta no chão o abraço apertado e começo a chorar

—eu achei que não íamos conseguir

—mais você conseguiu

 -nos conseguimos-digo e ficamos abraçados por muito tempo



Notas finais do capítulo



—JT.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "I Will Never Give Up On You" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.