Esthesia - Oneshot escrita por Mr Goodestar


Capítulo 1
Minha vida


Notas iniciais do capítulo

Eu não escrevo há um tempo. Eu não revisei, eu não tô satisfeito com esse texto. Mas, eu vou postar. Se eu me arrepender depois, sempre dá para excluir. Por enquanto, espero que alguém goste, se alguém ler.



Sentimentos. Eu acho que todos sabem o que são os sentimentos. Raiva, tristeza, alegria. Todos já sentiram um desses três pelo menos uma vez na vida. Alguns os sentem todos os dias, outros sentem alguns com mais frequência e outros raramente. Há vários tipos de sentimentos. Diversos sentimentos presentes em uma pessoa só. Alguns sentimentos são intensos, outros passam tão rápidos que não se sabe se foi real. Mas, hoje, eu quero te contar como os sentimentos funcionam na minha vida. Não só os meus sentimentos, mas os sentimentos das pessoas ao meu redor.

Eu tenho hipersensibilidade emocional. Isso não é uma doença, não é um transtorno, mas é algo que terei para vida inteira. Para alguns sentimentos, ter o que eu tenho, ser como eu sou, é maravilhoso demais. Mas, para outras coisas, é devastador. Pessoas como eu sentem todos os sentimentos de uma forma intensificada. Obviamente que cada um sente de uma forma única. Afinal, ninguém é igual. Outra pessoa com hipersensibilidade emocional pode sentir de uma forma mais intensa ou menos intensa do que eu. Mas, os sentimentos sempre serão intensos. Sempre.

Além de sentirmos os nossos sentimentos de forma intensa, pessoas como eu possuem um tipo de sexto sentido. Nós conseguimos sentir o sentimento dos outros. Não é tão intenso quanto os nossos, pelo menos não para mim, mas conseguimos sentir. E novamente, se os sentimentos são bons, vai ser maravilhoso demais, mas se forem ruins...

Esse sexto sentido vai variar muito de pessoa para pessoa. Eu por exemplo, não o sinto com tanta intensidade, mas ainda assim o sinto. E quanto mais a pessoa é importante na minha vida, mais eu sinto seus sentimentos.

Mas, deixando isso de lado, agora quero te contar como é sentir sentimentos como raiva, tristeza, alegria, sendo como eu sou. O nível da intensidade desses sentimentos.

 

Minha Raiva

 

A minha raiva é algo destrutivo. Não para às pessoas ao meu redor, mas para mim. Quando eu estou com raiva, eu perco a cabeça. E eu sempre tento descarregar a raiva de uma única forma. Socando a parede.

Quanto mais raiva eu sinto mais eu desconto na parede. Já cheguei a quase quebrar os meus dedos por causa disso. A raiva é um sentimento que me destrói muito, e é por isso que eu sempre a evito. Eu evito ao máximo ficar com raiva. E todos ao meu redor até se surpreendem por não me verem com raiva. Já que raiva é algo natural do ser humano. Mas, eu não posso sentir. Pois, quando sinto raiva, os meus batimentos ficam desregulados, totalmente descontrolados, e isso pode me fazer enfartar. E não é exagero.

Além de socar a parede, eu tenho o costume de me bater em momentos de raiva. Pois sentir alguma dor física acaba me fazendo descarregar o sentimento ruim. É como se eu estivesse substituindo a dor. Trocando a dor emocional que me deixa com raiva, por uma dor física. Pois na minha cabeça, é sempre mais fácil lidar com a física.

 

Minha Tristeza

 

A minha tristeza é depressiva demais. Quando eu estou triste, é como se uma confusão interna se alastrasse dentro do meu ser, e eu começo a sentir até dores no corpo. É algo que afeta não só o meu emocional, mas o meu físico inteiro. Tanto a parte interna do meu corpo, quanto a parte externa. Na tristeza, eu não consigo comer. Não consigo comer nada. É tão horrível, que se eu tento comer algo, eu vomito. E quando estou triste, posso ficar até dias e dias sem comer. De tão intenso que o sentimento é.

Nem sempre eu estou chorando na tristeza. Muitas vezes é apenas o sentimento, com a ausência das lágrimas. Mas, quando as lágrimas chegam no período desse sentimento, eu desmorono.

A tristeza é com toda certeza do mundo o pior sentimento que alguém como eu poderia sentir. Não só para pessoas como eu, mas para todos. Ela te consome, ela te destrói, ela te faz querer morrer, te faz ficar vazio. Você perde a fé, não consegue acreditar que vai ficar tudo bem, e toda vez que fecha os olhos para dormir sente mais dor que acordado.

 

Minha Alegria

 

É sempre bom terminar com chave de ouro. Terminar com o sentimento bom. A alegria é o melhor sentimento. Não só para mim, como para todos. É ela que nos faz viver. Ser feliz de verdade. Nos dá sonhos, nos dá energia, nos dá tudo de bom.

A alegria para mim, é literalmente o sentimento mais importante de todos. Principalmente quando a alegria está andando lado a lado com o sentimento de amor. Ela me deixa eufórico, saltitante, me fortalece e nada é impossível quando estou sentindo-a.

Ela me faz lutar pelo que eu acredito. Me faz vencer os obstáculos. E me faz ver que, não importa o quão difícil às coisas sejam, eu vou conseguir.

É um sentimento que deve ser valorizado. E que eu tento aproveitá-lo ao máximo, pois não sei se vai durar. Nunca sei se vai durar.

É um sentimento que assim que termino de senti-lo, anseio em senti-lo novamente. Pois é ele que me faz viver todos os dias. Todos os dias.

É um sentimento, que eu espero nunca deixar de sentir, pois eu não sei o que será de mim caso eu deixe de tê-lo. Realmente, não sei.

Eu já deixei de senti-lo, uma vez isso aconteceu. Mas, algumas pessoas na minha vida, me fizeram sentir isso novamente. E se hoje eu estou aqui, é por causa dessas pessoas. É por causa dessas pessoas maravilhosas.

 

 

E obrigado a você que leu até aqui. Eu tentei ao máximo passar o que eu sinto, para você ler e refletir. Mas, nem se eu quisesse conseguiria escrever tudo o que sinto. Pois é muita intensidade tudo isso que eu vivo. Mas talvez você tenha um amigo que é assim. Então antes de falar que é exagero o que ele sente, converse com ele para ver se ele é assim. E caso ele tenha uma hipersensibilidade emocional como a minha, seja sempre positivo com ele e alegre o seu dia.



Notas finais do capítulo

Se você gostou, eu vou até ficar surpreso. Pois nem eu gostei kkkkkkkkkk Mas, eu tentei passar um pouco, como eu sou. Essa "história" é totalmente sobre mim. Eu sou assim, e não é fácil. Realmente não é nada fácil. Espero que alguém consiga entender pelo menos um pouco como é viver assim. Ser como eu sou. Mesmo que os sentimentos não estejam nada detalhados, espero que alguém consiga entender kkkkkkkkkkk
Enfim. Eu nem tenho mais o que falar. É isto.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Esthesia - Oneshot" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.