Secret Love Song escrita por RangerGirl


Capítulo 4
Capitulo 4




—Oi! Ele disse.

— O que você está fazendo aqui a essa hora? Perguntei no tom mais baixo que consegui.

— Bom já que não conseguimos ficar juntos durante a tarde... eu pensei porque não durante a noite?

—Você é maluco eu disse ainda não conseguindo acreditar que ele estava realmente ali na minha porta.

— Maluco por você Gia Moran!

Eu não pude evitar um enorme sorriso, eu sabia que era arriscado, porém eu estava morrendo de saudades e ele estava ali tão perto, eu queria toca-lo, beijá-lo resolvi fazer o que o coração mandava e não a razão.

—Você deu sorte que os meus pais já estão dormindo, fica ai, eu vou abrir a porta.

Com toda a cautela do mundo eu desci as escadas, não queria arriscar que meus pais acordassem, imagina se eles vissem Troy aqui no meio na noite? As consequências não seriam nada boas...

Fui até a porta e a abri fazendo o máximo de silencio possível, assim que dei de cara com Troy, nós nos beijamos apaixonadamente.

—Eu não acredito que você está aqui!

—Nem eu acredito que tive coragem de fazer isso, mas eu não conseguiria ficar mais um dia sem te ver sabe?

Eu estava tão desnorteada que nem conseguia falar de direito, no entanto meu senso de responsabilidade falou alto e eu tive que perguntar:

—o que você falou para os seus pais?

—Eles estão dormindo também ... então eu sai escondido

—Nossa você foi muito muito ousado.

Ele deu um daqueles sorrisos que me deixavam sem fala e disse.

— Eu sei que você ama isso em mim!

—Você não tem medo do que pode acontecer se nos pegarem?

—Todo risco vale a pena para ficar com você!

Ele disse olhando bem no fundo dos meus olhos.

Aquilo era inacreditável, eu tinha encontrado o cara perfeito, que eu amava, mas nós não podíamos ficar juntos em público, ele nunca poderia me beijar na rua ou em nenhuma festa, isso era torturante... porém podíamos resolver isso depois.

—Vamos para o meu quarto eu disse!

— É uma boa ideia.

Nós dois subimos e quando chegamos ao meu quarto Troy estava com uma cara deslumbrada, como se ele estivesse em um tour por um museu.

—Porque você está com essa cara? perguntei.

—É que eu nunca estive no seu quarto antes...

—É claro que já esteve, várias vezes.

—Sim, mas como seu amigo, essa é a primeira vez que entro aqui como seu namorado.

— Eu não sei se namorado e namorada são os termos certos para a nossa situação atual eu disse enquanto me sentava na cama.

—Eu sei que o Jake é o seu namorado oficial ,mas...

—Meu amor, a verdade é que somos amantes e eu não quero continuar desse jeito, mentido ... mantendo uma relação de faixada, o Jake é um cara legal que não merece passar por iss.

—Eu sei meu amor... mas os meus pais, eles são muito rigorosos e se eles descobrissem que eu estou com vocês... eles iriam querer se mudar de cidade.

—Eu não suportaria ficar sem você! Eu disse acariciando seus cabelos.

—Por isso mesmo, eu só preciso encontrar a hora certa para contar para eles...

— E quando será essa hora certa?

— Eu não sei...

Troy era um garoto incrível e além de meu amante, se é que podemos chamar assim, ele é o meu melhor amigo por isso eu sabia que podia desabafar, então me deitei em seu colo e comecei...

—É que desde que nós começamos com esse lance eu sinto que toda a minha vida é uma mentira... sabe eu minto para os meus pais, para a minha melhor amiga e não é só isso você sabe como é ruim a gente se encontrar na escola ou na rua e não poder te dar uma beijo?

—Meu amor! Ele disse pegando uma das minhas mãos, eu sei porque passo pela mesma coisa e no meu caso é ainda pior.

—Como assim?

— Você acha que eu fico bem te vendo com o Jake?

Eu nunca tinhas pensado por esse ângulo, mesmo sabendo que eu o amava Troy tinha que me ver de mãos dadas com Jake, indo ao cinema com ele sem poder fazer nada , aquilo também devia ser muito difícil para ele...

—Deve ser mesmo... você me ver com o Jake e não poder fazer nada.

—Mas nós estamos aqui juntos, agora... então porque não aproveitamos em vez de discutir?

—Tem razão...

Nessa hora eu comecei lentamente a tirar a minha blusa, enquanto ele se aproximava e comçava a me beijar apaixonadamente.

No dia seguinte eu acordei na minha cama nos braços de Troy, olhei para ele, eu o amava e amava poder estar com ele, queria poder acordar daquele jeito todos os dias... infelizmente não possível. Enquanto ele dormia eu acariciei seu rosto e peguei uma de suas mãos, porém uma coisa me chamou a atenção, o relógio, olhei as horas e me desesperei:

—Sete horas!

Comecei a sacudir Troy desesperadamente

—Troy acorda!

Depois de alguns segundos ele acordou sonolento.

—O que aconteceu?

—Já é de manhã, minha mãe vai vir me acordar a qualquer minuto.

 





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Secret Love Song" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.